Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Instrumentos Musicais > Classificações para instrumento musical

Classificações para instrumento musical

Visitas: 38
Comentários: 1
Classificações para instrumento musical

Instrumento musical é um objeto construído com o propósito de produzir som, ou melhor, musicas, há vários tipos de instrumentos que podem ser classificados de diversas formas sendo das mais comuns, a divisão de acordo com a forma pela qual o som é produzido.

Os estudos dos instrumentos musicais designam se por orgonologia.
Instrumentista é aquele músico que toca algum instrumento, porem nem todo musico é instrumentista isto soa até estranho, como também é chamado de concertistas na musica erudita.

Alguns músicos seguem sua carreira sem tocar instrumento, como o compositor pode saber tudo sobre instrumento mais Pode não toca nada, ou às vezes toca um violão ou um piano, mais compõe como ninguém.

Existem muitas formas de classificar os instrumentos musicais.
Cada uma delas se presta melhor para cada finalidade.

Existe em classificações que levam em conta os conjuntos instrumentais tais como orquestra. Um exemplo maior é a classificação dos instrumentos da orquestra sinfônica que divide os instrumentos em corda, sopranos (subdivididos em (madeira e metais) e percussão.

Os instrumentos de corda são importantes na historia da musica, você sabia que o instrumento de corda na historia da musica ocidental foi como um instrumento constituído de uma única corda, o monocórdio, que os filósofos e matemáticos da escolas pitagórica descobriram todos os princípios matemáticos que regem os intervalos, escalas e a harmonia, dando origem ao estudo da teoria musical há mais de seis mil anos.

A musicologia (é a ciência que estuda assuntos musicais como: acústica estética, rítmica, métrica, folclore, entre outros) divide os instrumentos de percussão em dois tipos.

Os idiofones são aqueles em que o som é produzido no próprio corpo do instrumento. Nos membrafones, o som que é produzido por meio da percussão em membranas esticada.

Os instrumentos de percussão são: Castanhola, bateria (prato), pandeiro, reco-reco, triangula (ferrinho) e etc.

Os instrumentos de corda são muitos como, por exemplo: cavaquinho, berimbau, contrabaixo, sanfona, saltério, viola, violino, guitarras, piano violão e etc.

Os instrumentos musicais de sopro são: clarineta, flauta, gaita, saxofone, trombone.

Os instrumentos de teclas são:
acordeão, órgão, piano, e etc.

Os elétricos são: órgão, eletrônico, piano digital, Sandler, guitarra elétrica, entre outros.

A musica e os instrumentos musical andam juntos, e para saber de musica temos que saber um pouco dos instrumentos e Podermos saber quão valioso é os Instrumentos musicais, nos tempos atuais temos muita opção na hora da compra, tanto em qualidade como em beleza.



Waldiney Melo

Título: Classificações para instrumento musical

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 38

797 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • RaíRaí

    20-11-2009 às 15:07:13

    Gostaria de entende, pois eu não entendo;

    O contra baixo é classificado como um instrumento harmonico?

    Grato

    ¬ Responder

Comentários - Classificações para instrumento musical

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios