Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Instrumentos Musicais > Baixo: tons mais fortes

Baixo: tons mais fortes

Comentários: 10
Baixo: tons mais fortes

O baixo é um instrumento de cordas acústico ou eléctrico em muito semelhante à guitarra e específico para executar os tons graves das músicas.

Por norma, tem quatro cordas e uma afinação uma oitava abaixo das cordas mais graves da guitarra clássica.

A guitarra baixo é descendente do contrabaixo, um instrumento de grande porte do qual existem relatos da sua existência desde o século XI.

Até ao final do século, depois de uma grande evolução deste instrumento, ele deixou de ser tocado com arco e passaram-se a usar os dedos, de modo a conseguir-se uma acentuação mais acentuada.

Este é um dos poucos casos de instrumentos musicais eléctricos que apareceram antes da sua versão acústica.

Uma das justificações existentes é a de que a caixa de ressonância do baixo acústico é demasiado pequena para produzir uma amplitude de som suficientemente audível em relação à caixa da guitarra clássica.

Nos anos 1960, bandas como os Beatles ou os Rolling Stones popularizaram este instrumento.

O primeiro baixo eléctrico foi produzido por Leo Fender no ano de 1951. Este instrumento permitiu aos músicos variarem os tons das suas músicas.

Como é possível constatar, este instrumento é hoje utilizado nos mais variados géneros musicais, devido à dinâmica e flexibilidade que produz em conjunto com outros instrumentos, em qualquer ritmo, seja clássico, jazz, blues, pop/rock, ou outro. 


Rua Direita

Título: Baixo: tons mais fortes

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

793 

Imagem por: Enric Martinez

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 10 )    recentes

  • vitória

    04-03-2015 às 18:37:28

    adoro tocar esse instrumento, mesmo na maioria das vezes não dando para notalo em uma musica, sem ele a musica não tem ritmo.

    ¬ Responder
  • Wallace RandalWallace Randal

    06-10-2012 às 17:39:33

    Olá Rua Direita, tudo bem? Muito informativo e bem escrito seu texto! Eu não conheço absolutamente nada de baixo ou instrumentos de uma forma geral, então não tenho como opinar de forma significativa. Mas acredito que o baixo é essencial principalmente em bandas de rock, por que ele tem um som grave que contrasta e equilibra com a guitarra e outros instrumentos mais agudos. Textos assim acrescentam ainda mais o conhecimento adquirido, obrigado!

    ¬ Responder
  • Wallace RandalWallace Randal

    06-10-2012 às 17:39:22

    Olá Rua Direita, tudo bem? Muito informativo e bem escrito seu texto! Eu não conheço absolutamente nada de baixo ou instrumentos de uma forma geral, então não tenho como opinar de forma significativa. Mas acredito que o baixo é essencial principalmente em bandas de rock, por que ele tem um som grave que contrasta e equilibra com a guitarra e outros instrumentos mais agudos. Textos assim acrescentam ainda mais o conhecimento adquirido, obrigado!

    ¬ Responder
  • Wallace RandalWallace Randal

    06-10-2012 às 17:39:12

    Olá Rua Direita, tudo bem? Muito informativo e bem escrito seu texto! Eu não conheço absolutamente nada de baixo ou instrumentos de uma forma geral, então não tenho como opinar de forma significativa. Mas acredito que o baixo é essencial principalmente em bandas de rock, por que ele tem um som grave que contrasta e equilibra com a guitarra e outros instrumentos mais agudos. Textos assim acrescentam ainda mais o conhecimento adquirido, obrigado!

    ¬ Responder
  • Anne TeixeiraAnne Teixeira

    05-10-2012 às 16:39:35

    Pessoas que tocam baixo são calmas. Isso é um padrão???? Tenho vários amigos que tocam baixo e todos tendem a ser pessoas tranquilas.O tom tirado no baixo ajuda a preencher a melodia da música, evitando aqueles vazios estranhos, como se a música fosse tocada em ambientes completamente abertos. O mesmo acontece com a segunda voz e com o percussão. No fim das contas eu amo todos os instrumentos por ser apaixonada por música... música boa!

    ¬ Responder
  • Ruben GonçalvesRuben Gonçalves

    02-10-2012 às 18:11:40

    O baixo é um dos meus instrumentos preferidos, talvez devido ao meu gosto musical por bandas rock, onde o baixo tem sempre uma presença muito acentuada.Em muitos casos é o baixo que nos permite relacionar toda a música e obter um som homogéneo. Para quem gosta de tocar é sem dúvida um instrumento interessante para aprender.

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    01-10-2012 às 01:39:10

    Tons mais fortes do baixo acrescentam um tempero especial a qualquer música.Por produzir um tom grave,deixa o som de qualquer canção bem mais encorpado.Muita gente confunde o som da guitarra com som do baixo, mas apesar de parecidos tem diferenças perceptíveis.A guitarra tem 6 afinadores no braço da guitarra e o baixo apenas 4 o que explica o som mais grave produzido pelo baixo

    ¬ Responder
  • Gabriela TorresGabriela Torres

    26-09-2012 às 03:19:05

    Adoro batons de tons mais fortes.Acho que deixam qualquer mulher mais sensual e mais auto confiante.Já batons claros passam uma cera imagem de delicadeza e feminilidade.Porém,os tons fortes combinam mais com o inverno e o outono.

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    25-09-2012 às 17:28:23

    Quando se fala em música sinto vontade de aprender a tocar violão. Claro que já tentei diversas vezes, mas nunca consegui de fato. E para tocar baixo, precisamos ter uma noção pelo menos de violão. O que aprendi do baixo é que eles transmitem um som mais fechado. Para que fique um som mais fortes você tem que aplicar os tons como colega colocou. Mas de qualquer forma o baixo é sensacional sempre, sempre.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    23-09-2012 às 18:58:00

    Interessou-me o presente artigo porque sempre gostei do som do baixo- ainda que não tenha talento musical adoro música e procuro conhecer os instrumentos. Gostei de conhecer, através do texto, um pouco da história deste instrumento musical tão comum mas essencial em qualquer banda que se preze, especialmente se a banda for mais inclinada para o género do rock. Achei sobretudo interessante o facto da versão eléctrica do baixo ter surgido antes da versão acústica.

    ¬ Responder

Comentários - Baixo: tons mais fortes

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Imagem por: Enric Martinez

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios