Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > O egito, um dom do Nilo?

O egito, um dom do Nilo?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 58
Comentários: 4
O egito, um dom do Nilo?

Os egípcios tiveram uma grande civilização, que se estendeu por três mil anos e onde reinaram muitos faraõs. A sua localização é no nordeste de àfrica, e está confinada a leste com o deserto da Arábia e a oeste a Líbia.

O seu clima é quente e seco, e é atravessado pelo rio Nilo, que se estende para o norte e desagua no Mediterrânio. Segundo o o historiador grego, Heródoto, o Egito é o dom do Nilo. Isto porque toda a civilização floreceu graças ao rio, adorada como um deus, o Hapi, pelos antigos egípcios.

Todos os anos este rio tinha cheias, cujas chuvas tropicais, junto da necente do rio, faziam subir o caudal, provocando inundações das margens, entre julho e setembro, e a sua fertilização era feita pelo lodo, depositado nos campos.

Foi por isso, que os egípcios chamaram aos seu país Terra Negra de Kamet. Para levar água a outros terras, os camponeses construíram canais, para travar o seu avanço e também levantaram diques.

Desenvolveram uma agricultura bastante produtiva, que era a base da economia egípcia. A partir de outubro, o caudal do rio voltava sempre ao seu curso normal, as águas recuavam e os solos eram preparados para as sementeiras.

Os camponeses cultivavam cereais, favas, lentilhas, ervilhas, alho, cebolas e linho, entre outros produtos. Além destes, produziam ainda figos, azeitonas, tâmaras e româs.

A pecuária já estava desenvolvida e era uma atividade vital. Criavam cabras, carneiros, porcos, bois e aves, sendo alguns exclusivamente para a alimentação. Outros serviam para transporte de carga e para ajudar nos trabalhos agrícolas.

A caça e a pesca complementavam a alimentação e os pobres comiam mais peixe do que carne.
Os artesãos dedicavam-se a fabricar os objetos como vestuário, calçado, loiça e móveis.
Na verdade, o rio Nilo era um excelente eio para se fazer comércio.

Os egípcios importavam madeira, marfim e metais e exportavam papiro, linho, tecidos e peixe seco, para o Líbano e Mesopotâmia. O linho e o papiro eram cultivados nas margens do rio Nilo e eram objeto de riqueza na sua economia.

No que diz respeito ao artesanato e comércio, as mulheres faziam os tecidos em teares horizontais. Os oleiros já usavam a roda no seu trabalho.

Nos mercados fazia-se a troca direta e os vendedores eram os próprios produtores.

O Egito era quase autossuficiente e o comércio externo teve um papel relevante. Era o faraó que controlava o comércio.


Teresa Maria Batista Gil

Título: O egito, um dom do Nilo?

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 58

768 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • Vicente SilvaVicente

    31-07-2014 às 05:54:13

    Fantástico texto!

    ¬ Responder
  • Pei mendis

    14-08-2013 às 09:00:32

    Gostaria de saber porque que ejipto é dom do nilo?

    ¬ Responder
  • Reginado

    06-06-2013 às 11:58:07

    obrigado pela resposta, graças a si, ja tenho noçoes sobre o egito é um dom do nilo.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    18-09-2012 às 10:10:38

    O Egito é famoso pela cheias periódicas do rio Nilo duas vezes no ano.Se não fossem estas cheias o Egito não podia produzir os produtos agrícolas e o papiro típico das margens do rio que o atravessa.È por isso que se conhece a expressão "o egito é um dom do Nilo" porque sem ele o Egito seria um imenso deserto.

    ¬ Responder

Comentários - O egito, um dom do Nilo?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Raio Mata Três Pessoas No Brasil

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Segurança
Raio Mata Três Pessoas No Brasil\"Rua
No dia 07 de novembro de 2014, três pessoas acabaram morrendo em decorrência de raios após as vítimas serem socorridas, mesmo depois de bastante tempo tentando reanimá-las.

Os três homens deram entrada no hospital com parada cardiorrespiratória e com muitas queimaduras. Esse incidente aconteceu na zona leste de São Paulo, as vitimas trabalhavam com ferro velho.

O Brasil é o país onde os raios estão mais presentes no mundo. São mais de 50 milhões de raios por ano. Esses raios atingem mais pessoas na zona rural, porém nas áreas urbanas ocorrem também só que com menos frequência.

Há pessoas que falam que raios não ocorrem duas vezes no mesmo lugar, mas isso é improvável, eles ocorrem sim! Tanto que nos últimos séculos, as tempestades aumentaram 90% por causa do aquecimento do planeta devido ao asfalto, que é uma das formas de poluição.

Alguns cuidados, nesses momentos, são importantes como: não ficar em área aberta, não usar o telefone e se vir uma tempestade, então permaneça no carro.

Os raios ocorrem no Brasil porque é um país tropical e de muito calor, por isso está em primeiro lugar em queda de raios. Nesse mesmo ano de 2014, um rapaz morreu usando o computador. Ele recebeu a eletricidade no momento em que o raio caiu na antena.

O estado de São Paulo lidera em quedas de raios. Um raio dura em média 1 segundo, e a queda de raios acontece por uma descarga elétrica que produz nuvens de chuva. Os relâmpagos ocorrem entre as nuvens e os raios pelo solo.

Algumas regiões tem tendência de cair mais raios, a descarga é visível a olho nu e é um fenômeno que produz um clarão. As mortes mais frequente são nas áreas urbanas, por isso não é seguro se proteger em baixo de árvores.

Pesquisar mais textos:

Gislene Santos Sousa

Título:Raio Mata Três Pessoas No Brasil

Autor:Gislene Santos Sousa(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios