Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > A crença num Messias

A crença num Messias

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Comentários: 2
A crença num Messias

Jerusalém, era a capital de um reino unificado de Israel, no século XI a.C
Os seus primeiros reis,de nome Saul, David e Salomão, desenvolveram a economia e garantiram a paz às populações.

O rei Salamão mandou edificar o Templo de Jerusalém, que passou a ser o centro de culto a Javé.
Contudo, quando o rei Salomão morreu os dois reinos dividiram-se, ficando o de Judá, a sul e o de Israel, a norte.

A partir daqui, os hebreus começaram a ser dominados por povos vizinhos, como os assírios, os babilónios, os persas, os gregos, os romanos, e, muito mais tarde, os mculmanos, com os quais têm atualmente um conflito pela disputa da Terra Prometida.
Em face deste domíneo estrangeiro, os hebreus desenvolveram a crença num Messias ou Salvador, que viria á terra para salvar o Povo eleito.

Efetivamente , quando Jesus Cristo iniciou as suas pregações, na Palestina, muitos hebreus acreditaram ser ele o Messias, mas outros recusaram-no, o que gerou controvérsia e divisão.
A partir destes acontecimentos, Jesus Cristo acabou por ser morto, tendo se iniciado depois o Cristianismo.

Os cristãos adotaram um livro sagrado, chamado Bíblia, que narra a história dos hebreus como povo eleito de Deus.
Esta religião é diferente da dos anteriores povos, em virtude de assentar na crença em um só Deus, e não em vários. assim, deixa de ser politeísta e passa a ser designada de monoteísta.

Com efeito, os hebreus recusam a representação de Deus e o culto das imagens, o sábado é o dia sagrado, dedicado á comemoração da criação do mundo por Deus.
Na Páscoa comemora-se a libertação da escravidão e fuga do Egito.

O Judaísmo não permite comer carne de cavalo, porco, coelho, pato, peixes sem escamas e ingerir sangue de animal.
O culto é dirigido por rabinos, sacerdotes e realiza-se nas sinagogas.

Tal como está escrito no livro Génesis, Deus estabeleceu uma aliança, com o seu povo, perpétua, para ser o Deus deles e das raças depois deles(versículo de génesis, 17:7-8.
O muro da Lamentações em Jerusalém ou Muro Ocidental é o local mais sagrado de Israel, tendo sido construído onde outrora se encontrava o Templo de Jerusalém, destruído pelos romanos em 70 d.C.

Todas as sextas feiras e nos dias estivos, os judeus deslocam-se ali para rezar e fazer os seus pedidos a Javé.
Moisés é considerado pelos judeus uma das suas principais figuras religiosas e o seu primeiro legislador.

Segundo a Bíblia, a mãe lançou-o numa cesta, nas águas do Nilo, para escapar à morte, decretada pelo faraó para todos os recém nascidos hebreus, para evitar que fossem muito numerosos e se revoltassem. Mas Moisés foi encontrado pela filha do faraó, que o educou como um príncipe.


Teresa Maria Batista Gil

Título: A crença num Messias

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

612 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    01-09-2014 às 14:30:27

    O Messias, Jesus Cristo, já veio e cumpriu sua missão. Ele voltará para buscar o seu povo. Muitos não acreditam, mas é o que a bíblia relata e é a esperança dos cristãos.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDona maria

    16-04-2014 às 00:17:33

    Fantástico, rezar, acreditar e ter fé

    ¬ Responder

Comentários - A crença num Messias

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Contador de moedas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Material Escritório
Contador de moedas\"Rua
O mundo dos negócios exige um grande dispêndio de energia e muitas horas de trabalho. No entanto hoje já é possível fazer recurso da alta tecnologia para poupar tempo e dinheiro. O recurso às funções do computador para o comércio facilita e atrai muitos clientes para empresas e comerciantes. No que diz respeito a contas é possível fazer uma contagem rápida e eficaz do dinheiro, sem passar horas a contar e com o risco de engano. É por isso que cada vez mais pessoas ligadas a negócios e serviços optam por adquirir um contador de moedas. Deste modo sabem que poupam tempo e não falham na sua contagem.

Dos inúmeros equipamentos que a alta tecnologia põe ao dispor, este é sem dúvida um equipamento que beneficia em muito o trabalho de muita gente. Por ser pequeno é muito cómodo e exige pouco espaço, ou melhor pode ser colocado em qualquer lugar.

Torna-se evidente que as novas tecnologias vieram para simplificar a vida e trazem muitas vantagens, rentabilizam e poupam tempo. No caso do contador de moedas, sem enganos, falhas e complicações. É o ideal para ter num escritório de uma empresa, em escolas, cafés, pastelarias, salões de jogos, bancos, cinema, serviços financeiros e de tesouraria e outros ligados a serviços públicos e privados.

Em resumo, se está ligado a qualquer trabalho de comércio ou serviços pode poupar muto tempo e problemas apenas colocando um equipamento destes no seu espaço de trabalho. As suas vantagens são inúmeras, em especial: permite realizar uma contagem rápida das moedas dividindo-as e fazendo a sua soma, conta o total das moedas, o valor total em cada tipo de moedas e a quantidade de todas as moedas.

Contem e separa no mínimo duzentas e vinte moedas por minuto, sem erro, conta e separa tudo no mesmo equipamento, permite alimentar o aparelho com quantidades entre as trezentas e quinhentas moedas de cada vez e continuar a adicionar mais moedas enquanto está a contar. Além disso o aparelho pode ser programado para separar um número de moedas predeterminado.

O seu design é bastante inovador e resistente. Os materiais de elevada qualidade, de fácil ligação e paragem automática.

Possui uma elevada funcionalidade, baixo consumo (70W), pouco peso, aproximadamente quatro kg, velocidade ultra rápida, pequena dimensão e estão todos certificados pela EU. Deste modo também possuem garantia, são fáceis de usar e de arrumar.

As suas funções práticas permitem que o contador de moedas possa estar em qualquer lugar.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Contador de moedas

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios