Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > O Egito e os Faraós

O Egito e os Faraós

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Comentários: 2
O Egito e os Faraós

A história do Egito inevitavelmente gira em torno do Rio Nilo, que é rodeado por um vale extremamente fértil e possibilitou a estabilidade do povo daquela região.
Sendo nada menos que um oásis situado à nordeste da África do Sul, o Egito fica entre o Saara e a Arábia. No verão o Rio Nilo transborda, e no inverno ele volta para seu estado normal, deixando um enorme espaço úmido e fértil, possibilitando os agricultores colherem duas vezes que o normal.

Os primeiros homens a habitarem o Egito chegaram àquela terra cerca de 6000 anos antes de cristo. Eram descendentes de Cam, de pele geralmente morena e negra. Se organizaram em clãs de família, que acabaram por se tornar nomarcas. Isso por que as pessoas tiveram uma necessidade de se juntarem para trabalhar em equipe, modificando e criando barragens, para aproveitar melhor o Nilo.

Os nomos foram mesclado-se, até que o Egito passou a ser governado por apenas um rei, o faraó. A este próximo período é dado o nome de Antigo Egito.

O Antigo Egito teve o faraó Menes como primeiro governante, em 3500 antes de cristo. Em sua dinastia o país cresceu, sendo construídas as primeiras pirâmides, usadas como túmulos dos faraós. Aproximadamente 2200 antes de cristo, o Egito foi invadido por líbios, e este período da história é chamado de Primeira Era Intermediária.

Houve muitas lutas internas, e o Egito não era mais homogêneo. Em 2100 antes de Cristo o Egito foi invadido pelos Hicsos, um povo árabe. Só em 1500 antes de cristo que o povo de Tebas conseguiu expulsá-los, conseguindo assim mais um momento de paz e prosperidade.
O último período da história marcou a queda do Egito e é chamado de Baixo Egito. Em 525 antes de cristo o império foi invadido pelos persas e mais pra frente pelos romanos. O Egito foi a província mais rica dos Romanos, e a história deles está fortemente vinculada a este país.

Para conhecer mais sobre a história do Egito é aconselhável procurar em livros ou sites específicos, uma vez que a história desta região é rica em inúmeros aspectos.


Wallace Randal

Título: O Egito e os Faraós

Autor: Wallace Randal (todos os textos)

Visitas: 0

632 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    27-08-2014 às 12:10:32

    O Egito é riquíssimo de grandes histórias para nosso estudo e civilização deste povo. Um lugar que encanta as pessoas, que sempre lutou e que ficamos muito admirados. Os faraós são grandes pessoas que nos causam tremenda curiosidade.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    17-09-2012 às 12:53:34

    O Egito sempre exerceu sobre mim um fascínio especial, ocupando um lugar bem no topo da minha lista de países a visitar quando a minha condição económica me permitir esse que é o maior dos prazeres: viajar. E receio gostar do Egito não por qualquer razão extraordinária, mas sim pelas razões que movem tanta gente a adorar esse país: o mistério das pirâmides, os segredos dos faraós e, não menos crucial, a sua importância bíblica.

    ¬ Responder

Comentários - O Egito e os Faraós

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Seguros
Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet\"Rua
Os seguros pela Internet estão a ter cada vez mais procura por parte dos consumidores, especialmente devido ao factor preço, mas também porque as pessoas começam a dominar melhor as ferramentas da Internet e a ter mais confiança nos serviços disponibilizados online.

A grande vantagem de contratar um seguro pela Internet é a possibilidade de conseguir valores muito inferiores aos que conseguiria num mediador de seguros local. Poderá conseguir reduzir o prémio do seu seguro em 50% ou ainda mais. As operadoras de seguros que actuam pela Internet não têm que pagar comissões aos correctores (intermediários) e por isso podem fazer preços mais competitivos. Além disso, poderá também fazer simulações online usando os aplicativos para esse efeito que essas empresas de seguros disponibilizam nos seus sites.

Ao trabalhar com estas empresas não terá que perder tempo em filas de espera nas agências físicas. Todas as operações podem ser efectuadas através da Internet: adesão, alteração de dados, alteração do modelo de seguro, etc., e toda a informação relativa aos seus seguros estará disponível 24 horas por dia na sua conta de cliente.

Para as pessoas que dão grande importância ao contacto pessoal na altura de contratar um serviço, as empresas de seguros pela Internet não são obviamente uma solução, e essa é uma das suas principais desvantagens.

Outra desvantagem é que no caso de haver algum problema terá que ser o próprio cliente a contactar a seguradora e a tratar de tudo que for necessário para a resolução do problema, enquanto se contratar o seus seguros através de um mediador, no caso de haver problemas apenas tem que contactar o seu mediador e será ele a tratar de tudo.

Na minha opinião, para quem percebe o mínimo de Internet e quer poupar dinheiro nos prémios dos seus seguros, obviamente que as seguradoras que actuam pela Internet e telefone (as chamadas low-cost) são sem dúvida a melhor opção.

Se por outro lado, você não domina a Internet e não gosta de se preocupar nem de tratar de papeladas, no caso de ter algum acidente, então o melhor é manter-se em contacto com as agências físicas.

Pesquisar mais textos:

Carlos Vieira

Título:Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet

Autor:Carlos Vieira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Francisco Moreira da Silva 04-10-2014 às 11:37:30

    Passados estes anos o canal de vendas de seguros pela internet tem muito pouca representatividade no nosso mercado. Tudo não passa de muita, mas muita, publicidade. É impossível reduzir o prémio de um seguro automóvel(é neste produto que estas seguradoras mais se tentam afirmar) em 50% ou ainda mais. O consumidor de seguros prefere e procura um profissional que EXPLIQUE OS SEUS SEGUROS. No pós venda são os MEDIADORES PROFISSIONAIS DE SEGUROS que melhor desempenham este importantíssimo serviço ao cliente de seguros, oferecendo níveis de serviço muito superiores ao de qualquer seguradora que venda pela internet! … e sem pagar mais por isso! … Sobre este tema haveria muito mais para falar, termino dizendo: O QUE RENDE É IR FAZER O SEGURO NUM MEDIADOR PROFISSIONAL DE SEGUROS.

    ¬ Responder
  • gil 17-06-2014 às 23:03:37

    tontarias , nao vale de nada , treta...

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    29-05-2014 às 16:28:35

    Os seguros pela internet precisam ser bem pesquisados, pois há muitas fraldes. O melhor é receber indicação de alguém que já use o serviço.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios