Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Imóveis Venda > Participe num leilão de imóveis para comprar ou vender

Participe num leilão de imóveis para comprar ou vender

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Imóveis Venda
Visitas: 15
Comentários: 1
Participe num leilão de imóveis para comprar ou vender

Um leilão de imobiliário consubstancia uma maneira rápida, pública e transparente de realizar negócios relativos à compra e venda de habitações, lojas, terrenos, escritórios e todo o tipo de imóveis. É uma forma negocial alternativa, com preços, regra geral, significativamente mais baixos do que os praticados pelo mercado, porque inclui, normalmente, bens penhorados pelos bancos por falta de pagamento dos empréstimos.
À semelhança do que acontece em leilões de outras naturezas, os imóveis entram na praça com um preço inicial, habitualmente muito convidativo, a partir do qual são efetuadas as licitações, vencendo a melhor oferta.

A compra de casas em leilão constitui uma preferência crescente, mormente numa altura em que a crise económica dita uma “poupança a quanto obrigas”. Não obstante, nestes eventos é possível adquirir residências de luxo e de sonho por quantias bastante mais acessíveis. Talvez por isso a concorrência seja cada vez maior e os valores de arrematação consideravelmente superiores aos de entrada em leilão, alguns na ordem dos 40 por cento! As vantagens de comprar num leilão imobiliário contemplam ainda a possibilidade de escolher, de um extenso conjunto de imóveis, aquele(s) que se deseja(m), assegurando, através da cobertura de outras hipotéticas ofertas, a compra desse imóvel. O valor atribuído é uma referência subjetiva e varia de acordo com a sensibilidade de cada indivíduo.

Há pessoas que resgatam mais do que um imóvel no mesmo leilão. Trata-se de investidores no setor imobiliário, gente que pretende lograr rendimentos mais simpáticos do que os relativos a depósitos bancários, certificados de aforro e outros produtos financeiros similares. Os mercados bolsistas gozam, neste momento, de um desprestígio assustador e é preferível arriscar em algo mais sólido que sugira perspetivas mais animadoras. Mesmo assim, a maioria dos inscritos em leilões de casas tem como intuito arranjar uma para seu próprio usufruto.

Qualquer pessoa pode participar num leilão, dado que estes eventos são públicos. O leiloeiro arrecada cinco por cento do valor do imóvel arrematado. Se os imóveis foram vendidos como ocupados, é o arrematante que terá de se responsabilizar pela desocupação e despesas inerentes. As dívidas de impostos ou taxas anteriores à venda serão assumidas pelo Banco. Caso não seja assim, a informação constará do edital do leilão.

A data, a hora e o local dos leilões são, por norma, publicados nos meios de comunicação social, com uma antecedência próxima de um mês à respetiva realização. É tempo suficiente para organizar a agenda… e a conta bancária, não acha?


Maria Bijóias

Título: Participe num leilão de imóveis para comprar ou vender

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 15

784 

Imagem por: mach3

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    06-05-2014 às 17:45:17

    Há muitos tipos de leilões. Até mesmo, leilões de passagens aéreas o que oferece muito mais economia. Já os leilões de imóveis é uma boa oportunidade de compra quando atingem o preço que buscamos. É preciso avaliar em todos os ângulos.

    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Participe num leilão de imóveis para comprar ou vender

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Imagem por: mach3

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios