Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Máquinas > Radiadores para Aquecer

Radiadores para Aquecer

Categoria: Máquinas
Comentários: 1
Radiadores para Aquecer

E quando o frio se instala? Tem lareira? Negativo? Então só pode adquirir um aparelho que vai não só fazê-lo esquecer o frio, mas aquecê-lo bem depressa e de forma bastante confortável.

Casa Portuguesa sem radiador para aquecer o Inverno rigoroso e friorento, não é sequer uma casa. Um radiador é quase como um terço em casa de católico.

Os radiadores podem ser variados. Quando o assunto são radiadores as perguntas podem ser as mais variadas, por exemplo de quais radiadores se estão a falar!

Há uns anos atrás estávamos habituados (e na realidade ainda estamos) a ver em todas as casas os radiadores a óleo. Demoravam a aquecer e o calor só era possível de sentir na assoalhada em que o aparelho se encontrava. Muito pouco estéticos, são ainda bastante utilizados e a sua comercialização dá-se nas mais variadas lojas de electrodomésticos. Em qualquer lugar de venda de electrodomésticos se encontram estes aparelhos.

Apesar do valor de venda ser acessível à maior parte das carteiras Portuguesas, a verdade é que o consumo energético destes aparelhos pode ser muito grande. Desengane-se na classificação energética que se consegue vislumbrar nos aparelhos, pois basta chegar a casa e tentar ligar um radiador a óleo ao mesmo tempo que liga o forno ou a placa eléctrica. Demasiada voltagem e o disjuntor vai “abaixo”. Se a ideia é usar um radiador a óleo, saiba que poderá estar perante um aparelho que de certa forma o limita no calor.

No entanto, um radiador de parede a funcionar através de um painel solar pode ser um verdadeiro sonho. Apesar de estar sujeito a valores de compra bastante dispendiosos, a sua utilização é bastante barata e não corre riscos de ter de controlar o uso de outros electrodomésticos ao mesmo tempo.

Em primeiro lugar é necessário ter um painel solar, que como é do conhecimento comum, é o mais ecológico possível e ainda traz benefícios fiscais.

De seguida a compra e instalação dos radiadores de parede devem ser feitos através de especialistas. Tenha em especial atenção que a instalação destes radiadores por uma empresa, obriga a técnicos especializados e creditados por entidade reguladora.

Com estes hiper estéticos radiadores de parede, poderá obter aquecimento em toda a casa ao mesmo tempo e o melhor é que poderá cronometrar quando se liga e desliga. Imagine que chega a casa pelas 19 horas e o aquecimento se ligou sozinho pelas 18? O seu “castelo” vai estar quentinho à sua espera na hora de voltar para casa. Decida-se agora pelo melhor e claro, tenha atenção ao mais ecológico.


Carla Horta

Título: Radiadores para Aquecer

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

791 

Imagem por: Manchester Library

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Paulo RochaPaulo Rocha

    14-09-2010 às 13:48:28

    Boa tarde,pretendo instalar radiadores para aquecimento em casa, tenho a pré-instalação de aquecimento central (tubagem em cobre) e gostaria de saber mais sobre este sistema que funciona com paineis solares. agradeço resposta para [email protected]
    Obrigado

    ¬ Responder

Comentários - Radiadores para Aquecer

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: Manchester Library

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios