Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Máquinas > Evolução de relógios de pulso

Evolução de relógios de pulso

Categoria: Máquinas
Visitas: 20
Evolução de relógios de pulso

Os relógios de pulso são hoje muito populares e quase nunguém passa sem o seu uso. No entanto desde há seicentos anos que eles têm vindo a sofrer, de uma grande evolução.

A sua história começa no século XVI, altura em que surgiram os primeiros relógios que eram impelidos por uma mola motriz. Esta peça de metal enrolada em volta de um eixo, bastava para assegurar a energia cinética.

Os primeiros relógios eram apenas relógios de bolso que tinham uma corrente, mas que tinham únicamente o ponteiro das horas. Por isso não eram bastante precisos, o que fazia com que se atrasassem nas horas, várias horas ao dia.

Masmo assim eram vistos como um símbolo de estatuto, para quem os usava.

Mais tarde tornaram-se mais populares e acessíveis a muito mais gente. Foi contudo, com a invenção da mola de balanço, que conferiu ao relógio um ritmo muito mais resistente a certas perturbações e passou a ter os ponteiros dos minutos.

Em face deste acontecimento, a margem de erro das horas baixou muito, para cerca de dez minutos por dia.

Assim, os relógios passaram a ser usados para uma comunicação científica mais precisa e cada vez mais aperfeiçoados.

Apesar dos avanços que os tornava mais perfeitos, foi só no século XX que se tornaram mais populares, em virtude do rolamento de jóias que aumentaram a sua duração. Os anteriores eram de latão e não ofereciam a mesma resistência das jóias.

Quem tornou os relógis mais baratos e usados por todos, foi Auguste Verneuil, que inventou as jóias sintéticas, muito mais baratas.

A maior popularidade dos relógios verificou-se em 1950, devido á chegada dos primeiros relógios eletrónicos, que incluía um volante eletromagnético ou um minúsculo diapasão que vibra a uma frequência constante.

No entanto a sua evolução não parou por aqui, até que surgem os modelos de quartzo moderno, hoje tão utilizados.

Os relógios de pulso seguem as tendências da moda como qualquer objeto pessoal, e nem sempre foram vistos como itens em voga.

Na verdade os relógios de pulso foram desconhecidos até ao século XIX, sendo os de bolso muito mais antigos.

Os relógios de bolso eram considerados símbolos de masciulinidade, ao paçoo que os de pulso eram tidos como femininos.

Este conceito só mudou quando os soldados descobriram que os de pulso eram mais práticos e acesíveis.

Foi deste modo, a partir da I Guerra Mundial, que os relógios de pulso começaram a entrar nas massas.

O seu design foi cada vez mais aperfeiçoado, e surgiram empresas de grandes marcas de relógios.
Atualmente são instrumentos de grande precisão, muito populares e com preços para todosm os bolsos.

Há quem os veja ainda como uma tendência da moda, embora quase todos os usem, de diferentes marcas e modelos.


Pedro gil Ferreira

Título: Evolução de relógios de pulso

Autor: Pedro gil Ferreira (todos os textos)

Visitas: 20

770 

Comentários - Evolução de relógios de pulso

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.