Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Máquinas > No sector dos moldes

No sector dos moldes

Categoria: Máquinas
No sector dos moldes

Moldar, modelar, dar forma a, contornar, adaptar, conformar, acomodar, entre outros, são termos que definem e materializam o sector dos moldes. Em alguns casos, a sua história teve na génese a evolução de indústrias paralelas, como a do vidro.

Com ou sem vidros partidos, pode dizer-se que as crianças são especialistas nesta arte dos ajustes.

De contrário, não fingiriam moldar-se à vontade dos pais ou demais educadores quando pretendem ganhar-lhes a confiança com vista a um propósito, digamos, particular.

Por outro lado, as birras mais não são do que uma tentativa de preencher o molde dos seus caprichos com a matéria-prima da anuência dos adultos, a fim de obter determinado (s) objectivo (s).

Os moldes são amplamente utilizados no âmbito do artesanato criativo e na chamada industrialização do menor esforço, assumindo a baquelite um papel preponderante neste contexto.

Sendo uma das fontes incontestáveis de inspiração a Natureza, que, justiça seja feita, é genial, podem criar-se moldes de forma a resolver necessidades e contingências de toda a ordem. Bem, quase toda.

É que construir o molde do par ideal, com formas absolutamente perfeitas, no interior e no exterior, ainda não constitui problema que a indústria possa solucionar…

E depois, se assim fosse, para dar resposta a todas as exigências, teria de haver moldes XXXXL e outros tão pequenos que até custariam a encher por falta de substância. Seria assim uma espécie de personalidade concentrada, à semelhança do leite condensado…


Rua Direita

Título: No sector dos moldes

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

763 

Imagem por: alex.lines

Comentários - No sector dos moldes

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!

Ler próximo texto...

Tema: Utilidades Domésticas
Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!\"Rua
O seguro desemprego é instituído pela Lei Nº 7.998, de 11 de janeiro de 1990 e que tem por finalidade prover a assistência financeira temporária ao trabalhador desempregado sem justa causa. Foi sancionado pelo presidente da República do Brasil e também é regido pela Consolidação das Leis Trabalhistas – CLT.

Este benefício é concedido a todo e qualquer trabalhador que foi dispensado apenas em regime de sem justa causa ou quando houver acordo judicial e o juiz autorizar o pagamento devido ao ex-trabalhador da empresa.

Sua duração é de 3(três) a 5(meses) de forma contínua e dependerá do tempo em que ficou empregado. O valor mensal é calculado conforme o que o trabalhador ganhava durante o período em que estava empregado.

Essa assistência financeira e temporária tem algumas regras, por isso, é muito importante conhecê-la antes mesmo de solicitá-la nos órgãos responsáveis.

Para ter direito ao benefício:


- Precisa ter a carteira devidamente assinada da empresa;
- Ter trabalhado durante 6 meses na empresa (no mínimo);
- Não ter recebido esse benefício no período de 16(dezesseis) meses ininterruptos;
- Ter sido dispensado sem justa causa.

Quem tem direito ao benefício:


- Os trabalhadores demitidos sem justa causa;
- O pescador artesanal; e
- O empregado doméstico, desde que o empregador esteja recolhendo o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS).

Como solicitar – Passo a passo:


1) Dirija-se à qualquer Caixa Econômica Federal ou ao M.T.E (Ministério do Trabalho e Emprego) da sua cidade munidos dos seguintes documentos:
- Rescisão contratual, carteira de trabalho devidamente dado baixa com a data de saída e assinada e carimbada pela empresa, as duas vias do seguro desemprego preenchido e fornecido pela empresa, cartão do PIS/PASEP ou o cartão cidadão, extrato do recebimento do pagamento do FGTS, comprovante de residência e os últimos 3 (três) contra-cheques;
2) Entregue todos esses documentos ao atendente. Eles vão fornecer o protocolo de entrada do seguro desemprego, vão lhe dizer quantas parcelas você tem direito e a data que você receberá a primeira (30 dias).

Bem, apenas isso e agora é só esperar para o recebimento do pagamento das parcelas. Para consultar, acesse este link: http://granulito.mte.gov.br/sdweb/consulta.jsf
Digite com seu número de PIS/PASEP e logo abaixo com o código no visor e clique em consultar. Vai abrir outra tela com as informações das parcelas.

Pesquisar mais textos:

Briana Alves

Título:Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!

Autor:Briana Alves(todos os textos)

Imagem por: alex.lines

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios