Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Automóveis > Conduzo, logo híbrido

Conduzo, logo híbrido

Categoria: Automóveis
Comentários: 1

O motor a gasolina e a diesel são considerados como dos inventos mais importantes da história industrial – correcto! Sem eles não teria havido o avanço tecnológico da actualidade – mas há também o reverso da medalha.

A maior dos nossos transportes utiliza combustíveis fósseis: gasolina, gasóleo, querosene ou carvão – todos eles produzem muita energia mas também libertam uma quantidade assustadora de dióxido de carbono, que acaba por poluir a nossa atmosfera.

É aqui que aparecem os carros híbridos, assim chamados por utilizar uma fonte de propulsão suplementar – a eléctrica, através do recurso de um motor eléctrico suplementar ao tradicional motor de gasolina ou gasóleo e o hidrogénio, também denominado de híbrido a água, que recorre do hidrogénio extraído da água e o adiciona a misturador de combustível e ar do motor. Destas duas, a segunda forma é a mais económica e permite que qualquer automóvel convencional seja convertido de forma simples.

Qualquer um destes híbridos reduz a emissão de dióxido de carbono, poupando o meio-ambiente e causando menos aquecimento global. Aqui também entra o factor saúde, pois como emitem menos gases poluentes não contribuem para as doenças respiratórias e se todos os carros duma cidade fossem híbridos, o smog reduzir-se-ia consideravelmente.

Outra maleita que seria drasticamente reduzida seria a poluição sonora, que no caso dos híbridos eléctricos é total pois os motores eléctricos são inteiramente silenciosos.

Por último e atendendo a conjuntura mundial do momento, os carros híbridos fazem muitos mais quilómetros por litro.

Talvez esteja na hora de obter informação mais precisa junto do seu stand automóvel credenciado.


Rua Direita

Título: Conduzo, logo híbrido

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

606 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    17-06-2014 às 06:17:28

    Adorei seu texto.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Conduzo, logo híbrido

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!

Ler próximo texto...

Tema: Utilidades Domésticas
Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!\"Rua
O seguro desemprego é instituído pela Lei Nº 7.998, de 11 de janeiro de 1990 e que tem por finalidade prover a assistência financeira temporária ao trabalhador desempregado sem justa causa. Foi sancionado pelo presidente da República do Brasil e também é regido pela Consolidação das Leis Trabalhistas – CLT.

Este benefício é concedido a todo e qualquer trabalhador que foi dispensado apenas em regime de sem justa causa ou quando houver acordo judicial e o juiz autorizar o pagamento devido ao ex-trabalhador da empresa.

Sua duração é de 3(três) a 5(meses) de forma contínua e dependerá do tempo em que ficou empregado. O valor mensal é calculado conforme o que o trabalhador ganhava durante o período em que estava empregado.

Essa assistência financeira e temporária tem algumas regras, por isso, é muito importante conhecê-la antes mesmo de solicitá-la nos órgãos responsáveis.

Para ter direito ao benefício:


- Precisa ter a carteira devidamente assinada da empresa;
- Ter trabalhado durante 6 meses na empresa (no mínimo);
- Não ter recebido esse benefício no período de 16(dezesseis) meses ininterruptos;
- Ter sido dispensado sem justa causa.

Quem tem direito ao benefício:


- Os trabalhadores demitidos sem justa causa;
- O pescador artesanal; e
- O empregado doméstico, desde que o empregador esteja recolhendo o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS).

Como solicitar – Passo a passo:


1) Dirija-se à qualquer Caixa Econômica Federal ou ao M.T.E (Ministério do Trabalho e Emprego) da sua cidade munidos dos seguintes documentos:
- Rescisão contratual, carteira de trabalho devidamente dado baixa com a data de saída e assinada e carimbada pela empresa, as duas vias do seguro desemprego preenchido e fornecido pela empresa, cartão do PIS/PASEP ou o cartão cidadão, extrato do recebimento do pagamento do FGTS, comprovante de residência e os últimos 3 (três) contra-cheques;
2) Entregue todos esses documentos ao atendente. Eles vão fornecer o protocolo de entrada do seguro desemprego, vão lhe dizer quantas parcelas você tem direito e a data que você receberá a primeira (30 dias).

Bem, apenas isso e agora é só esperar para o recebimento do pagamento das parcelas. Para consultar, acesse este link: http://granulito.mte.gov.br/sdweb/consulta.jsf
Digite com seu número de PIS/PASEP e logo abaixo com o código no visor e clique em consultar. Vai abrir outra tela com as informações das parcelas.

Pesquisar mais textos:

Briana Alves

Título:Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!

Autor:Briana Alves(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios