Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Automóveis > Novo Ford Fiesta Chega a Portugal

Novo Ford Fiesta Chega a Portugal

Categoria: Automóveis
Comentários: 2
Novo Ford Fiesta Chega a Portugal

Lisboa, 9 de Outubro de 2008 – É já no próximo dia 16 de Outubro que a Ford Lusitana e a sua Rede de Concessionários irão lançar em Portugal um dos mais aguardados automóveis do momento, o novo Ford Fiesta. A nova gama irá exibir preços muito competitivos, que se inicia nos € 14.070*, num conjunto de valores em linha com as versões equivalentes da geração que agora substitui e que se mostram referenciais dentro do segmento, antecipando aquele que será um verdadeiro sucesso de vendas."O Ford Fiesta completa, no presente mês de Outubro, 24 anos de presença em Portugal, pelo que nada melhor do que começar a escrever um novo capítulo de uma história recheada de sucessos, com aquela que é a sexta geração do modelo", refere Santiago Sainz, Director de Vendas e Marketing, Ford Lusitana.

"O Ford Fiesta foi desde sempre e continua a ser um dos automóveis mais emblemáticos e importantes do nosso 'line-up' de modelos, nomeadamente no mercado nacional, em que o segmento B tem um peso significativo". Depois de uma primeira apresentação na FIL, em Abril último, e de um pré-lançamento feito com o patrocínio à 70ª edição da 'Volta a Portugal em Bicicleta', o novo Fiesta começou a ser divulgado através do programa 'Ícones', uma iniciativa inédita sob a forma de um reality show online com a chancela da Ford. "Agora chegou a altura de dar acesso directo ao público àquele que consideramos ser o automóvel mais aguardado do momento, disponibilizando o novo Ford Fiesta aos nossos actuais e futuros clientes", acrescentou aquele responsável.Num período em que o mercado nacional, por inerência da actual conjuntura económica, está a crescer no segmento B, o novo Fiesta será, naturalmente, um dos seus principais protagonistas. Pretende-se que as vendas da nova geração do modelo acumulem às mais de 240.000 unidades já comercializadas em Portugal desde o seu lançamento original. Fiesta: uma gama apaixonanteFruto da exponenciação da liguagem kinetic design transposta do protótipo Ford Verve para o praticamente idêntico modelo de produção, o Ford Fiesta é um automóvel que deslumbra logo ao primeiro impacto. As suas linhas exteriores e interiores remetem as sensações para automóveis de segmentos superiores, nomeadamente ao nível dos profusos conteúdos tecnológicos, de segurança e de apoio à condução. "No processo de desenvolvimento da nova geração Fiesta acrescentámos emoção ao modelo, conjugando-a com o forte apelo racional em termos de decisão de compra inerente à geração que substitui. Isto é algo que se traduz perfeitamente nas linhas exteriores e interiores de inspiração na filosofia 'kinetic design' e na relação preço/equipamento", refere Santiago Sainz. "Mas não só! Para que o novo Fiesta conquistasse os corações dos nossos clientes, como que explorando a motivação de cada um em torno das emoções, tornámo-nos especialistas em saber porque é que as pessoas se apaixonam", acrescenta.É esta uma das razões principais para a Ford ter dedicado tanto do seu tempo e esforço em compreender as emoções das pessoas ao nível da temática do amor, um processo de que, em breve, se conhecerá os seus resultados ao nível do inquérito que se realizou no nosso país.Entretanto, o novo Ford Fiesta já começou a conquistar os corações dos portugueses que agora irão ter acesso ao modelo. O lançamento no nosso mercado far-se-á através de dois níveis de equipamento – Trend e Titanium – e de quatro motorizações, sendo duas a gasolina – Duratec 1.25i de 82cv e Duratec 1.4i de 96 cv (com caixa automática Durashift de quatro velocidades) – e outras tantas turbodiesel commonrail - Duratorq 1.4TDCi de 68 cv e Duratorq 1.6TDCi de 90 cv e filtro de partículas diesel (DPF).Do equipamento de série comum a toda a nova gama Fiesta destacam-se o sistema de ar condicionado, o novo airbag de joelhos para o condutor, que incrementa os níveis de segurança a bordo (complementando os tradicionais airbags para condutor, passageiro e laterais), e também o muito aplaudido sistema de abastecimento Ford EasyFuel, que previne erros de abastecimento de combustível. Todos eles equipamentos normalmente disponíveis de série em modelos de segmentos superiores.Em complemento, o novo Ford Fiesta Trend inclui também, de série, sistema áudio CD/MP3, ABS com EBD, luzes follow-me-home, espelhos eléctricos na cor da carroçaria, vidros dianteiros eléctricos e fecho central de portas com comando à distância. Os motores deste nível serão o Duratec 1.25i e o Duratorq 1.4TDCi.Os conteúdos do Fiesta Titanium acrescem àquele equipamento, entre outros, elementos como o sistema de ar condicionado automático com controlo electrónico da temperatura, computador de bordo, volante desportivo de três raios em couro, jantes de liga leve de 15 polegadas e 12 raios, faróis de nevoeiro e iluminação ambiente em vermelho, para além da inclusão de cromados e acabamentos vários, exteriores e interiores. No domínio mecânico, este nível de equipamento disponibiliza todas as motorizações.Note-se que, à semelhança de outros lançamentos do passado recente, a Ford Lusitana e a sua Rede de Concessionários vão dotar as primeiras unidades do novo Ford Fiesta com equipamento adicional sem que este seja cobrado ao cliente. Nesse bónus de lançamento incluem-se as jantes de liga leve de 15 polegadas e faróis de nevoeiro para os Fiesta Trend e vidros eléctricos atrás e sistema Bluetooth com Controlo por Voz (V2C) em Português para os Fiesta Titanium.O modelo estará disponível no mercado com um total de 18 cores, sendo três delas sólidas. Entre as 15 cores metalizadas destaquem-se os novos tons Cedar (verde azulado), Squeeze (verde claro), Spa (creme), Morello (amora) e o muito atractivo Hot Magenta (rosa escuro). Note-se que esta última foi a cor de lançamento do protótipo Verve, que deu origem ao novo Ford Fiesta.Fiesta ECOnetic em 2009 com emissões referenciaisNo início de 2009, a gama Fiesta irá ver-se alagada com a introdução de dois novos derivativos – Sport e ECOnetic – qualquer deles recorrendo ao motor Duratorq 1.6TDCi de 90 cv. Tratam-se de dois conceitos diametralmente opostos (um mais desportivo e outro mais ecológico) mas onde os níveis de emissões são uma agradável vantagem. Aliás, neste domínio, a gama Fiesta pode orgulhar-se de comportar os derivativos com alguns dos mais baixos níveis poluentes da classe. O principal destaque vai mesmo para a variante Fiesta 1.6TDCi ECOnetic, com níveis de emissões de 98 g/km, naquele que é o mais baixo registo do seu segmento e o segundo mais baixo de todo o leque de propostas de automóveis de passageiros em comercialização em Portugal. Também em termos de consumos o recalibrado bloco Duratorq 1.6TDCi, dotado de filtro de partículas diesel (DPF), apresenta-se muito furgal, com valores combinados de 3,7 litros aos 100 km. Refira-se, em complemento, que as motorizações turbodiesel commonrail Duratorq 1.4TDCi e Duratorq 1.6TDCi já exibem, na gama tradicional, um excelente valor de emissões de 110 g/km, registo muito competitivo face à concorrência do segmento.Preços a partir dos € 14.070*Tal como referido em comunicações anteriores, a gama Fiesta irá contar com valores de comercialização abaixo dos € 20.000. A versão mais completa da nova gama da Ford para o segmento B – o Fiesta 1.6TDCi Titanium 5p – irá custar € 19.230*, definindo-se o limite inferior da tabela de preços da gama com os € 14.070* a praticar para o Fiesta 1.25i Trend 3p. "Vamos, portanto, manter praticamente inalterados os preços versus a actual geração que o novo Fiesta agora substitui, com acréscimos significativos em termos de motores e conteúdos, numa acção que demonstra o nosso compromisso no lançamento deste modelo e que vai claramente ao encontro das expectativas dos nossos actuais e futuros clientes", refere Santiago Sainz, antecipando que "o sucesso do novo Ford Fiesta no nosso mercado será inegável, em linha com uma tradição do passado, agora reforçada com elementos marcantes do kinetic design do presente, delineados para assegurar o futuro".Para o cliente a Ford tornou a contabilidade ainda mais simples, ao estabelecer vários diferenciais de preços entre as várias propostas: • de € 450 entre as variantes de 3 e 5 portas do novo Ford Fiesta;• de € 590 entre as variantes Trend e Titanium com a mesma motorização;• de € 1.245 entre os derivativos equipados com os dois blocos turbodiesel 1.4TDCi e 1.6TDCi• de € 2.875 entre o derivativo equipado com o motor 1.25i a gasolina e o que conta com o bloco turbodiesel commonrail 1.4TDCi.

História do Fiesta em Portugal começou em 1984Por falar em tradição e história, recordamos que a comercialização oficial do Ford Fiesta em Portugal só teve início em Outubro de 1984, devido à política de contingentação às importações que então se praticava no nosso país (e que durou até 1 de Janeiro de 1988), de um modelo que já havia sido lançado na Europa oito anos antes, em 1976. Os primeiros Fiesta vendidos no nosso país foram, por isso, da segunda geração do modelo, respeitando a 30 unidades da versão 1.6 XR2, sendo que dois meses depois entravam no então off-shore da Madeira 12 unidades de uma variante com motor 1.1. As estatísticas de vendas de 1984 terminava com 175 unidades Fiesta comercializadas em Portugal. Seguiram-se mais três anos de alguma contigentação nas importações até que se chegava à contabilidade de 1988, o primeiro ano de comércio livre, com um volume de 8.874 unidades, já bem mais em linha com os pergaminhos que o modelo perseguia no resto da Europa. Nos anos seguintes ultrapassou-se a fasquia das 10.000 unidades até se chegar a 1992, o melhor ano de vendas Fiesta de sempre (22.890 unidades) em Portugal, seguindo-se neste pódio os anos de 1993 (20.807) e 1997 (18.457). A 16 de Outubro próximo iniciar-se-á um novo capítulo nesta história, com o lançamento daquela que é a sexta geração do Ford Fiesta (a quinta em Portugal). Rumo às 250.000 unidades, uma fasquia que se pretende ultrapassar muito em breve.Nesse mesmo fim-de-semana, na noite de 18 de Outubro, tem lugar a finalíssima do 'Ícones', o primeiro reality show virtual que a Ford implementou como um dos programas de pré-lançamento do novo Ford Fiesta. O evento decorre a partir das 22h00 no Budha Bar, em Lisboa, local onde os cinco finalistas terão de concentrar o maior número de unidades do Ford Fiesta, independentemente da geração, naquele que foi o derradeiro desafio que lhes foi dado. Recorde-se que o vencedor desta iniciativa contará com um Ford Fiesta dos novos no seu leque final de prémios.
Mais informações e fotos disponíveis
no 'site' de imprensa da Ford Motor Company na Internet em http://media.ford.com

Ford Motor Company

Título: Novo Ford Fiesta Chega a Portugal

Autor: Ford Motor Company (todos os textos)

Visitas: 0

645 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    17-06-2014 às 04:53:42

    Os carros da Ford são lindos. O Ford Fiesta é perfeito, muito bom!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Mª Odete CarvalhoMª Odete Carvalho

    13-01-2010 às 12:53:11

    Tenho um fiesta com 13 anos a gasolina e estou interessada em troca-lo pelo novo fiesta tambem a gasolina, com 3 portas e sem extras. Tenho algumas reduções de preço? Qual o preço final co carro

    ¬ Responder

Comentários - Novo Ford Fiesta Chega a Portugal

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios