Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Automóveis > Vá de carrinho!

Vá de carrinho!

Categoria: Automóveis
Visitas: 6
Comentários: 2
Vá de carrinho!

Os automóveis, tal como os conhecemos hoje (bem, um pouco mais lentos, feios, barulhentos e desengonçados) apareceram no mercado nos primeiros anos do século XX. Dotados de um espantoso mecanismo, permitiam percorrer distâncias substancialmente superiores, com menor cansaço e uma rapidez impensável para a época. Henry Ford assinou o protótipo pioneiro e deu nome à primeira marca a comercializar o extraordinário invento. Ficaria para sempre na História dos transportes motorizados e o seu arquétipo no topo da “árvore genealógica” da Ford. Efectivamente, a grande descoberta foi sua; os progressos a posteriori foram já composições e raciocínios que tiveram por base a sua genialidade.

O sucesso deste projecto foi tal que não se consegue, hoje, conceber a vida quotidiana sem o recurso ao automóvel e “derivados”. Há lares onde cada membro possui viatura própria. A não ser por necessidade extrema, exageros desta natureza não favorecem rigorosamente nada, nem o convívio familiar, nem o ambiente, que sofre com a emissão dos gases do escape e com a substituição das peças que, entretanto, se vão desgastando. Na verdade, tanto a produção de novos acessórios quanto o depósito dos usados em lixeiras e aterros prejudicam gravemente o ar que todos respiramos.

Quem deve, não só respirar, mas aspirar graxa são os mecânicos. Sujeitos com um grau de “lata” e desfaçatez semelhante ao dos taxistas, levam “couro e cabelo” por qualquer pequeno arranjo que realizem, real ou “fabricado”. Sim, porque não se pode confiar em tudo o que esta classe de “graxistas” apresenta como diagnóstico final.
Aliás, o cúmulo de um mecânico é, precisamente, não ter freio na língua…

Seja como for, nos últimos anos, o parque automóvel tem aumentado exponencialmente e, a certas horas, em determinados locais, há mais carros do que estrada! Similarmente, muitas vezes, tem de se deixar o veículo longe do sítio para onde se vai, por não haver mais espaço. Na realidade, a polícia poderia passar dias inteiros a escrever notas de multa, porque se vêem estacionamentos em todos os buraquinhos, direcções, paragens de autocarro, portas de garagem, … Até há quem diga que a Lua dá voltas e voltas à Terra por não encontrar lugar para estacionar!...

Imobilizado fica um indivíduo quando a mulher lhe pede, como singelo presente, um rádio, especificando que quer um daqueles que traz um carro!... Será que, na verdade, aos ladrões de automóveis só interessa a grafonola e apenas levam o resto por engano?... Estão pior do que aqueles que tentam, a todo o custo, abrir com a sua chave uma viatura alheia que aparenta ser “siamesa” da sua…



Maria Bijóias

Título: Vá de carrinho!

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 6

606 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    17-06-2014 às 04:24:21

    Vamos que vamos de carrinho. Muito bom seu texto, meus parabéns!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoToino

    17-03-2009 às 10:15:48

    Gostei muito da escrita e da foto. Maravilha e acelera...

    ¬ Responder

Comentários - Vá de carrinho!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Saiba como fazer divulgação a partir de casa e tenha sucesso

Ler próximo texto...

Tema: Publicidade
Saiba como fazer divulgação a partir de casa e tenha sucesso\"Rua
Para todos os tipos de negócios, produtos ou serviços, se pretende obter resultados é fundamental divulgar. Não adianta ficar preso a ideia de que o seu trabalho é bom se ninguém sabe que ele existe. Seria como ter uma biblioteca contendo todo o tipo de informação sobre os mais variados temas no fundo do mar, ou no meio de uma floresta desconhecida. Afinal, o que faria com tanta informação se não tem acesso a ela?

Vamos entender o seguinte; quanto maior o número de pessoas receberem diariamente informação sobre o negócio em questão, maior a possibilidade de retorno, mesmo que seja de 1% ou menos. O mais importante é se fazer presente e não perder o foco, o que significa que, mesmo o retorno parecendo ser relativamente pequeno, sem nenhuma divulgação, seria um fracasso.

Dicas para fazer divulgação:

Primeiro é preciso determinar quais os veículos irá utilizar como ferramenta de marketing, depois, quanto tempo irá empregar nessa tarefa e criar um script (texto) de abordagem e apresentação que seja atraente, porém não muito extenso.

Com a oportunidade que a internet nos dá atualmente, é o meio de divulgação mais rápido, barato e prático que se pode ter, porém, não se empolgue muito. É preciso seguir alguns passos para que de fato dê certo. Usar a internet como mecanismo para divulgar, não é ficar atirando para todos os lados sem seguir uma estratégia que funcione como porta de atração.

Então, comece criando um site ou blog e contrate um serviço de hospedagem, os sites grátis têm extensão do fornecedor, o que pode tirar a característica de algo profissional, mas lembre-se de registrar um domínio, há muitos serviços de hospedagem com preço baixo.

Faça inscrição nas principais redes sociais e atualize todos os dias, é uma ótima ferramenta.
~
Crie anúncios e insira nos sites de classificados, como por exemplo, aqui no Rua Direita, que é grátis e tem grande número de visitações diárias.
Prepare uma campanha de incentivo usando o YouTube, com um vídeo explicativo de no máximo 2 minutos. O mais importante aqui é despertar o interesse para que visitem o site.

Faça uma lista de todos os seus contatos e envie informativo por e-mail, mas cuidado para não praticar spam, ou seja; enviar para quem não conhece ou não lhe autorizou. Telefone para os amigos e familiares e conte as novidades sobre o trabalho com simpatia e entusiasmo. Peça a eles indicação para que possa também falar com os contatos deles e o principal; acredite no sucesso, se empenhe com seriedade e determinação.

Pesquisar mais textos:

*lss Cabelos *

Título:Saiba como fazer divulgação a partir de casa e tenha sucesso

Autor:*lss Cabelos *(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios