Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Dicas de negócio

Dicas de negócio

Categoria: Empresariais
Comentários: 1
Dicas de negócio

Actualmente a atitude mais razoável para se ser bem sucedido é estabelecer o seu próprio negócio. Para o conseguir, tenha em conta as seguintes dicas:

• Estude as tendências de mercado na economia a fim de determinar se o seu negócio irá gerar muito lucro no futuro
• Tenha um produto único e sólido e com imensa demanda; não vale a pena comercializar um produto se sabe que não será muito adquirido
• Tenha a certeza de que a empresa tem bases bem sólidas
• O marketing multinível, embora por vezes duvidoso, é das maneiras mais fáceis de iniciar o seu próprio negócio. Não tem de investir muito e, se o produto tiver sucesso, os lucros serão massivos
• Certifique-se que o plano de compensação é vantajoso; não vai querer investir o seu tempo em algo que só lhe trará prejuízo
• O crescimento do negócio irá depender directamente do seu esforço e dedicação, por isso nunca se descuide
• Acima de tudo, seja muito, muito paciente; os negócios levam o seu tempo a desenvolver-se

Mais importante que ter um negócio de valor, é nunca desistir dele. Se apostar todo o seu esforço nele, de certeza que, mais cedo ou mais tarde, começa a dar frutos e a tornar-se no ser o melhor ganha-pão.

Ao procurar emprego online, uma das ofertas mais comuns será a de telemarketing. Muito não quererão fazê-lo devido aos baixos rendimentos que se obtém. Contudo, esses mesmos rendimentos só são baixos num regime inicial. A verdade é que, dependendo do quanto vende e da quantidade de horas que trabalha, pode ganhar muito mais do que imagina
Esta actividade pode ser feita tanto em casa como em call-centres, embora com as devidas diferenças.
Se estiver num call-centre, estará a trabalhar sob contrato, com um horário previamente estipulado e um ordenado base, o qual geralmente é bastante reduzido. Claro que isto depende da companhia, há quem pague imenso a cada empregado logo desde o início.
Ao trabalhar em casa, não terá horários nem ordenado base; todos os seus ganhos dependerão somente das vendas que efectuar. Se for um bom vendedor, esta é uma opção vantajosa para si. Se possível, tente conciliar com um emprego que já tenha de momento para que não haja prejuízos.
O próprio procedimento para trabalhar é bastante simples; geralmente nem tem de ter muita experiência no ramo, apenas vontade e determinação.
Se acha que tem estofo para ser bem sucedido em telemarketing, simplesmente procure nos vários classificados e rapidamente encontrará quem o ajude nessa tarefa.

Jerónimo Diogo Magalhães

Título: Dicas de negócio

Autor: Jerónimo Diogo Magalhães (todos os textos)

Visitas: 0

615 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    02-07-2014 às 18:49:44

    Os negócios na internet, seja vendas, sites, blogs, estão fazendo muito sucesso em todos os sentidos! Procurar um nicho que mais está sendo procurado pelas pessoas é uma dádiva de sucesso.

    ¬ Responder

Comentários - Dicas de negócio

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios