Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Dicas de como trabalhar com mídias sociais

Dicas de como trabalhar com mídias sociais

Categoria: Empresariais
Comentários: 1
Dicas de como trabalhar com mídias sociais

Atualmente, os trabalhos que envolvem a internet estão crescendo cada vez mais e rápido, principalmente com relação às mídias sociais. Um exemplo disso é os Estados Unidos, que oferecem aproximadamente 30 mil vagas para todos os interessados em atuar na área. Mas, para se adequar a esse tipo de emprego, você precisa conhecer algumas dicas importantes. Então, confira algumas dicas de como trabalhar com mídias sociais.

1 – Quantifique suas experiências nas redes sociais das empresas:
Como muitas pessoas já sabem, é fundamental procurar obter informações sobre a companhia na qual se deseja trabalhar para se distinguir dos outros concorrentes na entrevista de emprego. E, quando o assunto é mídias sociais, saiba que o método é o mesmo, entretanto, é preciso se mostrar interessado e ativo nas ferramentas sociais da empresa. Vários recrutadores perguntam qual foi a importância das redes sociais em suas experiências profissionais.

Depois de se preparar para isso, qual o próximo passo para conseguir um emprego? Procure quantificar o efeito que as redes sociais causaram em sua última experiência de trabalho. Para isso, você pode usar o currículo ou sua carta de apresentação para especificar algumas informações sobre suas participações nessas mídias.

2 – Prepare o caminho para ser bem visto na web:
Segundo uma consultora de mídias sociais americana, Amy Porterfield, o primeiro lugar em que as firmas irão buscar dados sobre seus candidatos é na internet. Isso se comprova, pois 69% das companhias já rejeitaram candidatos devido a redes sociais, e 47% dos entrevistadores já fizeram pesquisas sobre os entrevistados nas redes em que estão cadastrados.

Portanto, procure otimizar todas as suas contas em redes sociais, como por exemplo, no Facebook, LinkedIn, Twitter e outros. Além disso, não se esqueça de adicionar todas elas em seu currículo. Outro fator importante é demonstrar sua participação nas mídias sociais, como por exemplo, manter um blog atualizado, ter um canal no Youtube, etc. Estes foram apenas alguns exemplos de como você pode demonstrar que está inteirado com as mídias sociais.

3 – Faça cursos online:
Para melhorar sua qualificação profissional, tente se matricular em programas de formação profissional. Dessa forma, será possível obter mais conhecimento e trabalhar suas habilidades, visando aumento o seu desempenho e adicionar mais especificações no currículo. Para isso, existem os cursos disponíveis online e também, em instituições de ensino.

4 – Seja descontraído:
Comumente, muitas ofertas de emprego exigem certos tipos de comportamentos para os candidatos. Entretanto, as mídias sociais se baseiam, totalmente, na personalidade da pessoa ou da companhia. Portanto, para impressionar os recrutadores, o entrevistado pode demonstrar seu senso de humor, sua criatividade e apresentar-se um ótimo comunicador perante aquilo que gosta de fazer.


Rua Direita

Título: Dicas de como trabalhar com mídias sociais

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

621 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Kizua UriasKizua

    11-07-2014 às 18:37:02

    Muito bom. Creio que a transparência, atenção aos clientes e sempre aquele espírito alegre e cordial.

    ¬ Responder

Comentários - Dicas de como trabalhar com mídias sociais

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios