Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Imóveis Venda > Comprar um imóvel usado – Dicas

Comprar um imóvel usado – Dicas

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Imóveis Venda
Visitas: 2
Comprar um imóvel usado – Dicas

Comprar um imóvel pode não ser uma tarefa tão fácil. Para não escolher o imóvel errado, que apresenta problemas ou esteja em uma má localização, é preciso avaliar alguns pontos importantes no momento da negociação. É comum comprar imóveis usados e essa compra pode gerar muitas vantagens quando a pessoa sabe analisá-la corretamente.

Primeiro você precisa estar focado em seu objetivo e examine o valor do investimento que planeja fazer. Por exemplo, se o investimento for de R$150 mil, procure por um imóvel em bom estado e que não necessite de reformas. Outra opção é adquirir um imóvel mais barato, que precise de poucas reformas. Dessa forma você irá gastar o dinheiro em duas etapas: compra e reforma.

Outro fator a ser avaliado é a localização. Lugares que ficam mais afastados de centros comerciais necessitam de gastos adicionais com transporte. Não se esqueça de verificar esse custo em longo prazo, ou pague mais por um imóvel pela sua boa localização. Além disso, a aquisição de determinado imóvel depende da finalidade da compra.

Fazer uma negociação particular tem suas vantagens e desvantagens. Às vezes as pessoas não querem recorrer ao auxilio da imobiliária para comparar um imóvel, para não pagar comissão ao corretor. Mas, esse profissional conhece várias características sobre o local, seus problemas e os benefícios de cada compra. Então, em casos de negociações feitas sem a ajuda de um corretor, deve-se ter cuidado para não pagar um valor acima do que aquele imóvel realmente vale e verifique se a localização está exatamente da forma que o proprietário descreveu.

No momento em que for visitar o imóvel usado, antes de efetuar a compra, visualize a maneira como você gostaria que ele ficasse. Se precisar fazer muitas mudanças para que o imóvel se adeque ao seu gosto e necessidade, repense a compra. Tenha em mente que por se tratar de uma residência “usada” algumas coisas são mais difíceis de modificar, pois o projeto da construção do imóvel foi feito de uma forma e você possui gostos diferentes. Por isso, somente adquira um imóvel usado se você se adaptar a ele, para assim, fazer uma boa compra.


Rua Direita

Título: Comprar um imóvel usado – Dicas

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 2

611 

Comentários - Comprar um imóvel usado – Dicas

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Utilidades Domésticas
Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!\"Rua
O seguro desemprego é instituído pela Lei Nº 7.998, de 11 de janeiro de 1990 e que tem por finalidade prover a assistência financeira temporária ao trabalhador desempregado sem justa causa. Foi sancionado pelo presidente da República do Brasil e também é regido pela Consolidação das Leis Trabalhistas – CLT.

Este benefício é concedido a todo e qualquer trabalhador que foi dispensado apenas em regime de sem justa causa ou quando houver acordo judicial e o juiz autorizar o pagamento devido ao ex-trabalhador da empresa.

Sua duração é de 3(três) a 5(meses) de forma contínua e dependerá do tempo em que ficou empregado. O valor mensal é calculado conforme o que o trabalhador ganhava durante o período em que estava empregado.

Essa assistência financeira e temporária tem algumas regras, por isso, é muito importante conhecê-la antes mesmo de solicitá-la nos órgãos responsáveis.

Para ter direito ao benefício:


- Precisa ter a carteira devidamente assinada da empresa;
- Ter trabalhado durante 6 meses na empresa (no mínimo);
- Não ter recebido esse benefício no período de 16(dezesseis) meses ininterruptos;
- Ter sido dispensado sem justa causa.

Quem tem direito ao benefício:


- Os trabalhadores demitidos sem justa causa;
- O pescador artesanal; e
- O empregado doméstico, desde que o empregador esteja recolhendo o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS).

Como solicitar – Passo a passo:


1) Dirija-se à qualquer Caixa Econômica Federal ou ao M.T.E (Ministério do Trabalho e Emprego) da sua cidade munidos dos seguintes documentos:
- Rescisão contratual, carteira de trabalho devidamente dado baixa com a data de saída e assinada e carimbada pela empresa, as duas vias do seguro desemprego preenchido e fornecido pela empresa, cartão do PIS/PASEP ou o cartão cidadão, extrato do recebimento do pagamento do FGTS, comprovante de residência e os últimos 3 (três) contra-cheques;
2) Entregue todos esses documentos ao atendente. Eles vão fornecer o protocolo de entrada do seguro desemprego, vão lhe dizer quantas parcelas você tem direito e a data que você receberá a primeira (30 dias).

Bem, apenas isso e agora é só esperar para o recebimento do pagamento das parcelas. Para consultar, acesse este link: http://granulito.mte.gov.br/sdweb/consulta.jsf
Digite com seu número de PIS/PASEP e logo abaixo com o código no visor e clique em consultar. Vai abrir outra tela com as informações das parcelas.

Pesquisar mais textos:

Briana Alves

Título:Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!

Autor:Briana Alves(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios