Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Informática > Softwares para diagnóstico de Hardware

Softwares para diagnóstico de Hardware

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Informática
Visitas: 8
Softwares para diagnóstico de Hardware

Atualmente, com o crescimento da tecnologia e o mundo dos computadores, muitos usuários estão se interessante em saber mais sobre essas máquinas incríveis. Seja por curiosidade ou por necessidade, a realidade é que as pessoas se interessam mais que antigamente.

Em determinadas situações, saber um pouco sobre tudo que está ali dentro do computador (não só os softwares) pode ser útil e essencial. Imagine o seguinte caso: você compra um computador e coloca algumas peças a mais nele com um objetivo específico. Depois, quando vai verificar se o objetivo foi atingido, por exemplo, rodar algum programa pesado, o retorno desejado não acontece. Às vezes, isso pode ocorrer por equívocos na compra das peças da máquina. Você achava que seria o suficiente, pois as informações vistas na peça era o que precisava. Mas, no final não era exatamente o que foi passado á você.

Para ajudar nisso, existe alguns softwares que são capazes de exibir todas as informações dos hardwares instalados nas máquinas. Confira alguns dos mais utilizados.

CPU-Z

Esse software é ideal para usuários comuns e usuários mais avançados. Muito eficiente quando é necessário obter mais informações sobre o processador, a placa-mãe e a memória.

Ele possui utilização simples e ocupa pouco espaço no HD. Porém, ele exibe apenas as informações superficiais, não sendo muito recomendado quando é preciso detalhes mais específicos.

Fresh Diagnose

Esse programa é bastante interessante, sendo capaz de exibir informações tanto sobre os hardwares como os softwares de sua máquina. Sua interface é simples e em português, o que facilita sua utilização.

Com esse aplicativo, você será capaz de ver desde os processos que estão sendo executados no computador até a versão da bios da placa-mãe.

GPU-Z

Esse programa é semelhante ao CPU-Z, porém é específico para a análise de placas gráficas. Ele é capaz de mostrar diversas informações da placa de vídeo, possibilitando verificar se elas estão corretas com as fornecidas pelo fabricante. Frequência e tipo de processador gráfico e a versão do DirectX são alguns dos detalhes exibidos por esse software. Também é possível analisar ao mesmo tempo, mais de uma placa gráfica conectada ao computador, se for o caso.

PC Wizard

O PC Wizard é parecido com o Fresh Diagnose, em questões de recursos e interface. O aplicativo consegue fornecer informações do sistema operacional e dos hardwares da máquina. Um diferencial dele é a capacidade de realizar alguns testes, tanto individuais como na rede, examinando o computador como um todo.

Everest

Esse aplicativo é um dos mais famosos e completos dentre os mencionados aqui e outros existentes no mercado. Tem a capacidade de exibir diversas informações sobre o sistema operacional e os hardwares. Além disso, o Everest pode ser executando em segundo plano, não incomodando os usuários. Um detalhe que atrapalha um pouco é o fato do software não ser gratuito, deixando sua versão de teste limitada a funções básicas.

HD Tune

Esse software é muito interessante, pois ele é especifico para a análise de HD. É um aplicativo gratuito, leve e simples de utilizar. Ele não será capaz de informá-lo o motivo da lentidão de seu HD, porém pode fornecer detalhes sobre a velocidade, efetuar testes e, na aba “Health”, informar sobre a qualidade da vida útil de seu HD. Uma expectativa, claro.

Com a utilização desses softwares, você poderá analisar seus hardwares e verificar o que pode estar errado ou se as informações passadas a você na compra da peça, eram verdadeiras. Se você já utiliza ou irá utilizar esses softwares, compartilhe sua experiência e comente!


Lucas Souza

Título: Softwares para diagnóstico de Hardware

Autor: Lucas Souza (todos os textos)

Visitas: 8

693 

Comentários - Softwares para diagnóstico de Hardware

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios