Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Informática > Memória RAM: O que é?

Memória RAM: O que é?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Informática
Visitas: 6
Memória RAM: O que é?

Para que o computador funcione e realize diversas atividades, são necessários vários componentes diferentes trabalhando em conjunto. Você já deve ter ouvido falar que o processador funciona como um cérebro para o computador, mas ele não possui uma grande memória.

Dessa forma, a RAM é a responsável para guardar temporariamente as informações importantes que o processador irá utilizar ou está utilizando em determinada tarefa, fazendo com que seja executada com maior rapidez. Esclarecendo, qualquer aplicativo que será executado necessitará guardar alguns arquivos e informações em algum lugar, para isso existe a memória RAM.

Com funciona
Um detalhe entre a memória RAM e as demais existentes é que ela armazena dados e informações temporariamente, diferente dos HDs e memórias flesh. Quando você desligar seu computador, tudo que estava guardado na RAM será apagado. Quando ligá-lo outra vez, a memória estará livre e começará a guardar informações novamente, repetindo o ciclo.

Além disso, ela também possui um sistema de armazenamento diferente das outras memórias. Ela não guarda as informações em uma sequência específica, mas sim aleatoriamente. Isso faz com que as tarefas ocorram mais rapidamente, pois os outros periféricos do computador poderão utilizar qualquer informação de seu conteúdo facilmente.

Velocidade e Qualidade

Quanto mais memória RAM seu computador tiver, mais programas você poderá utilizar ao mesmo tempo. Para quem gosta de jogos, isso é fundamental, pois esse tipo de aplicação sempre necessita guardar muitas informações enquanto está funcionando, trabalhando em conjunto com o processador e a placa de vídeo.

Como a RAM é utilizada para armazenamento temporário, não é necessário à capacidade que os atuais HDs possuem. A escolha dessa característica vai de acordo com os softwares que serão utilizados e o sistema operacional da máquina em questão, tendo em vista que programas e sistemas mais robustos necessitaram de maior capacidade da memória.

Outro fator sobre a RAM é a velocidade com que as informações são gravadas e lidas nela. Essa característica é medida em Mhz ou GHz e quanto maior essa especificação, mais rápido será a gravação e leitura das informações contidas nela.

Padrão de memórias RAM

Conforme a evolução da tecnologia, o padrão DDR também evoluiu, sendo hoje mais popular o DDR3. Esse é o utilizado pelas memórias RAMs. Se você não sabe exatamente o que significa esse padrão, confira um artigo no ruadireita que explica isso de forma clara e objetiva.
O próximo padrão que está sendo desenvolvido é o DDR4, que será superior ao DDR3. Muitos outros aparelhos e hardwares utilizam esse padrão de memória, como as placas de vídeo e rede, notebooks, smartphones e outros.


Lucas Souza

Título: Memória RAM: O que é?

Autor: Lucas Souza (todos os textos)

Visitas: 6

639 

Comentários - Memória RAM: O que é?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios