Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Música > Rap em Portugal

Rap em Portugal

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Música
Comentários: 4
Rap em Portugal

Em Portugal, o Rap é um estilo musical que divide opiniões. Uns consideram-no indispensável, outros criticam-no e ligam-no apenas a situações de droga, roubo, entre outras.

No entanto, o que será realmente o Rap no nosso país?

Para nos informarmos pedimos a colaboração do rapper Kamões.

Kamões é um exímio letrista e cantor de 30 anos, da zona de Carcavelos, que aceitou ajudar-nos na nossa tarefa de definir o Rap nacional, respondendo a uma pequena entrevista.

1.Primeiro que nada, qual a tua opinião do rap/ hip-hop português?
O Rap/Hiphop Português está no bom caminho, tem vindo a evoluir bastante mas infelizmente existem muitas pessoas que criam dramas a partir do nada dentro do meio e há muita inveja infelizmente, tirando isso acho que tem tudo para evoluir ainda mais, existem muitos talentos de norte a sul de Portugal.

2.Achas que há uma diferença substancial entre Norte e Margem Sul?
Nota-se uma difernça em termos de flow , diria que são estilos distintos e pelas experiencias que ja vivi notei que existe muito mais união no movimento do norte.

3.Consideras que a lírica e os temas variam também?
Em parte variam.

4.Em que medida?
Por exemplo cá em baixo ouve-se mais o chamado Rap de rua, gangster rap, etc. No norte são letras mais conscientes , não quero dizer que seja assim por norma, porque há de tudo um pouco em todo o lado.

5.Muitas pessoas consideram que o Rap da Margem Sul incentiva mais a violência e os submundos, enquanto que o do Norte prefere os pilares de educação e prevenção de questões como as drogas. Concordas?
É assim, como disse na pergunta anterior , há de tudo um pouco por todo o lado, mas em certa parte concordo.

6.Mudando de assunto, achas que o Rap pode voltar a funcionar como música de intrevenção, como já foi no passado?
O Rap ainda é musica de intervenção.

7.E consideras que tem visibilidade suficiente para mudar o atual estado do país?
Acho que ainda não tem a visibilidade para tal, mas é capaz de ter poder para tal.
8.Caso ganhasse essa visibilidade, que rapper achas que faria um som que mudasse o País?
(momento para pensar) Dealema, não é um rapper mas sim uma banda. Eles têm mesmo muita consciência, e a visão deles é uma visão construtiva. Até a própria mensagem é construtiva.

9.Falando em ti, qual das tuas músicas achas que te define como pessoa?
O som Regressão e o som Confidências. Está ali muito sentimento, são os dois que me retratam mais enquanto pessoa.

10.Para terminar, o que pretendes fazer no teu futuro musical?
Para começar tenho um concerto dia 6 de julho, nas Festas de Carcavelos. Depois vou continuar a fazer música por enquanto. Muitas coisas hão de vir espero eu. De momento estou a gravar o meu 3º álbum, mas antes disso vai sair o EP da minha banda (3ºDireito). Espero que no futuro haja saúde, felicidade e muita música.

Ficámos assim mais esclarecidos acerca do Rap português, pela boca de um grande rapper.
Obrigada pela leitura, esperamos que tenham gostado!


Patrícia Carvalho

Título: Rap em Portugal

Autor: Patrícia Carvalho (todos os textos)

Visitas: 0

721 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • SophiaSophia

    13-05-2014 às 19:44:41

    No Brasil ocorre a mesma situação, o rap é visto como algo perigoso e somente por grupos violentos, drogados. Muita gente já aceitou o rap, mas ainda ele sofre as pressões da sociedade.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoNuno

    19-07-2012 às 22:19:53

    em relação a pergunta 6 ate a 8 pergunta acho que rapper/MC com um álbum de pura intervenção dos últimos tempos é a do Chullage-Rapressão vol1 pesquisa e diz-me se tenho ao não razão os Dealema tem um grande album alias fui ao concerto de apresentação no Hardclub mas não considero musica de intervenção...

    ¬ Responder
  • Patrícia CarvalhoPatrícia Carvalho

    18-08-2012 às 00:30:47

    Provavelmente, mas a pergunta não era quem estava a fazer neste momento, mas quem teria capacidade de fazer algo em grande ;)

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJose

    02-07-2012 às 11:13:56

    Isto sim é um Rapper, Continua assim e força..
    Portugal esta no bom caminho para um Rap muito bom

    ¬ Responder

Comentários - Rap em Portugal

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como Organizar Qualquer Tipo De Evento

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Eventos
Como Organizar Qualquer Tipo De Evento\"Rua
Com todas as mudanças no mundo precisamos de pessoas capacitadas e qualificadas para se organizar um evento de porte. Não mais uma pessoa que faz tudo, que quebra-galho, mas um profissional estudioso no ramo para levar um evento de grande estima que atinja seu público de forma satisfatória e abrangente.

Para estar na frente exige-se muito trabalho, esforço e dedicação extrema para que se obtenha grande sucesso não somente para quem recebe como também para a própria instituição em que se realiza o evento. Isso tem causado uma procura por esses profissionais e até tem sido reconhecido como uma profissão que será valorizada muito nesses próximos anos.

Como Organizar?

Para estar na frente de um evento é necessário muita dedicação e amor. Muitas horas planejando e com uma grande antecedência. Pois, qualquer problema que ocorra no dia, será de responsabilidade de quem está organizando.

Então, todos os cuidados devem ser levados em consideração, devemos ter ações prevenidas e tudo deve ser listado, feito e dado uma atenção especial. Diante dos que se pretende fazer em um evento seja ele cultural, religioso, comercial, precisa de alguns parâmetros para serem seguidos cuja finalização tenha muito sucesso.

Eis quais são as etapas para você compreender melhor:
1. Objetivos: você deve primeiramente traçar um objetivo daquilo que se pretende realizar. Deve ser dividido em duas partes: a geral e a específica;

2. Públicos: quem são os públicos que serão atingidos? É um grupo de mulheres, um grupo de homens? Que faixa de idade? Essas e outras perguntas devem ser feitas;

3. Estratégias: essas estratégias consistem simplesmente em como você vai atingir o seu público, o que mais irá atraí-los para que possam ir ao seu evento?

4. Recursos: os recursos tanto materiais, humanos, físicos, todos esses recursos devem ser bem estruturados e anotados;

5. Implantação: Que métodos serão usados para o evento desde o início até o término do evento? Refere-se a todos os procedimentos;

6. Acompanhamento e controle: estipular alguém que irá acompanhar todo o processo e controlar, como por exemplo, as despesas;

7. Avaliação: feita após o término do evento, ela é produzida em formato de relatório e entregue a quem organizou o evento;

8. Orçamento Previsto: este deve ser feito bem detalhado. Uma das mais importantes partes de todo o evento. Pode buscar patrocínio, parcerias com empresas para assim evitar os gastos, mas tudo deve ser anotado e controlado.

Pesquisar mais textos:

Luene Zarco

Título:Como Organizar Qualquer Tipo De Evento

Autor:Luene Zarco(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios