Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Informática > Como estar seguro no mundo virtual

Como estar seguro no mundo virtual

Categoria: Informática
Como estar seguro no mundo virtual

Pessoas e grupos de má índole se apresentam no mundo virtual de forma devastadora. Pelo fato de não serem identificados, muitos se dedicam a destruir os dados dos computadores e propagar incômodo e mal-estar por meio de arquivos infectados que se espalham pela rede mundial de computadores. Os “hackers”, nome dado ao tipo de pessoa que elabora e passa esses malefícios adiante, são os responsáveis por muitas confusões, trapaças, golpes e transtornos no ciberespaço. Eles utilizam um “malware”, cuja tradução significa software malicioso, elaborado para encontrar os pontos fracos dos sistemas e agir sobre eles. Esses programas vasculham a vulnerabilidade dos sistemas, danificando computadores.

Esses softwares instalados nos computadores, quando enviados, estão sob o disfarce de vírus ou cavalos de Tróia em páginas de recados, sites de relacionamento, anexos em e-mails, mensagens instantâneas ou ainda em arquivos ou acessórios, como pen drives, por exemplo, infectados. Esses vírus são programas computacionais maliciosos que infectam outros arquivos por meio de cópias numerosas de si mesmo. Esse tipo de programa malicioso toma parte de arquivos do computador. O bastante conhecido “Cavalo de Troia” é também um desses programas maliciosos, porém seu poder de devastar é ainda maior. Ele é programado para roubar senhas, dados pessoais e destruir arquivos. Esse programa age sem o conhecimento e a intervenção do usuário.

Existem ainda os chamados worms, que são também programas que propagam cópias de si mesmo pela rede. Esses vírus agem como infecções na tecnologia computacional. Eles infectam programas instalados nos micros, podem ocupar espaço demasiado do disco rígido e dificultar o manuseio do computador.

O que é possível fazer para evitar esses softwares e programas destruidores é estar atento a tudo o que acontece na rede, estar informado acerca dos novos vírus que estão sendo propagados e estar atento para observar as mudanças no micro. Evitar esse tipo de transtorno depende do bom senso de cada um. É preciso não aceitar convites para links de desconhecidos. Jamais devem ser abertos e-mails, mensagens em anexo ou instantâneas de pessoas que não são confiáveis virtualmente, ou seja, que não são remetentes seguros. E ainda é preciso desconfiar de e-mails de contatos pessoais que tragam mensagens duvidosas. Por vezes esses vírus utilizam-se dos endereços e caixas dos contados pessoais para enviar as infecções. Também é importante deletar essas mensagens duvidosas sem abri-las. Baixar arquivos, encaminhar e-mails, clicar em links devem ser feitos somente a partir de locais seguros.

Existem formas para proteger o computador pessoal desses males da tecnologia da informação. Um deles é pedir a ajuda de um técnico em informática que instalará programas contra esses visitantes, ou ainda, por si próprio buscar nos sites de downloads pacotes antivírus e instalá-los no próprio micro.


Rosana Fernandes

Título: Como estar seguro no mundo virtual

Autor: Rosana Fernandes (todos os textos)

Visitas: 0

638 

Imagem por: hiperia3d

Comentários - Como estar seguro no mundo virtual

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: hiperia3d

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios