Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Imóveis Venda > Saiba mais sobre o crédito imobiliário

Saiba mais sobre o crédito imobiliário

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Imóveis Venda
Saiba mais sobre o crédito imobiliário

Adquirir a casa própria é o sonho de muitas pessoas, principalmente para aquelas que pagam aluguel. Para conseguir comprar o imóvel dos sonhos é preciso pagar o valor à vista ou optar pelo financiamento. E já que muitas pessoas não têm condições de pagar um imóvel à vista, elas recorrem ao crédito imobiliário, linha de financiamento ou empréstimo, que são disponibilizados por bancos ou instituições financeiras. Pensando nisso, saiba mais sobre o crédito imobiliário.

Nos últimos anos, se tornou muito comum optar pelo crédito imobiliário, principalmente devido às reduções nas taxas de juros do crédito imobiliário, feitas pelos bancos públicos. E agora, até mesmo os bancos privados estão começando a aderir à essa ideia, o que irá atrair mais pessoas interessadas no financiamento da casa própria.

No financiamento, a instituição financeira oferece ao cliente os meio necessários para a aquisição do imóvel. Normalmente, o contrato assinado por ambas as partes serve para financiar cerca de 80% do valor do imóvel e o cliente toma posse do mesmo de imediato.

Como funciona o crédito imobiliário?
O crédito imobiliário é acondicionado por dois sistemas. O SFH (Sistema Financeiro da Habitação) e o SFI (Sistema Financeiro Imobiliário). O SFH é o responsável por regular o financiamento de imóveis, no valor máximo de R$500.000, em que até 90% pode ser financiado. Sua taxa de juros máxima é de 12% ao ano e aceita o uso do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

Já o SFI (Sistema Financeiro Imobiliário) é o responsável por regular o financiamento de imóveis que ultrapassem o valor de R$500.000 ou nos casos que não se enquadram nas regulações do SFH, como por exemplo: o financiamento para a compra de bens comerciais.

Geralmente, os prazos para quitação da dívida podem variar de cinco a 30 anos, sendo que o valor das prestações não podem comprometer mais do que 30% da renda familiar.

Onde conseguir crédito imobiliário?
Os bancos que oferecem o crédito imobiliário no Brasil são: Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú, Santander e o Banco do Brasil. E para obter informações mais detalhadas sobre as linhas de financiamento, taxas, juros, requisitos e formas de solicitação de crédito imobiliário, acesse os sites da CAIXA, Bradesco, Itaú, Santander e BB.


Rua Direita

Título: Saiba mais sobre o crédito imobiliário

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

601 

Comentários - Saiba mais sobre o crédito imobiliário

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios