Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Desporto > Desportos na Natureza

Desportos na Natureza

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Desporto
Comentários: 1
Desportos na Natureza

Num mundo em constante mudança lembramo-nos hoje como o povo português era apelidado de preguiçoso há uns anos atrás por não ser seduzido pelo desporto e de uma maneira geral pelas atividades ao ar livre.

Com o tempo, foram sendo construídas infraestruturas, que afinal até faziam falta e sem as quais seria difícil e desapropriado efetuar este tipo de atividades.

Hoje, em pleno século XXI existem algumas cidades no nosso país que dispões de percursos de manutenção completos, com indicação dos exercícios a realizar. Existem locais, naturalmente nas maiores cidades, totalmente equipados para o mais desprevenido cidadão fazer uso de alguns músculos normalmente esquecidos… enfim um sem fim de atividades lúdicas que antes não nos eram possíveis.

Nos últimos anos já não são raros também os percursos pedestres homologados, com mais ou menos dificuldade, marcados devidamente de forma a conseguir-me uma certa segurança. Estes percursos, com pisos diversos levam o caminheiro a contactar com a natureza travando conhecimento com as espécies de fauna e flora existentes nos diversos locais.

Hoje são inúmeros os Portugueses que palmilham estes caminhos, trilhos criados para este mesmo efeito, e portanto criadas as infraestruturas, nada têm de preguiçosos. Naturalmente demorou tempo para que nos adaptássemos, para que experimentássemos, para que conhecêssemos… e há ainda muito por conhecer, no entanto os Portugueses embora gostem dos trilhos, já nem precisam deles, e basta que olhemos pelas nossas janelas na periferia das cidades para vermos inúmeras pessoas sozinhas ou em grupos que caminham, correm ou andam de bicicleta…

Estranhamente, e apesar da crise, também os ginásios estão cheios de pessoas que pretendem queimar calorias e melhorar a sua performance, direi mesmo que hoje fazemos de tudo e mais alguma coisa para esquecer a crise, é que este tipo de atividades concentram-nos numa outra dimensão, esquecemos tudo para estarmos a pensar no exercício se estivermos no ginásio, já nos exercícios de rua, podemos olhar as árvores, escutar os pássaros, eu costumo também encontrar coelhos, não digo onde porque pode estar algum caçador a ler… e a natureza é de facto um encanto capaz de nos fazer acreditar que o mundo é muito melhor do que nos querem fazer crer.

Bora lá ao exercício!!!


Ana Sebastião

Título: Desportos na Natureza

Autor: Ana Sebastião (todos os textos)

Visitas: 0

607 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    30-06-2014 às 21:45:09

    Adoro fazer desportos na natureza em seu contato e no frescor do dia. Faz bem ao corpo e à alma!!!

    ¬ Responder

Comentários - Desportos na Natureza

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios