Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Desporto > Golfe - coloque a bola no buraco

Golfe - coloque a bola no buraco

Categoria: Desporto
Comentários: 1
Golfe - coloque a bola no buraco

Não se percebe muito bem como é que o golfe se tornou num desporto de elites. Na verdade, esta modalidade surgiu nas pastagens da Escócia, há vários séculos, da necessidade de os pastores se entreterem. Arremessavam pedras com os cajados, numa perspectiva de passar o tempo. Daí nasceu o golfe rústico, angariador de imensos simpatizantes e despojado dos formalismos que repelem muitos interessados dos onerosos campos tradicionais. De facto, os adeptos do golfe rústico optam por um jogo com um investimento mínimo e sem custos ambientais, em detrimento de uma extensa panóplia de exigências e montas elevadas. Bater umas bolas sem preocupações podia constituir a máxima desta actividade desportiva.

A principal diferença do golfe rústico para aquele a que estamos habituados é a ausência de buracos e de áreas de relva muito curta à volta dos buracos (greens). As covas são sub-rogadas por bandeiras e um círculo a contornar a respectiva haste. Não obstante, o objectivo é o mesmo do golfe “verdadeiro”: colocar a bola no “buraco” dando o menor número possível de pancadas. O funcionamento do jogo é idêntico, mas no golfe rústico pode ajeitar-se a bola que se oculta na vegetação.

Sem toda a castrante etiqueta associada ao golfe tradicional, que engloba uma indumentária a preceito, diversos tacos e até um sistema de avaliação da qualidade individual de jogo, o golfe rústico afigura-se uma óptima modalidade para toda a família, bastando um taco (que pode servir para todos), uma bola para cada um (mais algumas de salvaguarda, por causa das inevitáveis perdas) e um espaço de pastagem ou um terreno baldio, onde espetar as varas com as bandeiras (geralmente nove), que substituem os buracos. Há quem faça uso de galochas na prática desta actividade de lazer, por constituírem uma protecção eficaz contra a lama.

Longe do stress competitivo, o golfe rústico proporciona momentos de autêntica diversão, é saudável, muito repousante e mantém os participantes integrados na Natureza. Natureza essa que não sofre com as regas intensivas e os excessivos fertilizantes aplicados nos campos de golfe, a fim de preservar o verde da relva. Ecossistemas mais frágeis não podem sequer comportar a construção e a manutenção de tais campos.

O golfe das pastagens está para o golfe como o futebol de rua e as peladinhas estão para o desporto-rei. Não havendo competição, não há heróis. Campeões são, então, todos aqueles que resolvem praticar desporto, divertindo-se e respeitando a Natureza.



Maria Bijóias

Título: Golfe - coloque a bola no buraco

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

644 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Vicente SilvaVicente

    01-07-2014 às 16:24:46

    Muito legal essa prática do golfe e há muitas pessoas que apreciam. Brutal!

    ¬ Responder

Comentários - Golfe - coloque a bola no buraco

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios