Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Timidez - Não se deixe dominar!

Timidez - Não se deixe dominar!

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Timidez - Não se deixe dominar!

Uma das melhores coisas que você pode fazer para perder a timidez é enfrentar as situações sociais que teme ao invés de evitá-las. Evitar mantém a timidez e ainda a piora. Na verdade, quanto mais você evitar uma situação social temida, mais assustadora se tornará. Mas por se por outro lado se expuser a essas situações de uma forma planejada e gradual, o seu corpo vai responder com mais calma. Depois de um tempo essas situações vão perder o poder para o assustar como o faziam antes e irá encarar essas situações como quaisquer outras no seu dia a dia.

Agora, algumas pessoas podem dizer-lhe para assumir seus maiores medos primeiro, mas isso não é aconselhável. Se assumir muito em pouco tempo você vai acabar por ficar mais nervoso do que quando você começou. A chave é começar com situações que você pode manipular e trabalhar gradualmente seu caminho até aos encontros mais exigentes. Feito desta forma, a sua confiança e habilidade de enfrentamento construirá uma "escada timidez" para que você possa subir, degrau a degrau sem grandes aflições.

Primeiro de tudo, você precisa de fazer uma lista de situações sociais que você deve evitar. Caso você não tenha dado muita atenção a este tipo de situações, fazendo este exercício (fazendo uma lista) irá aumentar a sua consciência sobre eles. Vamos usar essas situações para criar um plano de ação, e assim tentar listar alguns.

Para ajudar a dar uma ideia, abaixo estão alguns exemplos de situações que muitas vezes causam sofrimento para as pessoas tímidas.

* Ser o centro das atenções
* Conhecer novas pessoas
* Falando com pessoas-pessoas com autoridade, estranhos, amigos ou conhecidos
* Apresentações ou falar na frente das pessoas
* Ter alguém a assistir quando faz algo como assinar o seu nome, comer ou beber
* Festas e reuniões sociais - grupos pequenos ou grandes, amigos ou pessoas que você não sabe
* Ser assertivo, tal como fazer uma reclamação, perguntar sobre um problema ou recusar um pedido
* Ser elogiado
* Ver alguém a bater em alguém que você conhece, inesperadamente
* Receber respostas repentinas

Existem muitos obstáculos a ser enfrentados por alguém que é presseguido pela timidez. O melhor conselho: comece já, hoje, a dar resposta a essa timidez, ponha-a à prova. Não deixe que ela o domine!


Rua Direita

Título: Timidez - Não se deixe dominar!

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

631 

Comentários - Timidez - Não se deixe dominar!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios