Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Os benefícios de se ter uma atitude positiva

Os benefícios de se ter uma atitude positiva

Categoria: Outros
Visitas: 16
Comentários: 5
Os benefícios de se ter uma atitude positiva

Muitas pessoas já ouviram falar, em alguma circunstância, sobre como conseguir o que se deseja adotando um pensamento positivo. Agora, segundo especialistas, o que realmente funciona é você adotar uma atitude positiva para alcançar seus objetivos e se transformar na pessoa que você sempre quis ser.

Um professor de psicologia chamado Richard Wiseman, é o responsável por essa tese. E, segundo ele, ter atitudes positivas é muito mais eficaz do que pensar positivo.

Entretanto, não há problemas em se imaginar como um milionário, apesar de que nenhum estudo ainda pode comprovar que essa prática realmente funciona.

Apesar disso, conforme explicações do professor Wiseman,, o comportamento está diretamente ligado às emoções. Por exemplo, quando você se sente feliz logicamente irá sorrir mais, ou se estiver triste, sua expressão também irá mudar. Outro detalhe importante é que o inverso também pode acontecer, ou seja, o comportamento pode influenciar nas emoções. Então, veja logo abaixo, algumas dicas simples que poderão te ajudar no dia a dia a adotar mais atitudes positivas.

O poder do sorriso – Para alcançar os melhores resultados, experimente dar um sorriso bem largo, erguendo as sobrancelhas suavemente, ficando com essa expressão por cerca de 20 segundos.

Aumentar a força de vontade – Nos momentos em que é preciso conseguir uma força extra para encarar alguma situação, tenta praticar o seguinte: deixar os punhos cerrados, contrair os bíceps ou pressionar o dedão e o indicador, como se estivesse apertando uma caneta.

Encarando a dieta – Ter uma atitude positiva também pode ajudar você a conseguir cumprir a dieta. Por exemplo, no caso de pessoas destras, a dica é se alimentar usando a mão esquerda. Este tipo de comportamento, fora do comum, irá requerer uma maior atenção sua nesse momento, fazendo com que você coma menos.

Para se sentir mais confiante – Para adotar um tipo de atitude mais confiante, experimente se sentar corretamente, com as costas encostadas na cadeira. Depois, cruze as mãos e deixe-as apoiadas atrás da cabeça. Quando estiver em pé, mantenha-os firme no chão e deixe os ombros retos e o peito estufado.

Sinais afirmativos – Empregando este tipo de sinal afirmativo, é possível até mesmo persuadir as pessoas a concordar com você. Portanto, quando você precisar convencer outra pessoa, tente mover a cabeça discretamente, realizando movimentos afirmativos. Assim, ela se sentirá mais inclinada a concordar com você, repetindo o seu gesto.


Rua Direita

Título: Os benefícios de se ter uma atitude positiva

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 16

810 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    25-07-2014 às 23:01:31

    Penso ser imprescindível termos uma atitude positiva e isso se inicia em nossa mente. Se temos o hábito de ver as coisas de forma sadia, podemos colher os seus frutos. Mesmo que as circunstâncias não sejam tão boas assim, o melhor a fazer é sempre agir positivamente.

    ¬ Responder
  • Carla HortaCarla Horta

    16-09-2012 às 20:57:32

    Muitas pessoas adoptam uma atitude de tristeza e de derrota durante a maior parte da sua vida. As depressões são uma constante e a sensação é de que tudo corre. mal. Se pelo contrario se adoptar uma atitude positiva, as coisas podem correr da mesma forma, mas olhamos a vida de forma muito diferente. Lute pelos seus objectivos e ideais, mas seja feliz...

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJoana Soares

    10-07-2012 às 10:27:35

    Realmente é otimo, viver a nossa vida tendo uma atitude positiva.
    Os benefícios de se ter uma atitude positiva são mesmo imensos, mesmo que não nos traga o que desejamos, trás-nos uma felicidade enorme tal como satisfação.
    Atitude Positiva Sempre :D

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJoel

    10-07-2012 às 10:04:23

    Acho isso ai tudo uma treta como é que eu posso ter uma atitude positiva e isso fazer com que a minha vida corra melhor? hein??
    Não estou acreditando muito nisso dos benefícios de se ter uma atitude positiva.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSara Correia

    10-07-2012 às 10:00:16

    é mesmo isso que disse ai, mas na minha opinião não é só as atitudes, mas sim um conjunto entre estas e um pensamento positivo que proporcionam uma vida melhor e em que é possível fazer aquilo que queremos.

    ¬ Responder

Comentários - Os benefícios de se ter uma atitude positiva

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios