Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Imóveis Venda > Não será hora de negociar o seu crédito à habitação?

Não será hora de negociar o seu crédito à habitação?

Categoria: Imóveis Venda
Visitas: 2
Comentários: 4
Não será hora de negociar o seu crédito à habitação?

Muitas são as pessoas que continuam a pagar uma mensalidade ao banco astronómica, mas saiba que não tem que ser assim. É hora de procurar soluções e começar a procurar a que melhor se encaixa com as suas necessidades. Eu própria me encontro nesta situação, porém e depois de algumas tentativas junto do banco no qual tenho agregado o meu empréstimo referente à casa, cheguei à conclusão que talvez não esteja a ser bem aconselhada. Como tal, farta de ouvir todos os meus amigos a dizerem-me que estou a ser literalmente “sugada” pelo banco, decidi que tinha que fazer algo.

No entanto, alguns problemas levantaram-se logo de início, além de não ter tempo para andar a fazer simulações de banco em banco, não tenho poder negocial. Assim, decidi procurar a ajuda de alguém especializado, um serviço que já existe há mais de 20 anos nos Estados Unidos e que aos poucos começa a ganhar terreno pelo resto do mundo. Recorri a uma empresa de consultoria financeira, que além de me aliviarem a prestação mensal com o banco, não me irá cobrar rigorosamente nenhuma mais valia sobre os serviços prestados. Sim, está a ler bem, não terá que pagar nada para contratar os serviços da empresa.

Então como se processa tudo isto, deve estar a perguntar. Muito simples, tem simplesmente que entregar alguns documentos (escritura da casa, três últimos recibos de ordenado, declaração da entidade patronal, bilhete de identidade, cartão de contribuinte, três últimos extractos bancários do banco) e a empresa de consultoria financeira, que já tem uma relação estreita com a maioria dos bancos existentes, irá procurar a melhor solução para o seu caso e garanto-lhe por experiência própria que essa solução surgirá e irá dar um novo impulso à sua vida. Como é que este trabalho feito pela empresa é pago?

São os bancos que lhe pagam, ou seja, ao receber um novo contrato, o banco que será escolhido para gerir o seu crédito, irá pagar uma percentagem à empresa, por esta lhe ter arranjado mais um cliente. Como vê não tem nada a perder, só mesmo a ganhar… No meu caso específico, consegui reduzir em cerca de 200 euros mensais a prestação do crédito. Você até pode achar que tem uma boa solução, mas será que tem mesmo? É que é sempre possível arranjar melhores condições e no fim de contas não tem nada a perder em tentar, até porque tentar não custa e pode mesmo ser surpreendido. Arrisque vai ver que não se arrepende!

Catarina Guedes Duarte

Título: Não será hora de negociar o seu crédito à habitação?

Autor: Catarina Guedes Duarte (todos os textos)

Visitas: 2

670 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • SophiaSophia

    05-05-2014 às 23:23:05

    O lado bom da crise é que as casas e os preços de muitos terrenos, apartamentos caem. Sendo assim, é possível fazer bons negócios. Mas, precisa-se de uma boa grana. Muito bom o texto.

    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoFelisberto

    28-05-2009 às 00:19:32

    Sabes Catarina eu cheguei á conclusão que quem trabalhar e poupar irá sempre Vencer na Vida.

    Hoje fala-se de crise , mas na realidade , quem trabalhar poupa mais este ano do que no ano passado. Os emprestimos estão mais baratos.

    O dinheiro é mais barato.

    Crise é muita imaginação das pessoas que seria sensato eliminar de uma vez por todas.

    Vamos trabalhar.

    Vamos poupar.

    Vamos continuar a Viver.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoGuida

    23-05-2009 às 21:45:36

    gostei muito do teu texto principalmente nos tempos que correm de tantas crises.

    Retirei coisas muito importantes para o meu caso. Obrigado.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDuarte f.

    17-05-2009 às 15:22:57

    Sim catarina , boas referencias e descrição muito realista da actualidade dos imóveis venda.

    ¬ Responder

Comentários - Não será hora de negociar o seu crédito à habitação?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios