Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Imóveis Venda > Documentos necessários à Escritura

Documentos necessários à Escritura

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Imóveis Venda
Visitas: 6
Comentários: 3
Documentos necessários à Escritura

Quando se compra uma casa e se a intenção é comprá-la de forma simples e despreocupada (na medida do possível), o melhor é fazê-lo através de uma mediadora imobiliária. Um processo de compra ou venda de uma casa pode causar alguns dissabores, face à documentação que é necessária e a toda a burocracia que engloba este processo.

Os documentos têm uma validade, tal como se de um alimento se tratasse, pelo que este factor ainda vai desencadear mais confusão.

Todas estas confusões podem ser evitadas se comprar ou vender casa através de uma imobiliária, exactamente porque a mediadora é obrigada a estar habilitada a executar todo o trabalho relativo a documentação para o efeito de escritura.

No entanto, e se está convicto de que consegue tratar de todo o processo, saiba o que é imperativo à realização de escritura de compra e venda.

Para começar, todas as casas têm identificação. Tal como nós, enquanto cidadãos, as casas são obrigadas a ter um bilhete de identidade e um cartão de contribuinte. É verdade, e não julgue que é uma ilusão. Já pensou que a sua casa paga impostos (naturalmente que paga você pela casa)?

Ora se cada vez que temos de renovar o nosso bilhete de identidade, temos de nos deslocar à Conservatória, o mesmo acontece com a identificação da casa. O documento a ser pedido é uma Certidão da Conservatória do Registo Predial. Pode neste momento pedi-la em qualquer Conservatória, pois desde Janeiro de 2010, todos os serviços estão centralizados. Este documento pode ser pedido por internet e tem um custo acrescido.

Relativamente ao cartão de contribuinte da casa, vai ter de o pedir numa Repartição de Finanças e têm o nome de Caderneta Predial ou Certidão de Teor. Também aqui pode pedir o documento por internet e não tem nenhum custo, o que torna as coisas ainda mais fáceis.

Outro documento que vai necessitar é de um Certificado Energético. Este documento custa algum dinheiro, pelo que se sugere que faça vários orçamentos antes de o contratar. O Certificado Energético pode ser feito por empresas especialistas na área e consiste na certeza do consumo energético da casa.

Se a casa de situa em locais históricos como Lisboa ou porto, é necessário entregar atempadamente um formulário no IGESPAR e na Câmara Municipal, perguntando se tanto um como o outro querem exercer o direito de preferência sobre as casas.

Por último, não se esqueça da sua identificação pessoal e verifique atempadamente se estão dentro da validade e em ordem.

No final de tudo isto se tem algumas dúvidas quanto a tudo o que inclui uma escritura, contacte um solicitador ou uma mediadora. Boa sorte!


Carla Horta

Título: Documentos necessários à Escritura

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 6

792 

Imagem por: robertgaal

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • SophiaSophia

    05-05-2014 às 23:25:59

    Essa é a parte mais chata na hora de vender uma casa. Tantas documentações exigidas que acaba-se por desistir de vender. Mas, como nada é fácil, é preciso persistir!

    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • robson mirandarobson miranda

    17-01-2011 às 23:40:24

    Adquiri em hasta publica um imovel da prefeitura. Tenho a certidão para fins de escrituta publca, mas não consigo , o catorio de notas se recusa dizendo que os lotes são ilegais que so faz com autorização judcial. Que tipo de ação é essa?

    ¬ Responder
  • Ana SoaresAna Soares

    15-09-2010 às 10:50:30

    Bom dia!
    Gostaria de lhe colocar a seguinte questão:
    - recentemente alterei a minha residencia fiscal para uma casa que, entretanto, decidi vender;
    - como o tempo que passou entre essa alteração de residência fiscal e a decisão de venda da casa foi relatiamente curto (2 ou 3 meses), não fiz a alteração da morada constante no meu Bilhete de Identidade;
    - a questãoi concreta é a seguinte: é necessário ter a morada actualizada no BI quando for fazer a escritura de venda da casa?
    Obrigada pela atenção que me possa dispensar

    ¬ Responder

Comentários - Documentos necessários à Escritura

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Contador de moedas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Material Escritório
Contador de moedas\"Rua
O mundo dos negócios exige um grande dispêndio de energia e muitas horas de trabalho. No entanto hoje já é possível fazer recurso da alta tecnologia para poupar tempo e dinheiro. O recurso às funções do computador para o comércio facilita e atrai muitos clientes para empresas e comerciantes. No que diz respeito a contas é possível fazer uma contagem rápida e eficaz do dinheiro, sem passar horas a contar e com o risco de engano. É por isso que cada vez mais pessoas ligadas a negócios e serviços optam por adquirir um contador de moedas. Deste modo sabem que poupam tempo e não falham na sua contagem.

Dos inúmeros equipamentos que a alta tecnologia põe ao dispor, este é sem dúvida um equipamento que beneficia em muito o trabalho de muita gente. Por ser pequeno é muito cómodo e exige pouco espaço, ou melhor pode ser colocado em qualquer lugar.

Torna-se evidente que as novas tecnologias vieram para simplificar a vida e trazem muitas vantagens, rentabilizam e poupam tempo. No caso do contador de moedas, sem enganos, falhas e complicações. É o ideal para ter num escritório de uma empresa, em escolas, cafés, pastelarias, salões de jogos, bancos, cinema, serviços financeiros e de tesouraria e outros ligados a serviços públicos e privados.

Em resumo, se está ligado a qualquer trabalho de comércio ou serviços pode poupar muto tempo e problemas apenas colocando um equipamento destes no seu espaço de trabalho. As suas vantagens são inúmeras, em especial: permite realizar uma contagem rápida das moedas dividindo-as e fazendo a sua soma, conta o total das moedas, o valor total em cada tipo de moedas e a quantidade de todas as moedas.

Contem e separa no mínimo duzentas e vinte moedas por minuto, sem erro, conta e separa tudo no mesmo equipamento, permite alimentar o aparelho com quantidades entre as trezentas e quinhentas moedas de cada vez e continuar a adicionar mais moedas enquanto está a contar. Além disso o aparelho pode ser programado para separar um número de moedas predeterminado.

O seu design é bastante inovador e resistente. Os materiais de elevada qualidade, de fácil ligação e paragem automática.

Possui uma elevada funcionalidade, baixo consumo (70W), pouco peso, aproximadamente quatro kg, velocidade ultra rápida, pequena dimensão e estão todos certificados pela EU. Deste modo também possuem garantia, são fáceis de usar e de arrumar.

As suas funções práticas permitem que o contador de moedas possa estar em qualquer lugar.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Contador de moedas

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Imagem por: robertgaal

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios