Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Informática > Impressoras a Laser

Impressoras a Laser

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Informática
Comentários: 11
Impressoras a Laser

A equipe do Olhar Digital testou três impressoras lasers coloridas para utilização de usuários comuns, com o intuito de saber qual delas tem o melhor desempenho. Algumas vantagens das “lasers”, são a rápida impressão e a economia dos cartuchos, pois a média de vezes que é necessário troca-los é muito menor que as “jato de tinta”. Confira a matéria abaixo e conheça mais sobre as impressoras a laser.

Características físicas
Nos testes realizados, foram utilizadas três impressoras, as mais novas existentes no mercado. São elas: LaserjetPro Color CP1525nw da HP, Phaser 6140 da Xerox e a CLP-325W dxa Samsung. Um detalhe importante verificado foi o peso dos aparelhos. A Samsung foi à impressora mais leve, com 11 Kg. As outras duas da HP e da Xerox pesam cerca de 18 Kg.
Além disso, esses três modelos são maiores que as tradicionais impressoras jato de tinta, sendo a da Xerox quase o dobro do tamanho das outras duas.

Instalação
A instalação é bastante simples, bastando seguir o assistente do CD, inclusive a conexão em rede. Uma dica importante: se você possui mais de um computador, instale os drivers em todos os PCs. As impressoras HP e Samsung ganharam nesse quesito, pois já vieram prontas para usar com redes sem fio.

Já a da Xerox, necessita de um componente que deve ser comprado à parte. Além disso, seu CD de instalação não possui o drivers para o Windows 7, sendo necessário fazer o download da versão mais recente.

Velocidade e Qualidade
A impressora da Xerox é bastante grande, porém possui a maior velocidade de impressão, sendo 18 páginas por minuto (ppm) em colorido e 20 ppm preto e branco. O modelo da HP imprime 8 ppm colorido e 12 ppm preto e branco. A Samsung teve o menor resultado em impressão colorida, imprimindo 4 ppm. Mas, no modo preto e branco ficou em segundo lugar, com 16 ppm.
Na questão da qualidade das imagens e documentos impressos, a de maior qualidade foi o aparelho da HP, seguido pela Xerox e por último a da Samsung.

Custo por página
Esse tópico é muito importante, pois a casos em que um cartucho de tinta pode custar o valor da impressora ou ate mais caro. Segundo os testes, a HP teve o melhor custo benefício: R$ 0,33 por página colorida impressa. A Xerox ficou em segundo lugar, R$ 0,49, e a Samsung foi a mais cara, R$ 0,54.

Preço
Algumas impressoras a laser baratas podem sair mais caras se analisadas cautelosamente. É o caso da Samsung e da Xerox, pois os cartuchos que acompanham os aparelhos possuem capacidade reduzida, diferente dos originais.

A impressora da Samsung custa R$ 650, sendo R$ 200 mais barata que a HP. Porém, o modelo da HP tem praticamente o dobro de capacidade de impressão que o da Samsung. Para ficar igual, seria necessário comprar um conjunto a mais de cartuchos para a impressora da Samsung, somando ao seu valor mais R$ 672.

No final das contas, a economia que era de R$ 200 tornou-se um gasto aproximado de R$ 470, se invés de comprar a HP, optar pela Samsung.

A impressora da Xerox tem uma situação semelhante, apesar de ter maior capacidade de impressão que a Samsung. Mas, comparado ao modelo da HP ela fica para trás.

Conclusão
Sendo assim, depois de todas essas análises, a equipe do Olhar Digital declarou vencedor o modelo LaserjetPro Color CP1525nw da HP. Ele apresentou o melhor preço, custo por página e qualidade nas impressões. Além disso, esse modelo acompanha um cabo USB, algo muito importante que nem todas apresentam, sendo necessário adquirir a parte.

O modelo da Xerox é mais voltado para o consumidor que não se preocupa com o preço, mas necessita de velocidade na hora das impressões, pois é mais robusta. Já a Samsung é praticamente o contrário: é menor, imprime mais devagar e é mais compacta.




Lucas Souza

Título: Impressoras a Laser

Autor: Lucas Souza (todos os textos)

Visitas: 0

767 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 11 )    recentes

  • SophiaSophia

    06-05-2014 às 20:45:16

    Aprecio muito mais as impressoras a laser que qualquer outro tipo. São mais rápidas, econômicas e funcionais. Além de imprimirem fazem outros tipos de funções, muito boas!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    04-10-2012 às 13:24:05

    O texto de Lucas é bastante elucidativo acerca da funcionalidade das impressoras a laser.A unanimidade dos comentários dos autores acerca da sua maior rapidez e quelidade de impressão é visível e esclarecedora.Quem pretende adquirir uma impressora a laser sabe agora as diferenças entre a de jato e a laser,que se demonstra mais eficiente.

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    01-10-2012 às 23:01:17

    As impressoras a laser na minha opinião são as melhores. Tenho uma em jato de tinta, além de acabarem rapidamente as tintas, mancham de certa forma o papel. Apesar das impressoras a laser serem caras, mais trabalhosas para mantê-las sempre funcionando bem, é bem melhor e mais agradável de usar. Possuem uma vantagem incrível, podemos aproveitar todos os seus benefícios: rapidez na impressão, maior visibilidade do conteúdo, manutenção razoavél e não tem barulho que incomoda.

    ¬ Responder
  • Daiany Nascimento

    01-10-2012 às 17:51:21

    No geral, os tópicos avaliados podem ser de grande ajuda para todas as pessoas que estão interessadas em adquirir uma impressora a laser. As informações contidas neste texto abordam os principais aspectos que devem ser avaliados no momento de comprar um novo aparelho: Características físicas, Instalação (quanto mais simples, melhor), velocidade e qualidade, economia e preço. Todos esses fatores precisam ser avaliados antes de os consumidores tomarem a decisão final e efetivarem a compra. Parabéns.

    ¬ Responder
  • Daiany Nascimento

    01-10-2012 às 17:47:06

    Gostei dos testes que foram realizados comparando as várias marcas de impressoras à laser: LaserjetPro Color CP1525nw da HP, Phaser 6140 da Xerox e a CLP-325W dxa Samsung. E um fato que todas as pessoas precisam avaliar antes de comprar uma, depois de escolher a mais eficaz e verificar o seu tamanho e peso, pois estas impressoras costumam ser um pouco maiores e mais pesadas. Pelo jeito, neste quesito, a impressora da Samsung ganhou vantagem.

    ¬ Responder
  • Daiany Nascimento

    01-10-2012 às 17:44:48

    Olá Lucas, gostei deste seu texto falando sobre as impressoras a laser. Realmente as impressoras à jato estão perdendo cada vez mais espaço no mercado, visto que as pessoas estão começando a investir nas impressoras a laser, pela grande economia. Elas ainda custam um pouco mais caro do que as impressoras comuns, mas tem a capacidade de imprimir muitas e muitas folhas sem a necessidade de recarregar o cartucho. Por isso, considero-as um bom cuto-benefício.

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    28-09-2012 às 17:17:00

    Impressoras a jato de tinta com o tempo tendem a perder seu espaço cada vez mais no mercado.Além de mais modernas, as impressoras a laser são mais econômicas e tem uma impressão mais rápida e perfeita.Dos modelos testados sem dúvida eu compraria a impressora da HP que é uma empresa referência quando se fala em impressoras.A Xerox também é uma empresa referência nesse ramo, porém apresenta um custo elevado.E a da Samsung não compraria

    ¬ Responder
  • Gabriela TorresGabriela Torres

    26-09-2012 às 03:15:19

    Uma das melhores invenções do século 20,computador é ótimo sim,mas se não podemos imprimir nossos trabalhos e nossas contas eles meio que perdem a utilidade.Por isso a impressora é tão importante.

    ¬ Responder
  • André BelacorçaAndré Belacorça

    25-09-2012 às 18:59:36

    Sem dúvida mais uma grande "máquina", uma nova era da tecnologia já nos esperávamos, e mais uma a revolucionar o mercado, é vantajoso pelo que se lê no texto, em simplesmente tudo, e muito mais segura, velocidade garantida e tudo mais.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    25-09-2012 às 13:51:25

    As impressoras a laser são as mais usuais por serem mais perfeitas e rápidas.Na realidade o material informático é cada vez mais perfeito, tanto pela rapidez, como pelo design mais pequeno e belo ou pela redução de custos energéticos.As impressoras a laser primam sobre as outras, tal como os computadores, cada vez mais sofisticados.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    24-09-2012 às 23:33:56

    Honestamente não sei se as impressoras das quais me sirvo regularmente, ou seja as da faculdade, funcionam a jactos de tinta ou a laser. Tive, no entanto, uma pequena impressora com jactos de tinta, uma daquelas impressoras de multifunções domésticas, não tendo ficado totalmente satisfeita com a mesma. Pelo que entendo da sua análise às impressoras a laser, estas acarretam diversas vantagens e comportam melhorias, pelo que deverão passar a ser cada vez mais frequentes.

    ¬ Responder

Comentários - Impressoras a Laser

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Ex-Machina e a máxima: cuidado ao mexer com os robôs.

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: DVD Filmes
Ex-Machina e a máxima: cuidado ao mexer com os robôs.\"Rua
Este texto irá falar sobre o filme Ex_Machina, nele podem e vão ocorrer Spoillers, então se ainda não viram o filme, vejam e voltem depois para lê-lo.

Impressões iniciais:

Ponto para o filme. Já que pela sinopse baixei a expectativa ao imaginar que era apenas mais um filme de robôs com complexo de Pinóquio, mas evidentemente que é muito mais que isso.

Desde as primeiras cenas é possível perceber que o filme tem algo de especial, pois não vemos uma cena de abertura com nenhuma perseguição, explosão ou ação sem propósito, típica em filmes hollywoodianos.
Mais um ponto, pois no geral o filme prende mais nos diálogos cerebrais do que na história em si, e isso é impressionante para o primeiro filme, como diretor, de Alex Garland (também roteirista do filme). O filme se mostrou eficiente em criar um ambiente de suspense, em um enredo, aparentemente sem vilões ou perigos, que prende o espectador.

Entrando um pouco no enredo, não é difícil imaginar que tem alguma coisa errada com Nathan Bateman (Oscar Isaac), que é o criador do android Ava (Alicia Vikander), pois ele vive isolado, está trabalhando num projeto de Inteligência Artificial secreto e quando o personagem orelha, Caleb Smith (Domhnall Gleeson), é introduzido no seu ambiente, o espectador fica esperando que em algum momento ele (Nathan) se mostrará como vilão. No entanto isso ocorre de uma forma bastante interessante no filme, logo chegaremos nela.

Falando um pouco da estética do filme, ponto para ele de novo, pois evita a grande cidade (comum nos filmes de FC) como foco e se concentra mais na casa de Nathan, que fica nas montanhas cercadas de florestas e bastante isolado. Logo de cara já é possível perceber que a estética foi pensada para ser lembrada, e não apenas um detalhe no filme. A pesar do ambiente ser isolado era preciso demonstras que os personagens estão em um mundo modernizado, por isso o cineasta opta por ousar na arquitetura da casa de Nathan.

A casa é nesses moldes novos onde a construção se mistura com o ambiente envolta. Usando artifícios como espelhos, muitas paredes de vidro, estruturas de madeira e rochas, dando a impressão de camuflagem para a mesma, coisa que os ambientalistas julgam favorável à natureza. Por dentro se pode ver de forma realista como podem ser as smart-house, não tenho certeza se o termo existe, mas cabe nesse exemplo. As paredes internas são cobertas com fibra ótica e trocam de cor, um efeito que além de estético ajuda a criar climas de suspense, pois há momentos onde ocorrem quedas de energia, então fica tudo vermelho e trancado.

O papel de Caleb á ajudar Nathan a testar a IA de AVA, mas com o desenrolar da história Nathan revela que o verdadeiro teste está em saber se Ava é capaz de “usar”, ou “se aproveitar” de Caleb, que se demonstra ser uma pessoa boa.

Caleb é o típico nerd introvertido, programador, sem amigos, sem família e sem namorada. Nathan também representa a evolução do nerd. O nerd nos dias de hoje. Por fora o cara é careca, barbudão com uns traços orientais (traços indianos, pois a Índia também fica no Oriente), bebê bastante e ao mesmo tempo malha e mantém uma dieta saudável pra compensar. E por dentro é um gênio da programação que criou, o google, o BlueBook, que é um sistema de busca muito eficiente.

Destaque para um diálogo sobre o BlueBook, onde Nathan fala para Caleb:
“Sabe, meus concorrentes estavam tão obcecados em sugar e ganhar dinheiro por meio de compras e mídia social. Achavam que ferramenta de pesquisa mapeava O QUE as pessoas pensavam. Mas na verdade eles eram um mapa de COMO as pessoas pensavam”.

Impulso. Resposta. Fluido. Imperfeição. Padronização. Caótico.

A questão filosófica vai além disso esbarrando no conceito de “vontade de potência”, de Nietzche, mas sobre isso não irei falar aqui, pois já há textos muito bons por aí.

Tem outra coisa que o filme me lembrou, que eu não sei se é referência ou se foi ocasional, mas o local onde Ava está presa e a forma como ela fica deitada num divã, e questiona se Caleb a observa por detrás das câmeras, lembra o filme “A pele que habito” de Almodóvar, um outro filme excelente que algum dia falarei por aqui.

Talvez seja uma versão “O endoesqueleto de metal e silicone que habito”, ou “O cérebro positrônico azul que habito”, mesmo assim não podia deixar de citar a cena por que é muito interessante.

Pesquisar mais textos:

Jhon Erik Voese

Título:Ex-Machina e a máxima: cuidado ao mexer com os robôs.

Autor:Jhon Erik Voese(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Suassuna 11-09-2015 às 02:03:47

    Gostei do texto, irei conferir o filme.

    ¬ Responder
  • Jhon Erik VoeseJhon Erik Voese

    15-09-2015 às 15:51:02

    Que bom, obrigado! Espero que goste do filme também!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios