Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Cure-se pelas Cores

Cure-se pelas Cores

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Comentários: 1
Cure-se pelas Cores

Existem muitas formas de curar a essência humana e repor o seu equilíbrio. Cada um de nós tem o seu sistema energético e temos o dever de encontrar o método que melhor se adapte ao nosso organismo.

A terapia da cor não pretende ser uma panaceia para curar todos os problemas de saúde, nem ser uma receita. ela deve ser vista como um tratamento preventivo dado que somos os responsáveis pela manutenção da nossa própria saúde e bem-estar.

Ao aprendermos a trabalhar as terapias da cor, não estamos a exercer medicina mas sim a aplicar técnicas helenísticas de orientação.




Todos nós temos as nossas cores favoritas e somos afectados por elas, muitas vezes mais do que pensamos. A cor está intimamente ligada a todos os aspectos das nossas vidas e são ainda um elemento muito importante da nossa linguagem. Isto porque utilizamos sem querer as cores para descrever a saúde física, as emoções, atitudes, experiências pessoais e espirituais.

Não é por acaso que a expressão" vejo tudo cor de rosa" é utilizada frequentemente por muita gente, tal como " hoje estou vermelho de fúria". Deste modo as cores são utilizadas no vocabulário habitual. E pode afirmar-se que ninguém é neutro no que toca às cores pois gostamos mais de umas em especial. È por isso que as utilizamos mais no vestuário, ambientes ou decoração. E há algumas que habitual nem aplicamos por não gostarmos nada. E porque razão isto acontece?. porque as cores nos afectam muito mais do que imaginamos e podem mesmo transformar a nossa condição física, intelectual e emocional.

Cada cor possui as suas propriedades distintas de absorção e reflexão.E, quando a luz do dia projecta várias cores, todos os raios são absorvidos e reflectidos nos objectos ou pessoas.

É aqui que entra o papel da "cura" porque muito simplesmente, as diferentes luzes(cores) actuam sobre as energias do corpo. Deste modo algumas actuam mais fàcilmente nas frequências elevadas do cérebro, outras afectam mais as energias do corpo por terem uma frequência mais baixa.

O corpo humano é composto de campos de energia, que incluem luz, calor, magnetismo e som. Por isso podemos recorrer à cor para restituir o padrão de energia que o corpo necessita para equilibrar as áreas afectadas. Estas interagem com o sistema energético e ajudam a estabilizar o corpo físico, mental e espiritual.

Providenciando a cor adequada à área afectada podemos desembaraçar-nos eficazmente de negativismo, toxinas e riscos que afectam a nossa vida e levam ás doenças.

Através da terapia da cor despertamos o adequado fluxo de energia que pode ser ainda complementado com outros tratamentos de vibração eficazes, tais como aromas, cristais, essências ou pedras. Ou ainda praticar meditação com cor.

Cabe a cada um escolher aquelas que mais necessita independentemente de gostar ou não.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Cure-se pelas Cores

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

797 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Teresa Maria Batista gilTeresa Maria Batista Gil

    12-05-2012 às 21:56:19

    gostei muito!

    ¬ Responder

Comentários - Cure-se pelas Cores

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios