Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Crack o vicío da destruição

Crack o vicío da destruição

Categoria: Saúde
Comentários: 1
Crack o vicío da destruição

A bebida alcoólica e o cigarro ainda são as primeiras drogas conhecidas por crianças e adolescentes, seguidas de maconha, cocaína, e crack. Entretanto esse ciclo já é regra, cada vez mais a cocaína e o crack servem de porta de entrada nas drogas para os jovens. O primeiro contado acontece, na maioria das vezes, por volta dos 14 anos e sempre é entre amigos. Sempre o jovem tem necessidade e ansiedade de entrar em determinado grupo e acaba cedendo ao convite dos amigos, para não ficar mal visto, perante os outros como sendo o careta, e com isso é o começo para um túnel muito escuro e longo.

O crack é resultado de uma mistura de cocaína a outras substancias, sua forma é por pedra que são fumadas em cachimbo, ele apresenta um alto poder de vicio, pois sua ação é rápida assim como o efeito estimulante, levando seus consumidores a repetir a dose varias vezes em seguida, e o usuário tem utilizado também o chamado “petilho”, que é a mistura do cigarro com as pedras de crack e o mesclado, que contem maconha e o derivado da cocaína.

Muitos pais se omitem na educação dos filhos que deve começar na infância ensinando sobre como cuidar da saúde e não usar droga e seus males, e efeitos. Os jovens quando estão se envolvendo com algo diferente do que aprenderam em casa, os filhos mudam de comportamento, é como se fosse um grito de socorro por mais cuidado e atenção. Os pais têm que sempre observar seus filhos, o primeiro contato com os entorpecentes, é possível notar hábitos estranhos, como desinteresse pelas atividades cotidianas, agressividade excessiva e perda de peso, isso são sintomas de alerta.

Quando o jovem já este viciado o bom é recorrer para ajudá-lo e toda ajuda é bem vinda, existem os grupos de apoio, atendimento psicológico, acompanhamento de um médico e de uma equipe multidisciplinar faz a diferença na recuperação, em alguns casos podem ser tratados de forma ambulatorial, ou seja, o paciente vai ao hospital diariamente e retornam para casa, outros necessitam de internação. A clínica vai dar os limites que a família não deu, assim como noções de responsabilidade e o mais importante uma religião, pois uma pessoa que tem princípios religiosos dificilmente tende a cair nessa armadilha.

O que esta faltando em primeiro lugar em uma família é a religião, ou melhor, DEUS. O temor a DEUS hoje já não existe como antes. Antigamente nossos pais faziam-nos ir à igreja, e conhecer os dez mandamentos, não matar, não furtar e etc. nos ensinava a orar e ter um temor a DEUS. Já hoje os jovens não orar, não vai à igreja, não entende nada do que é DEUS, por isso é que o mundo está assim, com a violência, e com tantos jovens com ligado a droga, mais ainda a tempo de nos despertar e voltarmos aos nossos valores, para termos uma nova geração de paz.



Waldiney Melo

Título: Crack o vicío da destruição

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 0

786 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Romario Demonerjoyce daniela

    11-11-2009 às 22:27:02

    pessoas sofredoras mais que eu dias seus sonho vao se realiza que Deus possa entra em cada uma dessa casas e faser a deferença e so pedir

    ¬ Responder

Comentários - Crack o vicío da destruição

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet

Ler próximo texto...

Tema: Seguros
Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet\"Rua
Os seguros pela Internet estão a ter cada vez mais procura por parte dos consumidores, especialmente devido ao factor preço, mas também porque as pessoas começam a dominar melhor as ferramentas da Internet e a ter mais confiança nos serviços disponibilizados online.

A grande vantagem de contratar um seguro pela Internet é a possibilidade de conseguir valores muito inferiores aos que conseguiria num mediador de seguros local. Poderá conseguir reduzir o prémio do seu seguro em 50% ou ainda mais. As operadoras de seguros que actuam pela Internet não têm que pagar comissões aos correctores (intermediários) e por isso podem fazer preços mais competitivos. Além disso, poderá também fazer simulações online usando os aplicativos para esse efeito que essas empresas de seguros disponibilizam nos seus sites.

Ao trabalhar com estas empresas não terá que perder tempo em filas de espera nas agências físicas. Todas as operações podem ser efectuadas através da Internet: adesão, alteração de dados, alteração do modelo de seguro, etc., e toda a informação relativa aos seus seguros estará disponível 24 horas por dia na sua conta de cliente.

Para as pessoas que dão grande importância ao contacto pessoal na altura de contratar um serviço, as empresas de seguros pela Internet não são obviamente uma solução, e essa é uma das suas principais desvantagens.

Outra desvantagem é que no caso de haver algum problema terá que ser o próprio cliente a contactar a seguradora e a tratar de tudo que for necessário para a resolução do problema, enquanto se contratar o seus seguros através de um mediador, no caso de haver problemas apenas tem que contactar o seu mediador e será ele a tratar de tudo.

Na minha opinião, para quem percebe o mínimo de Internet e quer poupar dinheiro nos prémios dos seus seguros, obviamente que as seguradoras que actuam pela Internet e telefone (as chamadas low-cost) são sem dúvida a melhor opção.

Se por outro lado, você não domina a Internet e não gosta de se preocupar nem de tratar de papeladas, no caso de ter algum acidente, então o melhor é manter-se em contacto com as agências físicas.

Pesquisar mais textos:

Carlos Vieira

Título:Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet

Autor:Carlos Vieira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Francisco Moreira da Silva 04-10-2014 às 11:37:30

    Passados estes anos o canal de vendas de seguros pela internet tem muito pouca representatividade no nosso mercado. Tudo não passa de muita, mas muita, publicidade. É impossível reduzir o prémio de um seguro automóvel(é neste produto que estas seguradoras mais se tentam afirmar) em 50% ou ainda mais. O consumidor de seguros prefere e procura um profissional que EXPLIQUE OS SEUS SEGUROS. No pós venda são os MEDIADORES PROFISSIONAIS DE SEGUROS que melhor desempenham este importantíssimo serviço ao cliente de seguros, oferecendo níveis de serviço muito superiores ao de qualquer seguradora que venda pela internet! … e sem pagar mais por isso! … Sobre este tema haveria muito mais para falar, termino dizendo: O QUE RENDE É IR FAZER O SEGURO NUM MEDIADOR PROFISSIONAL DE SEGUROS.

    ¬ Responder
  • gil 17-06-2014 às 23:03:37

    tontarias , nao vale de nada , treta...

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    29-05-2014 às 16:28:35

    Os seguros pela internet precisam ser bem pesquisados, pois há muitas fraldes. O melhor é receber indicação de alguém que já use o serviço.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios