Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Mobiliário > Colchões de água

Colchões de água

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Mobiliário
Visitas: 2
Comentários: 7
Colchões de água

O colchão de água já existe há três mil anos desde os persas que o usavam para dormir. No entanto ele vai sofrendo transformações ao longo do tempo nos seus materiais para um melhor conforto e durabilidade. Foi criado por Willim Hooper (médico britânico) que foi o primeiro a aproveitar o princípio do deslocamento para colocar os pacientes num estado de flutuação.

A Inglaterra foi o primeiro país a comercia-lo tendo colocado como produto de série devido aos seus inúmeros benefícios.

Nos anos 60, nos EUA (S.Francisco) estudantes procuraram melhoramentos adequados para sentar e deitar seres humanos com conforto. Pegaram num saco de sentar chamado puff, o qual era enchido com bolas de esferovite e encheram-no com membranas de plástico, as quais viriam a ser cheias de água. No entanto esta cadeira não permitia colocar água á altura do pescoço, dando assim origem ao colchão.

Com o tempo foi melhorando e aperfeiçoando e implantou-se nele vinil macio, que permite maior durabilidade e qualidade nos colchões, evita a perda de plastificantes e a redução de metais pesados na sua produção.

Por outro lado aperfeiçoou as técnicas de soldagem (em alta frequência) e a produção de elétrodos de solda que torna mais durável as costuras do produto.

Atualmente o colchão é muito mais aperfeiçoado de modo que o calor da água dentro do colchão mantido por um termóstato automático, fornece um ambiente muito confortável do sono.

É aconselhado para vários problemas de saúde pois é um colchão terapêutico, nomeadamente para libertação de insónias, facilita um adormecer rápido e sem a ajuda de medicamentos.

È ideal para o bem - estar e conforto e muito benéfico para mulheres grávidas que podem dormir de barriga para baixo e reduzir a pressão que o útero faz sobre a aorta.

As flutuações reduzem as dores das queimaduras devido à ondulação e a um flutuar sem peso.

Beneficiam muito das suas propriedades os paraplégicos, pessoas com lesões na medula espinal, geriatria, acamados e inválidos.

Estes colchões são muito usados nos hospitais europeus e na Austrália devido á sua grande ajuda terapêutica nos doentes. No entanto há muitas pessoas sem problemas que os adquirem porque são fáceis de limpar, basta um produto próprio. Como os colchões tradicionais acumulam pó e ácaros deve optar-se por um colchão com forra ante alérgico e ante ácaros para evitar as incómodas alergias. O colchão de água é uma boa solução e existe em vários modelos e versões. Pode inclusive ser comprado numa loja online.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Colchões de água

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 2

793 

Imagem por: UggBoy ( have fun doing it )

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 7 )    recentes

  • SophiaSophia

    19-04-2014 às 22:31:06

    A Rua Direita agradece pelo texto tão bom e útil!

    ¬ Responder
  • Edilleny

    30-10-2013 às 11:01:44

    Ainda está à venda, quanto?

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãocristina

    22-10-2012 às 22:01:35

    eu tenho dois colchões de agua na caixa o colchão e queen não sei o que fazer com eles, se alquem se entereçar em comprar

    ¬ Responder
  • vanessa

    15-04-2013 às 14:50:52

    preciso de um colchao para o meu marido q acabou d ficar parapleico mais n tenho condicoes d pagar muito caro por quanto esta vendendo

    ¬ Responder
  • Leandro

    12-12-2012 às 17:02:14

    Olá Cristina, pena que no Brasil as medidas da cama são diferentes. Por quanto venderia ?

    ¬ Responder
  • MariaMaria

    20-02-2012 às 14:51:27

    boa tarde. gostaria de saber se poderei dormir em colchão dágua, vez que sinto uma pressão na lombar?
    tenho as vértebras intactas e bom espaçamento entre elas, apenas, necessito fortalecer os músculos lombares.
    ajudaria a postura para aliviar a tensão,
    ou afundaria como nos outros colchões?
    grata.
    existem lojas para um teste drive?
    grata.

    ¬ Responder
  • RolfRolf

    12-02-2012 às 12:59:09

    Quem esta oferecendo uma colchão de aqua no Brasil? Os links nem tem este produto para oferecer. Dormimos tal bem na Europa e queremos comprar um colchão no Brasil

    ¬ Responder

Comentários - Colchões de água

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios