Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > 7 Tropeços Que Os Ricos Não Fazem

7 Tropeços Que Os Ricos Não Fazem

Categoria: Empresariais
7 Tropeços Que Os Ricos Não Fazem

1) Trabalhar onde mora, dorme ou deveria descansar
Separe os ambientes de trabalho – designe um lugar para trabalhar e somente
trabalhar – ou você nunca conseguirá escapar do trabalho;

2) Não realizar uma análise 80/20 detalhada a cada duas ou quatro semanas,
tanto para vida pessoal quanto profissional;

3) Buscar a perfeição infinita em vez de buscar o "ótimo" ou simplesmente o
"bom o bastante", seja em sua vida pessoal ou sua vida profissional
Reconheça que esta é normalmente outra desculpa de trabalho pelo trabalho. A
maior parte dos esforços é como aprender um idioma: estar correto 95% do tempo
requer seis meses de esforço concentrado, enquanto estar correto 98% do tempo
requer 20-30 anos. Foque-se no "ótimo" para algumas coisas e no "bom o bastante"
para o resto. Perfeição é um bom ideal e uma direção a se ter, mas reconheça o que
ela é: um objetivo inalcançável.

4) Usar minúcias e pequenos problemas fora de proporção como uma desculpa
para trabalhar;

5) Tornar urgentes as tarefas que não possuem prazo para justificar o trabalho;
Concentre-se na sua vida fora de suas contas bancárias por mais assustador que possa ser no começo. Se você não conseguir encontrar objetivo em sua vida, é sua responsabilidade como ser humano criá-lo, seja realizando sonhos ou encontrando um trabalho que lhe dê objetivos e valores próprios – idealmente, será uma combinação de ambos;

6) Encarar um produto, emprego ou projeto como o objetivo final e o todo de
sua existência
A vida é curta demais para desperdiçá-la, mas também é longa demais para ser
pessimista ou niilista. O que quer que você esteja fazendo agora, isso é só um passo
para o próximo projeto ou aventura. Qualquer solavanco que você sofra pode tirá-lo
do que está fazendo. Dúvidas não são mais do que um sinal de que uma ação de
algum tipo é necessária. Quando estiver em dúvida, ou exausto, faça uma pausa e
avalie do ponto de vista do 80/20, suas atividades e relacionamentos tanto pessoais
quanto profissionais;

7) Ignorar as recompensas sociais da vida
Cerque-se de pessoas sorridentes e positivas que não tenham nada a ver com seu trabalho. Se puder, não viva sua vida sozinho, tenha pessoas legais ao seu redor. A
felicidade é compartilhada na forma de amizade e o amor é a felicidade multiplicada.


Vicente Silva

Título: 7 Tropeços Que Os Ricos Não Fazem

Autor: Vicente Silva (todos os textos)

Visitas: 0

447 

Comentários - 7 Tropeços Que Os Ricos Não Fazem

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios