Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Não construa sua carreira com base no dinheiro

Não construa sua carreira com base no dinheiro

Categoria: Empresariais
Visitas: 2
Comentários: 1
Não construa sua carreira com base no dinheiro

O que você vai ser quando crescer?

Médico, professora, astronauta, bombeiro, jogador de futebol, quem nunca fez essa pergunta? E quem nunca ouviu essas respostas de uma criança?

Essa é uma pergunta que fazemos as crianças, que ainda estão formando sua concepção, de identidade, ela responderá baseada, normalmente em seus ídolos.

Que são as figuras que ela admira o pai, a mãe, a tia da escola, o craque do futebol, nas brincadeiras é onde ela vai representar suas escolhas, ou seja, o que escolheu pra ser quando crescer.

Mas será que ela vai mudar de opinião ao longo do seu crescimento? Sim muitas irão. É raros os indivíduos que crescem e se tornam aquilo que sempre desejaram.

Mas porque isto acontece, na adolescência, não se tem ainda definido, qual carreira professional seguir, a família neste caso, exerce grande influência, sobre qual Professional o jovem deve seguir. Na sua maioria a família deseja que o jovem siga a carreira dos pais, ou que opte por profissões lucrativas.

Se o jovem ainda não tem uma opção definida, acaba atendendo aos desejos familiares, de tradição e lucratividade.

Alguns acabam seguindo de bom grado, os desejos alheios ao seu, e se destacam, porém outros não seguem os seus desejos, e abandonam a faculdade no meio, vivem trocando de emprego, pois não se sentem satisfeitos com a escolha que fizeram.

Ou se o fazem, só por obrigação ou pelo dinheiro, da mesma forma se sentem frustrados, infelizes.

Como fazer? Qual escolha é melhor, fazer o que gosta e talvez não ganhar muito, ou fazer o que não gosta e ganhar muito?

Eis um conflito que muitos passam, neste momento é preciso avaliar a situação, há sempre uma maneira de unir o útil ao agradável.

A realidade é que devemos trabalhar não se pode fugir muito disso, quando não se tem muitas escolhas, e o que resta é executar um trabalho ao qual não se gosta, e vise só o lucro financeiro, acaba-se ficando preso ao dinheiro, claro que se deva trabalhar pelo dinheiro, mas ficar aprisionado a ele, não é a solução, procure estabelecer para si momentos de prazer, onde possa fazer aquilo que realmente gosta, enquanto não possa estar fazer totalmente aquilo que realmente se gosta.

Ao estar proporcionando a si momentos de satisfação e de motivação para realizar, seu trabalho com mais ânimo e disposição, sem ficar precisar ficar escravo do dinheiro.


Sheila Leite

Título: Não construa sua carreira com base no dinheiro

Autor: Sheila Leite (todos os textos)

Visitas: 2

614 

Imagem por: purpleslog

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    09-07-2014 às 19:51:30

    Concordo 100%! Enquanto estivermos pensando apenas no dinheiro, ele fugirá de nós. Nossa carreira deve ser em proporcionar melhor qualidade às pessoas. Mudemos o foco!

    ¬ Responder

Comentários - Não construa sua carreira com base no dinheiro

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: purpleslog

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios