Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Máscara caseira para hidratação

Máscara caseira para hidratação

Categoria: Beleza
Comentários: 1
Máscara caseira para hidratação

Para que a pele tenha maciez, brilho e luminosidade natural, é preciso que esteja bem hidratada. Uma pele hidratada, tem mais elasticidade e sua capacidade de proteção fica mais fortalecida, oferecendo maior resistência as intempéries da natureeza, como o frio e o calor.

Quando a pele está pouco hidratada, ela sofre ressecamento e fica quebradiça, ou seja; descama, fica áspera devido ao ressecamento, podendo inclusive enrugar com maior facilidade por falta de hidratação.

Hidratar a pele começa pela boca, isso mesmo; pela boca através da ingestão de líquidos, ao menos dois litros d'agua por dia. Falando assim, parece uma grande quantidade mas não é, com apenas dez copos simples por dia, já se obtém a quantidade de aproximadamente dois litros, trata-se de uma hidratação de dentro para fora, pois só a utilização de cremes não é suficiente. O uso do protetor ou bloquedor solar, é importantissimo, os efeitos do sol sobre a pele causam danos como o envelhecimento e a descamação. Claro que se pode ir à prai ou frequentar piscina, não vamos ver o sol como um vilão mas, sempre lembrando de usar protetor solar e tomar sol apenas nos horários recomendado.

O tratamento de hidratação, nem sempre tem alto custo e pode-se começar em casa com o uso de máscara caseira.

Inicie a aplicação da máscara limpando a pele, sempre antes de qualquer aplicação, a pele tem de estar limpa. Lave o rosto com sabão neutro para não alterar o ph da pele, depois, faça uma esfoliação para ajudar a esfoliar. Essa esfoliação pode ser feita com fubá, colocando um punhado de fubá em uma tigela e mistura-lo com água, fazendo um tipo de mingau grosso e com o auxílio de uma gaze limpa e nova, ir passando em movimentos circulares. Se preferir uma esfoliação um pouco mais forte, basta acrescetar à mistura, um poco de açucar, enxaguar e aplicar a máscara. Essa máscara caseira pode ser de suco de dois tomates, bata os tomates no liquidificador sem água, se desejar, acrescente iogurte natural e mel, passe esse creme no rosto e descace de dez a vinte minutos, depois remova com água fria, aplicar duas vezes na semana.

É bom evitar os banhos muito quentes mesmo no inverno, a água muito quente resseca a pele e tira o brilho.

Esse tratamento caseiro para hidratação é simples e quando aliado a medidas de prevenção como o uso do protetor solar e ingestão de líquidos, ajudam a manter a pele saudável.


Sílvia Baptista

Título: Máscara caseira para hidratação

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 0

786 

Imagem por: Pink Sherbet Photography

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAdriana dos Santos da Silva

    13-09-2012 às 18:28:03

    Muito boa a dica da colega. Essa máscara feita regurlamente causam efeito enorme. Podem mudar aparência de sua pele. Mas o infalível mesmo é a boa alimentação e o consumo de muita água. Isso hidrata a pele, sem contar os milhões de benefícios que ela causa em todo o nosso corpo. Usava muito protetor solar quando trabalhava, mas hoje em dia como fico em casa, preciso hidratar principalmente os cotovelos, pois estão ásperos demais.

    ¬ Responder

Comentários - Máscara caseira para hidratação

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios