Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Automóveis > Desportivos Clássicos – Toyota AE86

Desportivos Clássicos – Toyota AE86

Categoria: Automóveis
Visitas: 8
Comentários: 17
Desportivos Clássicos – Toyota AE86

Por este nome talvez não o reconheça, mas se disser Corolla dificilmente não há quem não se recorde deste desportivo nipónico dos anos 80.

Também conhecido por Hachi-Roku, que significa oitenta e seis em Japonês, este carro tornou-se bastante popular através da sua aparição numa manga japonesa de nome Initial D, sendo também famoso por ser o último coupé pequeno de tracção traseira.

Bastante popularizado nas exibições de perícia automóvel e corridas, este desportivo era, sobretudo, o rei das descidas em drift (sliding), que o celebrizou nas corridas japonesas nas montanhas, chamadas de hashiriyas. Era um carro leve, potente, facilmente adaptável e equilibrado e foi com este carro que Keiichi Tsuchiya se sagrou o rei do drifting – ainda hoje o Corolla arrecada aplausos nas corridas de drifting pela sua forma de curvar.

Esta é uma das razões que fizeram com que este carro fosse incluído no popular jogo de consola Gran Turismo, o que aumentou o seu preço actual de revenda.

Já agora, sabia que Corolla significa a coroa da flor?


Rua Direita

Título: Desportivos Clássicos – Toyota AE86

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 8

766 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 17 )    recentes

  • Pedro gil FerreiraPedro gil Ferreira

    08-10-2012 às 10:30:21

    Os carros desportivos são mais bonitos do que os outros. Quem gosta de fazer desporto com carros vale a pena apostar num carro clássico desportivo Toyota AE86.Trata-se sem dúvida de uma marca conceituadíssima e bastante atrativa à vista. Os toyotas são velozes, têm um motor a cem por cento e o seu design é belíssimo.

    ¬ Responder
  • Ruben GonçalvesRuben Gonçalves

    07-10-2012 às 03:23:59

    É bastante interessante pensar como os videojogos e filmes podem influenciar o mercado nos mais variados sectores. Pessoalmente prefiro pensar no Toyota Corolla como um carro que deixou marca pelas suas características inovadoras e novas implementações que trouxe á industria automóvel e talvez por esse motivo tenha sido usado em jogos e filmes.

    ¬ Responder
  • Ruben GonçalvesRuben Gonçalves

    07-10-2012 às 03:23:48

    Na competição este é também um carro que tem vindo a deixar a sua marca em várias provas. Efetivamente é extraordinária a forma como este carro domina as curvas, permitindo obter tempos records e ao mesmo tempo um espetáculo deslumbrante para o amantes de corridas de automóveis.

    ¬ Responder
  • Ruben GonçalvesRuben Gonçalves

    07-10-2012 às 03:23:37

    Este é certamente um dos carros que conseguiu acompanhar o passar dos anos da melhor forma, tanto a nível de condução e design como a nível de consumos. O Toyota Corolla tem ótimos resultados nos níveis de consumo, tendo em conta que é um modelo desportivo. Este facto deve-se á sua eficácia no aproveitamento de combustível e no seu peso reduzido. O ambiente agradece e a nossa carteira também.

    ¬ Responder
  • Ruben GonçalvesRuben Gonçalves

    07-10-2012 às 03:23:26

    A mecânica do Toyota Corolla é extremamente consistente, desenvolvido para permitir o acesso a uma condução desportiva a um preço razoável, sem deixar de lado a qualidade de engenharia marcada por uma tração extremamente eficiente e uma excelente relação potencia e peso. É efetivamente um carro de qualquer um vai gostar de conduzir.

    ¬ Responder
  • Ruben GonçalvesRuben Gonçalves

    07-10-2012 às 03:23:14

    O Toyota Corolla foi sem dúvida alguma um carro bastante avançado para a época em que foi concebido. Um desportivo bastante eficiente, rápido e económico a um preço muito acessível, o que mais podemos querer de um carro? Sim é verdade, o design. O Toyota Corolla corresponde tanto aerodinamicamente como esteticamente a uma referencia no mundo automóvel.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    03-10-2012 às 17:28:45

    As corridas de carros sempre foram e ainda são muito apreciadas por muitas pessoas.No entanto elas exigem carros próprios para elas, bem desportivos e rápidos.Um modelo apreciado e muito bonito em design é o toyota AE86, especialmente na cor vermelha ou branca.

    ¬ Responder
  • Wallace RandalWallace Randal

    02-10-2012 às 20:57:33

    Boa Tarde! Fico muito impressionado com a quantidade de conhecimento que podemos adquirir passando alguns minutos do nosso dia visualizando as publicações contidas aqui. Achei incrível seu texto, mais uma vez os japoneses nos surpreendem com um com a incrível jogada de marketing colocando este desportivo em um anime, alias forma muito popular de animação no Japão, assim com a alta procura facilmente preços se elevam. Um Abraço e Boa Tarde!

    ¬ Responder
  • Wallace RandalWallace Randal

    02-10-2012 às 20:57:24

    Boa Tarde! Fico muito impressionado com a quantidade de conhecimento que podemos adquirir passando alguns minutos do nosso dia visualizando as publicações contidas aqui. Achei incrível seu texto, mais uma vez os japoneses nos surpreendem com um com a incrível jogada de marketing colocando este desportivo em um anime, alias forma muito popular de animação no Japão, assim com a alta procura facilmente preços se elevam. Um Abraço e Boa Tarde!

    ¬ Responder
  • Lucas SouzaLucas Souza

    01-10-2012 às 18:59:07

    Belo carro o Toyota Corolla, muito espaçoso, bonito e sofisticado. Aqui no Brasil sempre se vê alguns pela rua, o pessoal gosta bastante dele. Ele tem bastante estilo, passa uma imagem de poder e modernidade para o piloto que o está dirigindo. Esse mais antigo mencionado na matéria eu não conhecia, mas por ser da Toyota, fabricante de confiança, deve ser um bom automóvel também. Gostei bastante de conhecer sobre esse modelo da Toyota, parabéns!

    ¬ Responder
  • Lucas SouzaLucas Souza

    01-10-2012 às 18:59:05

    Belo carro o Toyota Corolla, muito espaçoso, bonito e sofisticado. Aqui no Brasil sempre se vê alguns pela rua, o pessoal gosta bastante dele. Ele tem bastante estilo, passa uma imagem de poder e modernidade para o piloto que o está dirigindo. Esse mais antigo mencionado na matéria eu não conhecia, mas por ser da Toyota, fabricante de confiança, deve ser um bom automóvel também. Gostei bastante de conhecer sobre esse modelo da Toyota, parabéns!

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    01-10-2012 às 06:18:55

    A Toyota é uma marca sinônimo de confiabilidade e qualidade quando se refere aos seus carros.Aqui no Brasil o Toyota Corolla é muito bem vendido e no japão é um carro bem popular e nos Estados Unidos é a marca campeã de vendas.Esse modelo esportivo que a Toyota lançou nos anos 80 fez a alegria dos aficionados pelo drift, uma modalidade de corrida automobilística muito popular no japão.Realmente é um esportivo clássico da Toyota

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    26-09-2012 às 13:42:39

    Há muita gente que aprecia e compra carros esportivos.Na verdade eles são muito bonitos e correm a uma velocidade impensável nos outros.Apesar de haver muitas marcas de carros depotivos, o Toyota AE86 é um dos top mais apreciados, pelo seu design e alta competição que proporciona aos despotistas de carros.

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    25-09-2012 às 17:07:35

    Me arramo em automóveis grandes e enormes. Dá uma sensação de poder, você parece que se encontra em um avião de tão silenciosos que é. Carros clássicos sempre foram também a minha admiração, então quando vejo um deles em minha direção, fico beem empolgada, confesso. Possui diversas vantagens para o motorista e passageiros, com certeza muitas pessoas desejariam ter uma Toyota AE86. Parabéns pelo texto, adorei.

    ¬ Responder
  • André BelacorçaAndré Belacorça

    24-09-2012 às 18:13:29

    Não é incrível nem deixa de ser, este clássico lindo nunca deixará de passar de moda, é recordado por muita gente, de bons motivos certamente, quem não gosta de apreciar esta linda carroçaria clássica? Dá inveja a muitos e muitos que por aí andam.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    24-09-2012 às 16:13:18

    Os carros desportivos não são os meus favoritos, sendo no entanto admiradora de carros clássicos, como o mítico Rolls Royce. Cada pessoa escolhe os seus carros tendo em conta as características que mais aprecia, sendo que no meu caso a rapidez não é uma delas, ou pelo menos não aquela à qual atribuo maior. Ao contrário, prefiro carros de porte médio, com um design interessante, aliado a algum conforto e um consumo de combustível baixo.

    ¬ Responder
  • andréandré

    29-10-2011 às 19:31:15

    meu amigo, post excelente mas hachi-roku significa "oito sei" e nao "oitenta e seis".
    oitenta e seis diz-se hachijuu roku

    ¬ Responder

Comentários - Desportivos Clássicos – Toyota AE86

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios