Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Automóveis > Carro é o meio de transporte de maior utilidade

Carro é o meio de transporte de maior utilidade

Categoria: Automóveis
Visitas: 1.159
Comentários: 9
Carro é o meio de transporte de maior utilidade

O automóvel é um meio de transporte mais aquecível para o homem e de maior utilidade no dia a dia.

O automóvel veio para facilitar a locomoção e diminuir o tempo, e nos dar certo conforto.

A invenção, e a criação do automóvel foram, e é na realidade uma prioridade hoje em nossas vidas. A indústria de automóvel produz automóvel para nos auxiliar no deslocamento do nosso dia a dia e é um bem de maior importância e necessidade.

O automóvel hoje representa para muitos um símbolo uma teoria de necessidade.

A indústria de automóvel já percebeu que os veículos podem ter maior ou menor procuração dependendo de sua aparência, um carro mais bonito requer mais venda e obvio o preço sobe.

Com o aumento da população do mundo, a redução de custos de uma produção e a revolução de materiais com técnica da fabricação inova a frota a cada ano.

E com isso o crescimento dos automóveis que nos trás mais poluição ouditiva.

Mais congestionamento e muitos acidentes, coisas que as indústrias não estão nem um pouco preocupadas e com isso a grande disputa entre os fabricantes de
Outomóvel, eles investe milhões de dólares por ano, na tentativa de oferecer ao usuário ou a população um produto melhor e de mais qualidade.

O automóvel é um veiculo motorizado, que geralmente é destinado ao transporte De passageiros, de cargas e mercadoria, os veículos podem ser gerados a
álcool, gasolina, gás, diesel e biodiesel.

Os carros de hoje são muito diferentes dos carros de antigamente, hoje o automóvel possui características como: conforto, rapidez e segurança além de ser silencioso.

Nos últimos anos o automóvel vem passando por inúmeras mudanças e estas torna-se cada vez mais cobiçada por grande parte dos consumidores, e todo o processo de fabricação gera milhões de emprego em todo o mundo e movimenta
bilhões de dólares, gerando lucro para as multinacionais que fabricam.

Assim como a humanidade deixou o aspecto simiesco, o carro foi perdendo a sua semelhança com as carruagens.

E hoje o carro tem vários modelos, varias marcas, depende de seu gosto e de seu bolso, devemos ter cautela na hora de comprar um, carro ele é como um filho temos que ter cuidado sempre, ter uma revisão, olhar como esta o óleo, nível da água e etc.

Carro tem que ser econômico, estamos vivendo em dias difíceis e o dia a dia de sua manutenção não é fácil temos que ser cauteloso.

E bom sempre lembrar que temos que esta sempre trocando, carro quanto mais tempo em nossa mão é muito mais gastos que temos, suas peças vão se desgastando e com isso mais dinheiro sai do nosso bolso.

Diz o ditado quanto mais novo melhor é.



Waldiney Melo

Título: Carro é o meio de transporte de maior utilidade

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 1.159

780 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 9 )    recentes

  • SophiaSophia

    22-04-2014 às 16:22:46

    Os carros antigamente eram apenas para as pessoas de alto padrão social, hoje ele é uma necessidade e não um luxo. Com a massa de carros nas vias, isso acarreta grande congestionamento, mesmo porque a infraestrutura de alguns lugares não se prepararam para o seu aumento drástico. É necessário evoluir juntamente com a aquisição deles.

    ¬ Responder
  • Daniela Lima dos Santos

    29-01-2013 às 07:59:17

    voces são burros

    ¬ Responder
  • maria tereza

    02-10-2012 às 22:31:56

    eu não gostei eu pesquisei uma coisa e apareceu um texto que só fala que O automóvel é um veiculo motorizado, que geralmente é destinado ao transporte De passageiros, de cargas e mercadoria, os veículos podem ser gerados a
    álcool, gasolina, gás, diesel e biodiesel.

    ¬ Responder
  • rikinharikinha

    05-08-2011 às 14:27:13

    adoro carro

    ¬ Responder
  • eliveltonelivelton

    24-04-2012 às 15:02:42

    boooa ajudoo muitoo no meu trabalhoo de hiistóriia ;D

    ¬ Responder
  • mestre da kulinariamestre da kulinaria

    25-03-2011 às 11:15:08

    odeio os automoveis da puta da tua mae

    ¬ Responder
  • Maa!Maa!

    04-11-2009 às 13:50:27

    Caaaroo é uma porcaria e bom ao mesmo tempo pqe ele poluii o arr!

    ¬ Responder
  • Paulo Cássio Peixotocaroline

    08-10-2009 às 19:57:03

    euuu adorooo esse carooo

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoValdenir

    17-03-2009 às 01:13:01

    Estou a viver no Brasil há mais de um ano e ainda ando a pé. Nem novo nem em segunda mão consegui comprar um automóvel. Apanho carona todos os dias para o trabalho.

    Está crise, mas continuo acreditar que um dia vou ter um autómovel.

    ¬ Responder

Comentários - Carro é o meio de transporte de maior utilidade

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios