Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Imóveis Venda > Quer vender a sua casa? Nós ensinamos-lhe a torná-la mais atractiva…

Quer vender a sua casa? Nós ensinamos-lhe a torná-la mais atractiva…

Categoria: Imóveis Venda
Visitas: 2
Comentários: 1
Quer vender a sua casa? Nós ensinamos-lhe a torná-la mais atractiva…

É cada vez mais difícil conseguir vender casas, não só pela crescente oferta do mercado imobiliário, mas também pela falta de dinheiro por parte dos potenciais compradores. Em média uma casa fica cerca de 200 dias à venda e a decisão de comprar é logo tomada nos primeiros 90 segundos da visita, como tal é mesmo imprescindível torná-la atractiva. Assim, como uma boa decoração “enche o olho” aposte logo em ter boas fotografias. Se quer fazer algum tipo de obras, as mais valorizadas são feitas na casa de banho e cozinha. Acabe com as manchas de bolor e de humidade e repare rachas, optando para tal por uma cor neutra. Arranje as canalizações e os quadros eléctricos. Tenha sempre em atenção pequenos pormenores, como por exemplo, coloque maçanetas e puxadores mais modernos. Se tiver torneiras avariadas, tomadas partidas, portas empenadas e estores também com problemas, trate de consertar tudo, afinal são arranjos menores mas que acabam por ter grande impacto.

No dia em que vai ser feita a visita, é impreterível ter em conta as seguintes indicações:
- Arranje uma entrada triunfante, nem que para isso tenha que comprar um tapete novo ou um arranjo floral, não se esqueça que a impressão inicial é a mais válida;

- Tenha a casa com espaço, ou seja, evite ter tudo atravancado, já que fará a casa parecer mais pequena;

- Não tenha à vista demasiados objectos pessoais, porque dificulta a imaginação do comprador a imaginar-se a viver nesse espaço;

- Faça uma limpeza a fundo, contratando mesmo uma empresa especializada caso não se sinta com capacidades para tal. Na cozinha acabe com a gordura, na casa de banho livre-se do calcário, lave janelas e calhas na casa toda;

- Meta a casa a arejar por um tempo, de modo a despistar possíveis cheiros que possa ter. Mas também não abuse nos incensos nem nos ambientadores. Apetecível é se tiver acabado de fazer um bolo, o que torna a casa mais pessoal;

- Tenha os armários e roupeiros limpos e arrumados de forma a dar uma noção real do espaço disponível;

- É imprescidivel que a casa tenha luz, por isso se conseguir marcar a visita para uma hora favorável à luz natural, melhor, senão acenda todas as lâmpadas e abra as cortinas;

- Se os seus vizinhos costumam ser barulhentos, evite fazer a visita numa altura em que eles estejam em casa;

- Convém estar apenas uma pessoa em casa para evitar distracções e nunca se esqueça de mencionar as vantagens de viver na zona, tais como, farmácia, escola, posto de saúde…

- Se tiver jardim ou varanda, disponha uma mesa e cadeiras no exterior, algo que faça a pessoa imaginar-se a relaxar ali;

- Mas mais importante de tudo, decida a ordem da visita mais favorável, começando sempre pelo melhor espaço para criar um maior impacto. No fim da visita guiada, convide o comprador a visitar a casa sozinho, para poder ver tudo em maior pormenor.

Com tudo isto organizado, só lhe resta esperar pela decisão, mas acredite que se seguiu estas dicas, mais depressa vai estar em mudanças…



Catarina Guedes Duarte

Título: Quer vender a sua casa? Nós ensinamos-lhe a torná-la mais atractiva…

Autor: Catarina Guedes Duarte (todos os textos)

Visitas: 2

626 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    06-05-2014 às 18:14:15

    Às vezes, passa-se anos para vender uma casa. É bom sempre adquirir essas dicas, vai que dá certo alguma delas. Obrigada!

    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Quer vender a sua casa? Nós ensinamos-lhe a torná-la mais atractiva…

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Penumonia, as suas causas, sintomas e tratamento

Ler próximo texto...

Tema: Saúde
Penumonia, as suas causas, sintomas e tratamento\"Rua
A pneumonia é uma infecção bacteriana ou viral dos pulmões. Os sintomas podem incluir febre, calafrios, falta de ar, tosse que produz fleuma e dor no peito. Geralmente, a pneumonia pode ser tratada com sucesso em casa com antibióticos, mas alguns casos podem exigir hospitalização e podem resultar em morte. Vacinas estão disponíveis contra alguns dos agentes infecciosos mais comuns que causam pneumonia.

Causas de pneumonia
A pneumonia é uma infecção das bolsas de ar nos pulmões, sendo causada por bactérias, vírus ou, raramente, fungos. A maioria dos casos de pneumonia são causados por bactérias, mais comumente Streptococcus (doença pneumocócica), mas a pneumonia viral é mais comum em crianças.
 
Qualquer pessoa pode desenvolver pneumonia, mas alguns grupos estão em maior risco. Estes incluem:
- Bebês e crianças pequenas, particularmente aqueles nascidos prematuramente
- Pessoas que tiveram uma infecção viral recente, como um resfriado ou gripe
- Fumantes
- Pessoas com condições pulmonares crônicas, como asma, bronquite ou bronquiectasias
- Pessoas com sistema imunológico enfraquecido
- Pessoas que bebem álcool em excesso
- Pacientes hospitalizados
- Pessoas que tiveram problemas de deglutição ou tosse após um acidente vascular cerebral ou outra lesão cerebral
- Pessoas com 65 anos ou mais.
A pneumonia pode desenvolver-se quando uma pessoa respira as pequenas gotículas que contêm pneumonia, mas também pode ocorrer quando bactérias ou vírus que estão normalmente presentes na boca, nariz e garganta, entram nos pulmões.

sinais e sintomas de pneumonia
A pneumonia viral tende a desenvolver-se lentamente ao longo de vários dias, enquanto que, geralmente, a pneumonia bacteriana desenvolve-se rapidamente, muitas vezes ao longo de um dia.
A maioria das pessoas que desenvolvem pneumonia, inicialmente, têm uma infecção viral, como um resfriado ou gripe, que produz sintomas como dor de cabeça, dores musculares e febre. Se uma pneumonia se desenvolver, geralmente, os sintomas incluem:
- Febre alta
- Calafrios
- Falta de ar
Aumento da frequência respiratória
- Uma tosse que piora e que pode produzir escarro descolorido ou sangrento (fleuma)
- Dores no peito causadas pela inflamação da membrana que reveste os pulmões.

Em bebês e crianças, os sintomas podem ser menos específicos e podem não mostrar sinais claros de uma infecção no peito. Comumente eles terão uma febre alta, podendo parecer muito indispostos e tornarem-se letárgicos, mas eles também podem produzir uma respiração barulhenta e apresentar dificuldade para se alimentarem.
 
Também é possível que a pele, lábios e unhas se possam tornar-se azulados. Este é um sinal de que os pulmões são incapazes de fornecer oxigênio suficiente para o corpo. Se isso ocorrer, é vital procurar assistência médica imediatamente.

Diagnóstico para pneumonia
Se houver suspeita de pneumonia, é importante procurar atendimento médico com prontidão para que um diagnóstico preciso e um tratamento adequado possam ser implementados.

O médico poderá obter um histórico médico e realizar um exame físico. Durante o exame, o médico ouvirá o tórax com um estetoscópio. Respiração grosseira, sons crepitantes, sibilos e sons respiratórios reduzidos numa determinada parte dos pulmões podem indicar pneumonia.
Geralmente, para confirmar o diagnóstico, realiza-se uma radiografia de tórax. O raio-X mostrará a área do pulmão afetada pela pneumonia. Também podem ser efectuadas análises ao sangue e uma amostra do escarro pode ser enviada para um laboratório para realização de testes.

Tratamento de pneumonia
A maioria dos casos de pneumonia podem ser tratados em casa. Entretanto, bebês, crianças e pessoas com pneumonia grave podem precisar de ser internados num hospital para tratamento.
Geralmente, a pneumonia é tratada com antibióticos, mesmo que exista suspeita de pneumonia viral, já que também pode haver um grau de infecção bacteriana. O tipo de antibiótico utilizado e a forma como será administrado serão determinados pela gravidade e causa da pneumonia.
Se a pneumonia puder ser tratada em casa, geralmente, o tratamento inclui:
- Antibióticos, administrados por via oral sob a forma de comprimidos ou líquidos
- Medicamentos para alívio da dor
- Paracetamol para reduzir a febre
- Descansar

Se for necessário tratamento hospitalar, gerlamente, o tratamento inclui:
- Antibióticos administrados por via intravenosa
- Terapia de oxigênio, para garantir que o corpo receba o oxigênio de que precisa
- Fluidos intravenosos, para corrigir a desidratação ou se a pessoa estiver muito indisposta para comer ou beber
- Fisioterapia, para ajudar a limpar o escarro dos pulmões.

Pesquisar mais textos:

José Antunes

Título:Penumonia, as suas causas, sintomas e tratamento

Autor:José Antunes(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios