Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Trilhas ecológicas: mais do que apenas entretenimento

Trilhas ecológicas: mais do que apenas entretenimento

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Viagens
Comentários: 1
Trilhas ecológicas: mais do que apenas entretenimento

Aventure-se de corpo e alma numa trilha ecológica.
Sempre próximos a nós há várias demandas de passeios neste estilo. Porém é importante observar que, ao realizarmos este percurso, estamos nos deparando com uma sala de aula viva, tendo a oportunidade de explorá-la ao máximo. O que garantirá, sem dúvida, momentos de entretenimento, mas, sobretudo, de aprendizagem e contato com a natureza que infelizmente não estamos mais tendo devido ao nosso meio de vida moderno.

Esta aventura não se limita a nenhuma faixa etária exclusiva. Há opções de passeios ecológicos para crianças, para aventureiros mais radicais ou para a terceira idade. O importante é sair da comodidade e partir para uma interação com o meio ambiente. Existem trilhas que passam por chapadas, outras por cachoeiras, outras simplesmente por passeios nas matas, sempre valorizando o relevo e a hidrografia do local. As paisagens são sempre indescritíveis, o ar puro e a integração social e ambiental intensas.

Alguns aventureiros usam as trilhas para praticar esportes radicais como rappel, mountain bike, escalada entre outros. Para estes, muitos atletas, as trilhas são ainda mais prazerosas, pois estes esportes estão diretamente ligados à natureza, apesar de estarem sendo adaptados à vida moderna, em clubes ou estádios. Vemos paredões de escalada, pistas de ciclismo, mas nada se compara à prática no ambiente natural.

É importante lembrar que não é aconselhável se aventurar numa trilha sozinho ou sem a companhia de um guia com vasto conhecimento do local pelo qual se vai passar. Dependendo do lugar, as mudanças climáticas afetam o curso da caminhada, tendo que os aventureiros utilizarem caminhos alternativos. Para um passeio tranquilo, além do guia também são necessários alguns instrumentos básicos para o bem estar nesta caminhada. Garrafa de água é imprescindível, alimentação leve, vestimentas confortáveis e claras, roupas de banho e toalha, bonés ou chapéus, pouco peso na mochila, sacos de lixo, celular, canivete, fósforo ou isqueiro, botas ou tênis, kit de primeiros socorros, repelente e protetor solar. Tomar estes cuidados garante uma aventura calma e saudável, evitando maiores incômodos, arrependimentos ou falsas impressões do local.

Além das paisagens belas que normalmente se avista nestas caminhadas, o equilíbrio da natureza e a sua complexidade garantem momentos de apreciação e meditação intensos. A dica é também não só se fixar nas sensações corporais, mas entrar em contato também com a alma. Após o retorno da trilha, a pessoa que consegue perceber e apreciar com sensibilidade os momentos vividos, volta mais equilibrada, serena e pensando na próxima trilha que fará.

O espírito de coletividade também impera nestes passeios. Os aventureiros se conhecem no momento da caminhada e vivem situações de ajuda ao outro, de solidariedade e de companheirismo. Além de terem o privilégio de experimentar  aprendizado sobre os recursos ambientais e refletir acerca da importância atual de conscientização para a preservação ambiental.

A trilha ecológica é um passeio a ser realizado em família, projetado como meio de inter-relação pessoal e com o meio ambiente.


Rosana Fernandes

Título: Trilhas ecológicas: mais do que apenas entretenimento

Autor: Rosana Fernandes (todos os textos)

Visitas: 0

674 

Imagem por: Tony Crider

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    14-06-2014 às 06:43:09

    A trilha ecológica é um passeio que em exploramos toda a natureza e sua linda riqueza. O melhor é ir com os amigos. Realmente, é mais do que entretenimento, saímos dali, cheias de conhecimentos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Trilhas ecológicas: mais do que apenas entretenimento

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Imagem por: Tony Crider

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios