Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Automóveis > Dicas para comprar carros usados

Dicas para comprar carros usados

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Automóveis
Visitas: 6
Comentários: 2
Dicas para comprar carros usados

Que nem todos temos capacidade financeira para comprar um carro novo, é sabido, mas quantos de nós sabe fazer uma boa compra num carro usado.

Se é necessário estar consciente do quanto pode pagar por um carro novo, vai necessitar da mesma certeza quando comprar um carro usado, nunca esquecendo os riscos que está a correr. Comprar um carro usado acarreta sempre mais custos que um carro usado, e as garantias raramente existem, exceto se adquirir o veículo num stand que ofereça esta mesma garantia.

Procure no seu grupo de amigos se alguém tem conhecimento de carros para venda. Fazer negócios com gente conhecida pode facilitar. No entanto, lembre-se que isto também poderá causar algum incómodo se não fizer um bom negócio e ficar com a sensação de que foi enganado.

Antes de visitar o carro e o seu atual dono, faça uma pesquisa (pode ser por internet ou por revistas da especialidade) dos valores versus modelo do carro versus ano versus km. Um carro com muitos km e poucos anos é sinónimo de carro muito, muito usado. Nesta pesquisa tenha em conta se o carro tem sistemas elétricos e alarme por exemplo.

Se não percebe absolutamente nada de carros, não arrisque. Leve consigo um amigo entendido em mecânica ou mesmo o seu mecânico de confiança.

Na visita ao veículo verifique a parte externa do carro. Deve verificar o carro durante o dia de preferência, e se não for possível, o espaço tem de ter bastante luz e o carro deverá estar seco, de preferência limpo, para poder detetar imediatamente se tem marcas na carroçaria. Dê pequenas pancadinhas na carroçaria afim de, verificar se os sons são muito distintos. Se forem muito diferentes, isto pode ser sinónimo de que o carro levou uma pancada e levou massa. Também as bolhas na pintura podem ser assustadoras e podem significar ferrugem. Verifique junto das borrachas e juntas.

Teste os amordecedores, apoiando-se no carro e saia de repentinamente.

Quanto ao motor em andamento, verifique os travões. Se ao travar existir um ruído metálico, significa que as pastilhas dos travões estão gastas. Teste todas as mudanças e verifique o alinhamento. Verifique o óleo e se o filtro de ar está limpo e em condições e os cabos da ignição não pode ter rasgos nem cortes. A correia não pode apresentar ranhuras e a ventoinha tem de girar corretamente.

Sente-se dentro do carro e experimente tudo. Vai gastar dinheiro pelo que deverá ter a certeza do que está a comprar. Apaixone-se pelo carro e siga o seu instinto. Verifique toda a documentação do carro e siga viagem. Vai ver que vai fazer uma boa compra.


Carla Horta

Título: Dicas para comprar carros usados

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 6

795 

Imagem por: dwstucke

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • MANUEL

    06-11-2014 às 20:11:39

    Como eu faço para comprar um dos carros?

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    17-06-2014 às 05:57:45

    Não deixar de andar no carro, dar uma volta antes mesmo de comprá-lo.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Dicas para comprar carros usados

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Contador de moedas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Material Escritório
Contador de moedas\"Rua
O mundo dos negócios exige um grande dispêndio de energia e muitas horas de trabalho. No entanto hoje já é possível fazer recurso da alta tecnologia para poupar tempo e dinheiro. O recurso às funções do computador para o comércio facilita e atrai muitos clientes para empresas e comerciantes. No que diz respeito a contas é possível fazer uma contagem rápida e eficaz do dinheiro, sem passar horas a contar e com o risco de engano. É por isso que cada vez mais pessoas ligadas a negócios e serviços optam por adquirir um contador de moedas. Deste modo sabem que poupam tempo e não falham na sua contagem.

Dos inúmeros equipamentos que a alta tecnologia põe ao dispor, este é sem dúvida um equipamento que beneficia em muito o trabalho de muita gente. Por ser pequeno é muito cómodo e exige pouco espaço, ou melhor pode ser colocado em qualquer lugar.

Torna-se evidente que as novas tecnologias vieram para simplificar a vida e trazem muitas vantagens, rentabilizam e poupam tempo. No caso do contador de moedas, sem enganos, falhas e complicações. É o ideal para ter num escritório de uma empresa, em escolas, cafés, pastelarias, salões de jogos, bancos, cinema, serviços financeiros e de tesouraria e outros ligados a serviços públicos e privados.

Em resumo, se está ligado a qualquer trabalho de comércio ou serviços pode poupar muto tempo e problemas apenas colocando um equipamento destes no seu espaço de trabalho. As suas vantagens são inúmeras, em especial: permite realizar uma contagem rápida das moedas dividindo-as e fazendo a sua soma, conta o total das moedas, o valor total em cada tipo de moedas e a quantidade de todas as moedas.

Contem e separa no mínimo duzentas e vinte moedas por minuto, sem erro, conta e separa tudo no mesmo equipamento, permite alimentar o aparelho com quantidades entre as trezentas e quinhentas moedas de cada vez e continuar a adicionar mais moedas enquanto está a contar. Além disso o aparelho pode ser programado para separar um número de moedas predeterminado.

O seu design é bastante inovador e resistente. Os materiais de elevada qualidade, de fácil ligação e paragem automática.

Possui uma elevada funcionalidade, baixo consumo (70W), pouco peso, aproximadamente quatro kg, velocidade ultra rápida, pequena dimensão e estão todos certificados pela EU. Deste modo também possuem garantia, são fáceis de usar e de arrumar.

As suas funções práticas permitem que o contador de moedas possa estar em qualquer lugar.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Contador de moedas

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Imagem por: dwstucke

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios