Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > DVD Filmes > Filmes que podem aumentar a sua inteligência e extrapolar o potencial do seu cérebro.

Filmes que podem aumentar a sua inteligência e extrapolar o potencial do seu cérebro.

Categoria: DVD Filmes
Visitas: 45
Filmes que podem aumentar a sua inteligência e extrapolar o potencial do seu cérebro.

Olá! O artigo de hoje fala sobre dois filmes que mechem com a seguinte questão: E se pudéssemos aumentar nossa inteligência?

O primeiro e mais recente se chama: “Lucy” (2014) é estrelado por Scarlet Johanson e Morgan Freeman. E o segundo filme chama-se “Limeless” (ou “Sem Limites” se preferirem) e tem no seu elenco Bradley Cooper e Robert De Niro.

Eu não vou me prender a crítica, ou resenha dos filmes em si, muito menos debater sobre usarmos ou não 10% ou mais do nosso cérebro. É evidente que fisicamente usamos o cérebro por completo, mas é interessante pensar sobre a extrapolação dos limites do conhecimento. Nesse texto quero apenas refletir sobre algumas questões pontuais.

Começando com o Lucy, pelo que li sobre ele muitos gostaram e mais ainda foram os que não gostaram! Particularmente gostei, mas digo isso por que fui vê-lo com a expectativa no chão, então deixando de lado algumas coisas que foram passadas muito superficiais e desnecessárias (ATENÇÃO SPOILER ALERT A PARTIR DAQUI) como: uma cena de perseguição de carro onde ninguém perseguia a personagem e seu novo amigo policial, então só pra ter efeito de perigo ela (Lucy) dirige pela contramão, o que faz pouco sentido já que antes ela já tinha alterado matéria, leis da gravidade, faria mais sentido ela se locomover de uma outra maneira, nem que fosse voado sei lá. E outra cena um pouco antes disso ela fica fazendo “show off” com os bandidos voando e dando socos no ar sendo que ela já tinha o “poder” de desmaiar todo mundo e sair tranquila.

Bom isso foi só o que eu não gostei, mas tratando-se do que eu gostei. Primeiro a marcação do filme, pois é bem intensa. A medida em que ela vai avançando em sua inteligência, telas pretas com a porcentagem vão aparecendo. Com isso o público pode saber o nível que ela está, como vai ficando cada vez menos humana e mais robótica. Mas aí vem a surpresa no final do filme eu achei que ela iria sair pelas galáxias, ou iria fazer como filmes onde existe inteligência artificial e que descobre que para salvar a vida humana na Terra tem que acabar com os humanos, mas não! Ela se mantém humana, pois seguindo o conselho do Morgan Freeman ela busca um modo de compartilhar o seu conhecimento. E depois evapora, mostrando que a existência humana pode ir além do próprio ser humano carnal (olha o brilho filosófico). Enfim da metade para o final o filme vira um filme surreal. Com muita viagem. Bom para quem gosta como é o meu caso, mas para quem não curte filme assim aconselho que nem veja.

Agora, tratando do outro filme: “Sem Limites”. Esse filme sim é muito foda!

Fui ver ele sem muitas pretensões. Na verdade, eu não sabia o que esperar do filme mesmo. O plot do filme é relativamente simples. O personagem do Bradley Cooper é um escritor frustrado, meio maltrapilho que enfrenta dificuldades econômicas e no amor. Ao tomar um toco da namorada fica ainda mais frustrado. E aí que através de seu ex-cunhado entra em contato com uma nova droga chamada NZT. Uma pílula transparente que tem como princípio ativo o aumento da inteligência humana.

O legal desse filme é como são mostradas as capacidades da inteligência humana. Tem uma cena em que o personagem sob o efeito da droga percebe que sua vizinha está com dificuldades em um trabalho da faculdade. Então ele olha de relance para o livro que está em sua bolsa (dela) e lembra que uma vez a muito tempo o folheara numa biblioteca. Automaticamente o cérebro dele faz as conexões e ele sabe tudo o que ela precisa e muito mais.

Isso é diferente do filme “Lucy” onde é tudo muito rápido e parece que o conhecimento dela é quase inato. No filme “Sem limites” o conhecimento é aprendido, mas de uma maneira muito mais eficiente.

Em fim no fundo os dois filmes são interessantes e merecem um pouco de sua atenção.


Jhon Erik Voese

Título: Filmes que podem aumentar a sua inteligência e extrapolar o potencial do seu cérebro.

Autor: Jhon Erik Voese (todos os textos)

Visitas: 45

166 

Comentários - Filmes que podem aumentar a sua inteligência e extrapolar o potencial do seu cérebro.

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios