Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Música > Como sobreviver a um dia na estrada

Como sobreviver a um dia na estrada

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Música
Como sobreviver a um dia na estrada

O teu corpo terá que entranhar-se no carro. Entrarás lá dentro, literalmente, enquanto no rádio as ondas do micro áudio, aquele aparelho que te custou uma pipa de massa, saem repetidamente para entrarem dentro da tua vontade.

A ignição é puramente mental, a tecnologia está de tal maneira avançada que deixou de se utilizar qualquer chave para desvendar segredos ou apenas abrir qualquer coisa.

Sim, o mundo está diferente, a chave é simplesmente entenderes que o teu corpo tem de estar ligado ao desejo, à tua busca incessante pela felicidade, que nunca encontras.




Os filhos da noite deixaram as suas camas frias e amores perdidos para se entranharem nas estradas, refúgio da loucura do ser humano, sempre tão normal e tão idiota que se esquece que o espírito sem substância não tem gozo, seja ela feita de carne e osso ou de avantajadas convulsões vulcânicas. Sim, lava ardente a sair da montanha a ferver que depois de percorrer um caminho de imparável destruição repousará no horizonte, para sempre.

E então, entras no carro, já velho, e pensas que governas o mundo que ninguém te deixa desfrutar como deve ser. O corpo leva o seu tempo a ligar-se à máquina e a existência depende disso para conseguir distrair a mãe natureza. Depois de ligado, já podes fechar os olhos e até sonhar com aqueles velhos tempos em que as coisas eram feitas com gozo, em que era normal falhar e até pagar por isso, com a própria vida. Algo anormal pensares assim, porque não pretendo que fundas o metal com a carne e depois extraias prazer dessa união perversa.

Vais então para a estrada, enquanto as ondas sonoras do micro áudio te levam a outra dimensão, em que a crise é um modo mental de estar, com consequências nefastas para a carteira, um objeto sempre devastador quando vazio. Sentes esse vazio e passas a andar numa estrada movimentada, com serpentes venenosas com nariz a desviarem-se de tubarões com duas pernas, todos ao volante, despejando frustrações em cima de vidas que apenas vivem os seus cinco sentidos da forma mais simples possível. E apesar do perigo, consegues fugir ao acidente, às estatísticas da loucura e voltas ao teu mundo.

A viagem demora sempre o mesmo tempo, as filas não existem, deixaram de apitar e a paisagem é aquilo que tu queres que seja e consegues vibrar, viver uma vida numa simples ligação proporcionada por ondas sonoras que te atacam diretamente a vontade.


António Borges

Título: Como sobreviver a um dia na estrada

Autor: António Borges (todos os textos)

Visitas: 0

602 

Comentários - Como sobreviver a um dia na estrada

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Seguros
Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet\"Rua
Os seguros pela Internet estão a ter cada vez mais procura por parte dos consumidores, especialmente devido ao factor preço, mas também porque as pessoas começam a dominar melhor as ferramentas da Internet e a ter mais confiança nos serviços disponibilizados online.

A grande vantagem de contratar um seguro pela Internet é a possibilidade de conseguir valores muito inferiores aos que conseguiria num mediador de seguros local. Poderá conseguir reduzir o prémio do seu seguro em 50% ou ainda mais. As operadoras de seguros que actuam pela Internet não têm que pagar comissões aos correctores (intermediários) e por isso podem fazer preços mais competitivos. Além disso, poderá também fazer simulações online usando os aplicativos para esse efeito que essas empresas de seguros disponibilizam nos seus sites.

Ao trabalhar com estas empresas não terá que perder tempo em filas de espera nas agências físicas. Todas as operações podem ser efectuadas através da Internet: adesão, alteração de dados, alteração do modelo de seguro, etc., e toda a informação relativa aos seus seguros estará disponível 24 horas por dia na sua conta de cliente.

Para as pessoas que dão grande importância ao contacto pessoal na altura de contratar um serviço, as empresas de seguros pela Internet não são obviamente uma solução, e essa é uma das suas principais desvantagens.

Outra desvantagem é que no caso de haver algum problema terá que ser o próprio cliente a contactar a seguradora e a tratar de tudo que for necessário para a resolução do problema, enquanto se contratar o seus seguros através de um mediador, no caso de haver problemas apenas tem que contactar o seu mediador e será ele a tratar de tudo.

Na minha opinião, para quem percebe o mínimo de Internet e quer poupar dinheiro nos prémios dos seus seguros, obviamente que as seguradoras que actuam pela Internet e telefone (as chamadas low-cost) são sem dúvida a melhor opção.

Se por outro lado, você não domina a Internet e não gosta de se preocupar nem de tratar de papeladas, no caso de ter algum acidente, então o melhor é manter-se em contacto com as agências físicas.

Pesquisar mais textos:

Carlos Vieira

Título:Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet

Autor:Carlos Vieira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Francisco Moreira da Silva 04-10-2014 às 11:37:30

    Passados estes anos o canal de vendas de seguros pela internet tem muito pouca representatividade no nosso mercado. Tudo não passa de muita, mas muita, publicidade. É impossível reduzir o prémio de um seguro automóvel(é neste produto que estas seguradoras mais se tentam afirmar) em 50% ou ainda mais. O consumidor de seguros prefere e procura um profissional que EXPLIQUE OS SEUS SEGUROS. No pós venda são os MEDIADORES PROFISSIONAIS DE SEGUROS que melhor desempenham este importantíssimo serviço ao cliente de seguros, oferecendo níveis de serviço muito superiores ao de qualquer seguradora que venda pela internet! … e sem pagar mais por isso! … Sobre este tema haveria muito mais para falar, termino dizendo: O QUE RENDE É IR FAZER O SEGURO NUM MEDIADOR PROFISSIONAL DE SEGUROS.

    ¬ Responder
  • gil 17-06-2014 às 23:03:37

    tontarias , nao vale de nada , treta...

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    29-05-2014 às 16:28:35

    Os seguros pela internet precisam ser bem pesquisados, pois há muitas fraldes. O melhor é receber indicação de alguém que já use o serviço.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios