Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Vestuário > Moda Praia para Homem - Verão 2011

Moda Praia para Homem - Verão 2011

Categoria: Vestuário
Comentários: 1
Moda Praia para Homem - Verão 2011

Tal como para as senhoras, são todos os anos apresentadas propostas, no que diz respeito à moda de praia, também para os homens isto acontece. Muitos podem pensar que basta ir à loja de desporto e comprar uns quaisquer calções que sirvam e está a andar, bem, a realidade é na sua maioria esta, mas isto é apenas um mau habito instalado pelos nossos pais.

O que temos vindo a viver e a experienciar em Portugal, é pura e simplesmente, o seguir da moda ou estilo, inspirada pelos surfistas, o calção pelo joelho. Na minha opinião esta é uma daquelas tendências que agarrou todo um país e que tem vindo a sobreviver estes últimos anos, infelizmente.

O ponto negativo disto é, na minha forma de ver, uma total falta de afirmação individual dos estilos pessoais, quando se chega a uma praia portuguesa, bem como, o pior ponto no meio disto tudo é, o facto de os jovens usarem boxers por baixo do calção, o que considero ridículo, uma vez que até os próprios surfistas não o fazem.

Passo a explicar. Existem calções preparados para a praia, que possuem uma cueca interior, então porquê andar com os boxers à mostra na praia!? Podemos culpar um ou outro programa juvenil de televisão por isto, ou os programas da MTV que inundam os jovens portugueses, com o sentido de moda americana (que deixa algo a desejar, por vezes), mas em última instância, o erro é de quem o comete.

Podemos verificar que noutros países, a moda neste campo é extremamente evoluída.

Vemos o caso do Brasil e da Austrália, países em que os homens não têm receio nenhum em vestir a chamada Sunga (peça de roupa de banho a meio caminho entre o slip e o shortie), e no segundo (Austrália) em que estes levaram o tradicional Speedo, a um novo nível, como podemos constatar,pelos esforços feitos, pela marca Aussiebum.

Temos, também as praias das costas francesas e italianas em que o tradicional calção de banho, aquele com o elástico na cintura, foi convertido num novo tipo de calção de banho mais curto, muito mais moderno e com um design moderno e actual.

Veja o vídeo que acompanha esta página para ver alternativas ao que vemos todos os anos nas praias nacionais.
Em última instância acredito que este será um óptimo segmento para quem gosta de sair da casca e experimentar estar fashion mesmo na praia. Desafie-se.


Bruno Jorge

Título: Moda Praia para Homem - Verão 2011

Autor: Bruno Jorge (todos os textos)

Visitas: 0

778 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    12-06-2014 às 20:37:57

    Ótimas sugestões de moda praia para homens!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Moda Praia para Homem - Verão 2011

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios