Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Internet > A arte de trabalhar na internet

A arte de trabalhar na internet

Categoria: Internet
A arte de trabalhar na internet

Você pode achar que ter um negócio digital é mais fácil, mais seguro, entretanto não é bem assim! Todo tipo de trabalho ou investimento possui seus riscos e para diminuir ao máximo vou compartilhar uma dica matadora.
O segredo para acabar com os riscos é diversificar suas fontes de renda:

Por que diversificar?
Todos os empreendedores estão correndo risco a todo momento. No mercado digital ou no mercado offline estamos propensos a uma série de imprevistos que podem acabar com nosso negócio.
Digamos que João tem uma borracharia na beira da estrada, ele conta com a ajuda de dois funcionários. A borracharia está gerando cerca de R$ 3.000 por mês descontando os salários dos funcionários. Por algum motivo a fiscalização chegou até ele e impediu João de manter sua borracharia aberta.
Agora como João vai alimentar sua família e pagar suas contas sem os lucros do seu negócio?
Quando falamos em diversificar, estamos criando uma proteção contra riscos e imprevistos que sempre vão acontecer na vida do empreendedor. Entretanto, o mais indicado é montar um negócio por vez. Seguindo uma simples regra de finanças:
• Monte um segundo negócio com os lucros do primeiro
• Monte o terceiro negócio com os lucros do primeiro e segundo
E assim por diante... dessa forma você sempre terá uma fonte de renda mais lucrativa que a anterior, afinal você investiu mais.
O que me leva ao segundo ponto...
Diversificar permite que você maximize seus ganhos, pois ao final de cada mês você receberá a soma dos lucros de vários negócios. Parece bom? Realmente é.

Quais atividades escolher?
Tudo bem, você entendeu que é preciso ter várias fontes de renda. Mas a internet nos permite trabalhar de infinitas maneiras diferentes, qual delas escolher?
Vou falar sobre as atividades que mais trouxeram resultados para mim, lembre-se que isso não é uma fórmula mágica. Foi o que deu certo para mim nos últimos anos.

Freelancer – você gosta de escrever artigos? Manda bem na criação de sites? Saber fazer ilustrações únicas? Então você está deixando dinheiro na mesa. O mercado de freelance cresce a cada ano no Brasil, são milhares de reais fluindo no mercado dos serviços online.
Para mim foi uma ótima forma de trabalho, quando o blog era apenas uma ideia na minha mente. A verdade é que você não consegue realizar vários serviços ao mesmo (talvez 3 no máximo) por isso seus ganhos são limitados, mas é uma ótima fonte de renda.
Depois que pega a prática os ganhos podem aumentar, meus ganhos eram de R$ 300,00 a R$ 500,00 por mês dependendo dos serviços. O grande segredo é conquistar a confiança dos clientes, normalmente eles precisam de freelances regularmente, se você for bem eles vão te contratar sempre.
Testei várias plataformas, mas a melhor para mim foi a workana que tem novos projetos todos os dias. Ótima fonte de renda para quem tem um tempo extra.
Consultor – para realizar consultorias é preciso duas coisas fundamentais:
1. Ter muita experiência na área
2. Saber promover seus serviços
Sem isso é praticamente impossível.
As consultorias podem ser feitas presencialmente ou via Skype, quando você pegar a prática pode juntar os dois estilos juntos. Prestei consultoria de facebook marketing para algumas empresas do bairro, foi bastante lucrativo – para mim e para as lojas.
Meu trabalho na maioria das vezes foi trazer os fãs do facebook para a loja física. Não é muito complicado, mas como falei antes: é necessário ter muita experiência para não prejudicar a loja (e perder credibilidade).
Produtor digital – foi uma das atividades mais simples que encontrei até hoje. Você cria um produto digital, anuncia para o público-alvo e vende mais que água no deserto. Chega a ser absurdo o retorno sobre investimento (ROI), tem produtos que chegam a 2.000% quando são bem produzidos (isso significa fazer uma pesquisa com o público para descobrir o que eles querem). Não adianta vender algo que as pessoas não querem, nem precisam.
Afiliado – ser afiliado é parecido com o trabalho do produtor digital (apenas parecido). A vantagem é que você não precisa fazer a pesquisa de mercado nem criar o produto, só precisa promover e vender da maneira correta.
Dentro do mercado de afiliados você pode criar infinitas fontes de renda com blogs de nicho. Você pode falar sobre emagrecimento, beleza, relacionamentos, ganhar dinheiro e vários outros assuntos. Pode também criar um blog para cada assunto, são várias possibilidades.

Jeová Junior

Título: A arte de trabalhar na internet

Autor: Jeová Junior (todos os textos)

Visitas: 0

0 

Comentários - A arte de trabalhar na internet

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios