Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Internet > Sugestões para ganhar dinheiro online

Sugestões para ganhar dinheiro online

Categoria: Internet
Visitas: 2
Sugestões para ganhar dinheiro online

Qualquer pessoa pode ganhar dinheiro na internet em part-time ou a tempo inteiro. As oportunidades são imensas e, em grande, não requerem um grande investimento financeiro.

Se ainda não ganha dinheiro online, vejamos então algumas das formas com as quais pode trabalhar para ganhar dinheiro a partir de sua casa ou de qualquer outro lugar em que tenha acesso à internet:

Revenda de Produtos: Comprar produtos para revenda é uma ótima forma de ganhar dinheiro online. É muito comum, por exemplo, importar produtos da China para revender porque os preços da maioria dos produtos são muito baixos, o que permite uma margem de lucro mais elevada. Importar produtos de países que fazem parte da União Europeia também é algo comum. Uma das vantagens está no facto de não haver taxas alfandegárias.

Uma outra vertente da revenda é o Drop Shipping.

O Drop Shipping pode ser iniciando sem qualquer investimento. Quem faz Drop Shipping não precisa de ter stock de produtos, basta promover os produtos indicando o preço que quer, com recurso, por exemplo, a fotografias, através dos diferentes canais de venda ( sites de classificados, por exemplo) e quando alguém se interessa, compra o produto ao revendedor, o revendedor compra o produto ao fornecedor, e este envia o produto diretamente para o cliente, o lucro é...puro lucro.

Vídeos Youtube: Com certeza que não é novidade para si que é possivel ganhar dinheiro com vídeos no Youtube. Existem muitas formas de o fazer, uma delas é através da utilização de publicidade do Google Adsense nos vídeos. Apesar de ser algo que requer muito trabalho e dedicação, é uma oportunidade que não deve descartar. Isto, se gostar da ideia, claro.

Para que tenha sucesso em ganhar dinheiro com o Youtube não precisa de criar milhares de vídeos, pelo contrário, na minha opinião, só precisa de criar vídeos que sejam diferentes, criativos e de qualidade, sobre assuntos interessantes e que ajudem as pessoas de alguma forma.

Se gostar desta ideia e se quiser experimentar, não copie o que os outros fazem, marque pela diferença, aposte naquilo que gosta, dedique-se e entregue-se ao público, não seja apenas mais um. Os resultados podem demorar a aparecer, mas vão aparecer mais tarde ou mais cedo.

Trabalhos Freelancer: Um freelancer é um profissional autônomo, é alguém que presta serviços por conta própria. Existem vários sites onde você pode encontrar oportunidades para trabalhos em part-time ou mesmo trabalhos pontuais, relacionados com o "mundo online e com o mundo real". São também um meio que pode usar para se promover enquanto profissional. Desta forma, poderá ser recrutado se alguém precisar dos seus serviços. Um site deste género é o freelancer.pt !

Vender Imagens: Existem muitas sites onde pode ganhar dinheiro vendendo as suas imagens. Se tem, por exemplo, uma boa máquina fotográfica em casa e não lhe dá uso, esta pode ser uma boa oportunidade para si. Imagens únicas e de qualidade é algo de bastante valor para muitas empresas e sites que produzem e publicam conteúdos online.

É um negócio que, na minha opinião, continuará a crescer muito nos próximos anos e você pode aproveitá-lo se gostar de trabalhar com fotografia. O mesmo vale para o caso de ter criatividade e talento para criar imagens espetaculares e únicas com recurso a programas como o Photoshop, por exemplo.

Criar ebooks: Criar ebooks para vender através de, por exemplo, empresas especializadas neste ramo ou mesmo através de sites próprios, é considerado por muitos como uma das melhores formas de ganhar dinheiro online. Se você tem talento para escrever bem e se tem muitos conhecimentos sobre um determinado assunto (sobre a sua profissão, por exemplo) eu apostaria em criar um ebook.

Contudo, não recomendo que crie um ebook apenas a pensar em ganhar dinheiro. Se algum dia pensar em entrar neste mercado, faça as coisas com calma e com profissionalismo, procure ajuda especializada de empresas ou de particulares e aposte em fazer um trabalho de alta qualidade com foco no consumidor e com foco em transformar o seu nome, num nome de confiança. Se tiver sucesso, é meio caminho andado para ter sucesso com os próximos ebooks que escrever. A partir dai, o dinheiro será uma consequência do seu bom trabalho.

Textos: Se gosta de escrever, existem várias empresas online nas quais se pode inscrever para ganhar dinheiro com textos. Através destes serviços você pode ser recrutado por empresas ou particulares para escrever sobre determinados assuntos ou então, dependendo do tipo de empresa, você pode vender os artigos que cria diretamente à empresa ( também existem empresas onde você pode ver os trabalhos que estão disponíveis e candidatar-se para escrever os mesmos.

Se for fluente em outras línguas, então, as oportunidades são imensas. Os valores que pode ganhar vão depender da empresa em que se inscrever, pelo que sei, a qualidade da escrita, o tema e o número de palavras são fatores que determinam o preço dos textos, mas claro, cada empresa tem as suas regras e os seus preços.

Por outro lado, se realmente gosta de escrever e sabe que tem talento para o fazer, pode entrar diretamente em contacto com sites sobre os temas de que gosta de escrever para tentar a sua sorte. Muitos sites que produzem e publicam conteúdos online trabalham com equipas, quem sabe se não existe uma vaga para si. Nem que seja apenas para trabalhos pontuais.

Conclusão: Estes são apenas alguns dos métodos com os quais pode trabalhar. Para ter sucesso online escolha algo que goste de fazer ou que tenha interesse em fazer, e dedique-se ao trabalho e a aprendizagem. Mais tarde ou mais cedo o seu trabalho e o seu empenho darão frutos.


Alvaro Oliveira

Título: Sugestões para ganhar dinheiro online

Autor: Alvaro Oliveira (todos os textos)

Visitas: 2

0 

Comentários - Sugestões para ganhar dinheiro online

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios