Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Internet > Navegue em segurança

Navegue em segurança

Categoria: Internet
Comentários: 1
Navegue em segurança

Aceder à internet e perder algum tempo (por vezes horas) a navegar por sites variados é um hábito comum a muitas pessoas, nomeadamente jovens e jovens adultos. Um hábito que, aparentemente, parece inofensivo, esconde perigos reais, a começar, por exemplo, pelo sedentarismo exigido ao «navegante». O utilizador que permanece sentado durante várias horas corre um risco acrescido de vir a sofrer de doenças cardiovasculares, musculares e mesmo do foro psiquiátrico. Uma solução evidente parece ser a de parcelar o tempo que se vai despender diante do ecrã e manter uma atitude racional em termos de gestão do tempo. Mas os perigos mais frequentes são os internos, ou seja, aqueles que procedem directamente do sistema informático em acção perniciosa contra o utilizador. O que fazer, então, para combater eventuais perigos e ameaças electrónicos?

Em primeiro lugar, o utilizador deverá, sempre que estiver no site do seu banco, sair da aplicação utilizando a tecla «sair» ou «logout» e nunca sair simplesmente fechando a aplicação. Esta acção descuidada permitirá que piratas informáticos acedam à sua conta e tenham total controlo nela.

Em segundo lugar, dever-se-á evitar navegar por sites que pareçam conter conteúdos impróprios, que geralmente estão crivados de vírus e hackers que se «colam» literalmente ao computador; evite também fazer compras em sites desconhecidos, pois poderão constituir armadilhas para o seu cartão de crédito.

Devem também criar-se palavras-passe difíceis de serem descobertas, como por exemplo palavras com mais de seis dígitos e que combinem algarismos e letras. As hipóteses clássicas como o nome do namorado, a data de nascimento ou a matrícula do carro deverão ser descartadas. A palavra-passe poderá, por questões de segurança, ser também alterada ocasionalmente e não deverá ser a mesma para todos os serviços. Evite-se também anotar as mesmas em documentos de Word ou em papéis, pois poderão facilmente ser descobertas.

No e-mail pessoal, o utilizador deverá ter especial cuidado ao abrir anexos de e-mails e, se forem de origem desconhecida, deverão mesmo ser rejeitados. No entanto, uma boa forma de evitar a contaminação do computador pessoal por vírus indesejados é possuir um anti-vírus potente e que permita constantes actualizações, de forma a optimizar a sua eficiência.

Finalmente, se o utilizador for uma criança, os cuidados terão de ser infinitamente redobrados pelos pais e educadores. Existem ferramentas específicas para proteger os mais pequenos das perversidades e ameaças que chegam através da internet, como sejam o Cyber Patrol, o FamilyCAM ou o Enuff PC, cujas funcionalidades passam, essencialmente, por detectar e bloquear sites de conteúdo impróprio ou denunciar visitas indevidas. Os pais deverão também colocar o computador numa sala em que toda a família costume estar e estar atentos a alterações de comportamento dos filhos. E, claro, conversar abertamente com eles é também essencial para que a criança se sinta confiante em denunciar aos pais sites estranhos.

Seja como for, o essencial é sentir-se seguro/a e saber que a família está também em segurança, no que toca à navegação digital. Para tal, a literacia informática é fundamental, pelo que se deverá apostar na área.


Isabel Rodrigues

Título: Navegue em segurança

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 0

606 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    27-10-2014 às 15:28:04

    Gostei demais desse texto sobre o navegar na internet com segurança. Uma das coisas que faço é sair mesmo quando não quero ficar logado. I melhor é que aprendemos algumas táticas que geram maior privacidade. Temos que ter o cuidado quando estamos acessando nossas informações pessoais em lan houses e locais públicos. Todo cuidado é pouco.

    ¬ Responder

Comentários - Navegue em segurança

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os benefícios do piso laminado

Ler próximo texto...

Tema: Materiais Construção
Os benefícios do piso laminado\"Rua
Ao se realizar uma obra, ou na renovação de ambientes, há sempre muitas opções de técnicas e tecnologias de construção civil, arquitetura e decoração a serem escolhidas da forma mais adequada ao resultado que se espera. O piso adequado ao ambiente que se está construindo ou reformando é uma questão bastante relevante para o sucesso do empreendimento e para o bem-estar dos usuários.

Os tipos de pavimentos ou assoalhos ou revestimentos são diversificados e para cada tipo de ambiente, construção e gosto pessoal há um mais adequado. Pelos inúmeros benefícios que tem apresentado, o piso laminado tem sido bastante escolhido como revestimento nos ambientes modernos. Ele é composto por quatro camadas, feitas de fibras de madeira de alta densidade, lâminas de celulose, lâminas decorativas e filme cristalino de celulose, colados diretamente ao chão. Essa composição garante estabilidade, beleza, resistência, facilitando a limpeza. Somente com estes argumentos já se pode notar as vantagens desse tipo de piso, contudo ainda existem outras.

Os pisos laminados custam menos que os pisos de madeira, seu substrato é ecologicamente correto, já que as madeiras utilizadas na composição desse piso provêm de florestas certificadas e possui fácil instalação, sem a necessidade de pregá-lo ao chão. Além disso, os pisos laminados não precisam de envernizamento como os pisos de madeira que causam mau cheiro e sujeira. Os pisos laminados são mais resistentes que os pisos de madeira devido a sua alta pressão. A superfície dos pisos laminados de alto tráfego contém papel decorativo que garante diversas possibilidades de estampas e combinações.

Existem, portanto, dois tipos distintos de pisos laminados. Os pisos laminados de madeira têm em sua composição madeira natural e são revestidos com verniz. São indicados para ambientes residenciais e menos movimentados. Os pisos laminados de alto tráfego são compostos por madeiras de alta densidade cobertas por papel decorativo. São mais resistentes e, em virtude disso, indicados para ambientes de grande circulação. Podem estar em ambientes residenciais, porém para ambientes comerciais é o ideal.

Os pisos laminados são resistentes à luz do sol, a riscos e a manchas. São práticos devido à diversificada opção de padrões e funcionais devido à facilidade de limpá-lo. Acomodam-se perfeitamente em qualquer ambiente, proporcionando fácil decoração. Entretanto, medidas para mantê-lo em bom estado por mais tempo (apesar da sua alta durabilidade) devem ser tomadas. Colocar proteção na entrada das portas evita a instalação de sujeira e pedras. Forrar móveis e peças decorativas, que entrem em contato com o piso, é recomendado, a fim de não marcá-lo. Esses forros podem ser feitos com tecidos felpudos ou recortes em feltro. Forrar os móveis ao movimentá-los é apropriado para não riscar o piso. Salto alto fino com base metálica também marca esse tipo de piso. Evitar molhar em demasia o piso é necessário, pois caso contrário pode haver o inchamento do piso. Deve-se mantê-lo sempre seco.

Esse tipo de piso também tem a vantagem de não carregar cupins, contudo é preciso verificar as condições de presença desses insetos. Ambientes com cupins requerem a desintetização prévia.

Pesquisar mais textos:

Rosana Fernandes

Título:Os benefícios do piso laminado

Autor:Rosana Fernandes(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    12-05-2014 às 12:45:43

    O piso laminado é muito bom, sua durabilidade é de quase 40 anos e são mais fáceis de manter.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • silvana 22-02-2014 às 18:17:44

    o piso laminada tem durabilidade de quantos anosposso passar pano umido no piso loaminado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios