Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Internet > Proteção dos filhos no uso da internet – Dicas para os pais!

Proteção dos filhos no uso da internet – Dicas para os pais!

Categoria: Internet
Visitas: 2
Comentários: 1
Proteção dos filhos no uso da internet – Dicas para os pais!

Sempre é bom orientar seus filhos quanto aos cuidados no uso da internet. Converse com seus filhos sobre os perigos que ela tem e o que eles não devem fazer enquanto estiverem navegando. Abaixo está uma lista básica do que você pode considerar a discutir com o seu filho:

1 - Informações Pessoais
Nunca forneça informações pessoais sobre si mesmo em bate-papo no quarto, nas páginas da web, ou em qualquer forma on-line. Isso inclui a idade, o código de área que você mora, o endereço de e-mail, endereço de casa, cidade natal, seu número de celular, ou endereço de onde está. Também se atente para outras informações de localização relacionadas como senha pessoal na página da web, fotos de si mesmo ( selfies ), nome da escola, série escolar, página web da escola, peso, endereço de webcams, local de trabalho, ou código postal.

2 - Nunca conheça alguém
Nunca concorde em encontrar um indivíduo a partir da internet sem os pais ou o seu responsável no local de encontro acordado;

3 - Compras na Internet
Nunca entre numa área que custa dinheiro, que te exija um cartão de crédito, requer informações pessoais, pede senhas, ou requer que você desligue e disque outro número com o seu computador sem permissão explícita dos pais ou sem a presença do seu pai.

Outros cuidados para proteger seu filho:

* Download - Nunca aceitar ou baixar m arquivo de outro usuário.
* Página Web - Não visitar páginas da Web que são enviadas para você no e-mail, bate-papo ou mensagens instantâneas sem um dos pais ou tutor presente.
* Presentes - Nunca aceitar qualquer presente de usuários que se encontram online.
* Amigos - Não forneça suas informações de amigos, uma vez que poderia estar vinculado a você.
* Fotos pessoais - Nunca envie para alguém uma imagem pessoal on-line ou um telefone celular.
* Falar sobre sexo ou imagens provocativas - Quando on-line não falar de sexo, imagens pós-provocantes, ou provocar outras pessoas online.

Por fim, se o seu filho sempre testemunha algo que o perturba ou faz sentir-se desconfortável, certifique-se que ele sabe que pode falar com você – sem problemas!

Por fim, se o seu filho sempre testemunha algo que o perturba ou faz sentir-se desconfortável, certifique-se que ele sabe que pode falar com você – sem problemas!


Kizua Urias

Título: Proteção dos filhos no uso da internet – Dicas para os pais!

Autor: Kizua Urias (todos os textos)

Visitas: 2

587 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    26-10-2014 às 14:49:15

    Fantásticas dicas! Precisamos mesmo proteger os filhos, as crianças dessa ferramenta, a internet, pois pode ser ruim para eles. Muitas vezes, torna-se perigoso, mas os pais têm que saber dosar esse uso com equilíbrio.

    ¬ Responder

Comentários - Proteção dos filhos no uso da internet – Dicas para os pais!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios