Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Automóveis > Carro preferido das Mulheres Citroën C3

Carro preferido das Mulheres Citroën C3

Categoria: Automóveis
Visitas: 8
Comentários: 6
Carro preferido das Mulheres Citroën C3

O Citroën é o carro mais vendido para o público feminino no Brasil, segundo pesquisa do site junto às montadoras. Nela, 63% das unidades do compacto são vendidas a mulheres, que vêem no seu espaço, conforto e itens internos, os pontos mais fortes do modelo. Neste ranking o segundo colocado é o Fiat Ideal, que tem quase 65% de consumidoras. O Honda Fiat é famoso pela marca Japonesa, surge em terceiro lugar, com 55% das vendas dirigidas para um publico feminino que vê sua versatilidade interna e as dimensões compactas como destaques.

O estudo webmotores prova que as mulheres têm recebido atenção especial por parte das montadoras, já que desfrutam de grande poder de decisão na hora de comprar um automóvel. A pesquisa apoiou-se na divulgação de dados de vendas e modelos mais comprados pelo publico feminino. Segundo os dados apresentados mostram que a mulher tem subido rapidamente na escala de importância no mercado consumidor de automóveis. Alguns modelos são praticamente projetados tendo em vista as necessidades delas, que procuram um veiculo com bom espaço, vários porta objetos, combinações de cores e opcionais. A mulher comprar o automóvel de dentro para fora ao passo que o homem busca um veiculo de fora para dentro. O levantamento baseou-se nos aspectos citados pelas consumidoras e especialmente pela visibilidade, facilidade de condução, espaço interno, segurança e design, cores e acabamentos, e a presença de portas objetos e combinações de pacotes de opcionais também apareceram como importantes na hora de escolher um carro.

Os campeões de mercados são: Citroën C3(63%) os pontos destacados são o visual diferenciado, a facilidade de condução e o (pequeno) tamanho.

Já o Fiat idéia 60% É um carro que seu retrovisor interno embutido espiar as crianças no banco traseiro. Trás também uma serie de porta objetos e múltiplas e configurações para o espaço interno.

O ronda Fiat (55%) ganhou espaço entre as mulheres pelo modularidade de seu interior, com o sistema que permite carregar objetos longos e altos no interior, e pela facilidade de condução.

Nissan Tiida (50%) o automóvel importado do México, oferece um bom numero de porta objetos e tem um acabamento digno de um carro mais carro.

Fiat punto (45%) A marca incorporou na abertura interna do tanque de combustíveis. Nada tão inovador, e mais relevante, os detalhes apontados pelas mulheres foi o seu design.
Nissan X (35%) - É um utilitário esporte que é o preferido das mulheres pelo espaço interno.

Citroën C4 Pallas (35%) – É de fabricação Francesa e são adquiridos por mulheres pelo conforto e design e a facilidade de dirigir.

Volvo V50 (32,9%)- É do agrado das mulheres pelo conforto do porta-malas e pelo conforto do banco traseiro, outro item do agrado delas é a segurança presente nos automóveis da empresa Sueca.

Volvo XC90(31,1%)- É outro carro que esta na lista dos preferidos pela mulher, e é um dos principais concorrentes da BMW X5.

Honda Civic (30%)- É o carro mais vendido para o público feminino, elas apontam o design, o conforto e a facilidade de dirigir. E tudo isso comprova que as mulheres estão cada vez mais apaixonadas por automóvel.



Waldiney Melo

Título: Carro preferido das Mulheres Citroën C3

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 8

809 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 6 )    recentes

  • SophiaSophia

    22-04-2014 às 16:39:30

    Realmente, o Citroen C3 é o preferido mesmo. A Rua Direita adorou seu texto.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAchando absurdos na internet

    19-03-2013 às 14:05:30

    Aprenda a escrever antes sair postando matérias...Rigor, zero. Como espera criar confiança?

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    17-09-2012 às 16:14:07

    É interessante ver que, no que toca à escolha ou à mera preferência de um automóvel, homens e mulheres diferem consideravelmente (como em tantas outras matérias). De facto, a maioria das mulheres parece preferir carros de design mais suave e mais compacto como o Citroen C3 ou recentemente o Fiat 500, enquanto os homens escolhem principalmente pela potência e preferem carros mais desportivos. Claro que me refiro apenas à maioria, existindo carros que agradem ambos.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMarcelo

    14-04-2012 às 13:32:31

    Tenho um amigo Marco Antonio, tremendo de um baitola, será que é por isso que ele comprou um C3 ?

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCerjynho

    29-12-2011 às 16:18:18

    Nossa quem escreveu isso manja muito de carro. Fiat Ideal, Ronda Fiat, Fiat Ideia...
    Ou se concentrou muito pra colocar o trema no Citroën e esqueceu do resto, ou não manja muito de carro mesmo.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMaria Cecília

    25-04-2011 às 00:30:58

    Estou fazendo um trabalho de pesquisa de mkt sobre os atributos que as mulheres valorizam na hora de comprar um carro. Achei a materia muito relevante, mas não posso deixar de sinalizar os dois erros na seguinte frase: "
    O ronda Fiat (55%) ganhou espaço entre as mulheres pelo modularidade de seu interior..." vale a pena a correção

    ¬ Responder

Comentários - Carro preferido das Mulheres Citroën C3

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios