Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Automóveis > Carro preferido das Mulheres Citroën C3

Carro preferido das Mulheres Citroën C3

Categoria: Automóveis
Visitas: 8
Comentários: 6
Carro preferido das Mulheres Citroën C3

O Citroën é o carro mais vendido para o público feminino no Brasil, segundo pesquisa do site junto às montadoras. Nela, 63% das unidades do compacto são vendidas a mulheres, que vêem no seu espaço, conforto e itens internos, os pontos mais fortes do modelo. Neste ranking o segundo colocado é o Fiat Ideal, que tem quase 65% de consumidoras. O Honda Fiat é famoso pela marca Japonesa, surge em terceiro lugar, com 55% das vendas dirigidas para um publico feminino que vê sua versatilidade interna e as dimensões compactas como destaques.

O estudo webmotores prova que as mulheres têm recebido atenção especial por parte das montadoras, já que desfrutam de grande poder de decisão na hora de comprar um automóvel. A pesquisa apoiou-se na divulgação de dados de vendas e modelos mais comprados pelo publico feminino. Segundo os dados apresentados mostram que a mulher tem subido rapidamente na escala de importância no mercado consumidor de automóveis. Alguns modelos são praticamente projetados tendo em vista as necessidades delas, que procuram um veiculo com bom espaço, vários porta objetos, combinações de cores e opcionais. A mulher comprar o automóvel de dentro para fora ao passo que o homem busca um veiculo de fora para dentro. O levantamento baseou-se nos aspectos citados pelas consumidoras e especialmente pela visibilidade, facilidade de condução, espaço interno, segurança e design, cores e acabamentos, e a presença de portas objetos e combinações de pacotes de opcionais também apareceram como importantes na hora de escolher um carro.

Os campeões de mercados são: Citroën C3(63%) os pontos destacados são o visual diferenciado, a facilidade de condução e o (pequeno) tamanho.

Já o Fiat idéia 60% É um carro que seu retrovisor interno embutido espiar as crianças no banco traseiro. Trás também uma serie de porta objetos e múltiplas e configurações para o espaço interno.

O ronda Fiat (55%) ganhou espaço entre as mulheres pelo modularidade de seu interior, com o sistema que permite carregar objetos longos e altos no interior, e pela facilidade de condução.

Nissan Tiida (50%) o automóvel importado do México, oferece um bom numero de porta objetos e tem um acabamento digno de um carro mais carro.

Fiat punto (45%) A marca incorporou na abertura interna do tanque de combustíveis. Nada tão inovador, e mais relevante, os detalhes apontados pelas mulheres foi o seu design.
Nissan X (35%) - É um utilitário esporte que é o preferido das mulheres pelo espaço interno.

Citroën C4 Pallas (35%) – É de fabricação Francesa e são adquiridos por mulheres pelo conforto e design e a facilidade de dirigir.

Volvo V50 (32,9%)- É do agrado das mulheres pelo conforto do porta-malas e pelo conforto do banco traseiro, outro item do agrado delas é a segurança presente nos automóveis da empresa Sueca.

Volvo XC90(31,1%)- É outro carro que esta na lista dos preferidos pela mulher, e é um dos principais concorrentes da BMW X5.

Honda Civic (30%)- É o carro mais vendido para o público feminino, elas apontam o design, o conforto e a facilidade de dirigir. E tudo isso comprova que as mulheres estão cada vez mais apaixonadas por automóvel.



Waldiney Melo

Título: Carro preferido das Mulheres Citroën C3

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 8

809 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 6 )    recentes

  • SophiaSophia

    22-04-2014 às 16:39:30

    Realmente, o Citroen C3 é o preferido mesmo. A Rua Direita adorou seu texto.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAchando absurdos na internet

    19-03-2013 às 14:05:30

    Aprenda a escrever antes sair postando matérias...Rigor, zero. Como espera criar confiança?

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    17-09-2012 às 16:14:07

    É interessante ver que, no que toca à escolha ou à mera preferência de um automóvel, homens e mulheres diferem consideravelmente (como em tantas outras matérias). De facto, a maioria das mulheres parece preferir carros de design mais suave e mais compacto como o Citroen C3 ou recentemente o Fiat 500, enquanto os homens escolhem principalmente pela potência e preferem carros mais desportivos. Claro que me refiro apenas à maioria, existindo carros que agradem ambos.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMarcelo

    14-04-2012 às 13:32:31

    Tenho um amigo Marco Antonio, tremendo de um baitola, será que é por isso que ele comprou um C3 ?

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCerjynho

    29-12-2011 às 16:18:18

    Nossa quem escreveu isso manja muito de carro. Fiat Ideal, Ronda Fiat, Fiat Ideia...
    Ou se concentrou muito pra colocar o trema no Citroën e esqueceu do resto, ou não manja muito de carro mesmo.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMaria Cecília

    25-04-2011 às 00:30:58

    Estou fazendo um trabalho de pesquisa de mkt sobre os atributos que as mulheres valorizam na hora de comprar um carro. Achei a materia muito relevante, mas não posso deixar de sinalizar os dois erros na seguinte frase: "
    O ronda Fiat (55%) ganhou espaço entre as mulheres pelo modularidade de seu interior..." vale a pena a correção

    ¬ Responder

Comentários - Carro preferido das Mulheres Citroën C3

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A história da fotografia

Ler próximo texto...

Tema: Fotografia
A história da fotografia\"Rua
A história e princípios básicos da fotografia e da câmara fotográfica remontam à Grécia Antiga, quando Aristóteles verificou que os raios de luz solar e com o uso de substâncias químicas, ao atravessarem um pequeno orifício, projetavam na parede de um quarto escuro a imagem do exterior. Este método recebeu o nome de câmara escura.

A primeira fotografia reconhecida foi uma imagem produzida em 1826 por Niepce. Esta fotografia foi feita com uma câmara e assente numa placa de estanho coberta com um derivado de petróleo, tendo estado exposta à luz solar por oito horas, esta encontra-se ainda hoje preservada.

Niepce e Louis –Jacques Mandé Daguerre inciaram em 1829 as suas pesquisas, sendo que dez anos depois foi oficializado o processo fotográfico o nome de daguerreótipo. Este processo consistia na utilização de duas placas, uma dourada e outra prateada, que uma vez expostas a vapores de iodo, formando uma pelicula de iodeto de prata sobre a mesma, ai era a luz que entrava na camara escura e o calor gerado pela luz que gravava a imagem/fotografia na placa, sendo usado vapor de mercúrio para fazer a revelação da imagem. Foi graças á investigação realizada por Friedrich Voigtlander e John F. Goddard em 1840, que os tempos de exposição e revelação foram encurtados.




Podemos dizer que o grande passo (não descurando muitas outras mentes brilhantes) foi dado por Richard Leach Maddox, que em 1871 fabricou as primeiras placas secas com gelatina, substituindo o colódio. Três anos depois, as emulsões começaram a ser lavadas com água corrente para eliminar resíduos.

A fotografia digital


Com o boom das novas tecnologias e com a capacidade de converter quase tudo que era analógico em digital, sendo a fotografia uma dessas mesmas áreas, podemos ver no início dos anos 90, um rápido crescimento de um novo mercado, a fotografia digital. Esta é o ideal para as mais diversas áreas do nosso dia a dia, seja a nível profissional ou pessoal.

As máquinas tornaram-se mais pequenas, mais leves e mais práticas, ideais para quem não teve formação na área e que não tem tempo para realizar a revelação de um rolo fotográfico, sem necessidade de impressão. Os melhores momentos da nossa vida podem agora ser partilhados rapidamente com os nossos amigos e familiares rapidamente usando a internet e sites sociais como o Facebook e o Twitter .

A primeira câmara digital começou a ser comercializada em 1990, pela Kodak. Num instante dominou o mercado e hoje tornou-se produto de consumo, substituindo quase por completo as tradicionais máquinas fotográficas.

Sendo que presentemente com o aparecimento do FullHD, já consegue comprar uma máquina com sensores digitais que lhe permitem, além de fazer fotografia, fazer vídeo em Alta-Definição, criando assim não só fotografias quase que perfeitas em quase todas as condições de luz bem como vídeo com uma qualidade até agora impossível no mercado do vídeo amador.

Tirar fotografias já é acessível a todos e como já não existe o limite que era imposto pelos rolos, “dispara-se” por tudo e por nada. Ter uma máquina fotográfica não é mais um luxo, até já existem máquinas disponíveis para as crianças. Muitas vezes uma fotografia vale mais que mil palavras e afinal marca um momento para mais tarde recordar.

Pesquisar mais textos:

Bruno Jorge

Título:A história da fotografia

Autor:Bruno Jorge(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    05-05-2014 às 03:48:18

    Como é bom viver o hoje e saber da história da fotografia. Isso nos dá a ideia de como tudo evoluiu e como o mundo está melhor a cada dia produzindo fotos mais bonitas e com qualidade!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios