Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Internet > A febre das redes sociais

A febre das redes sociais

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Internet
Visitas: 172
Comentários: 3
A febre das redes sociais

A internet é relativamente nova entre nós porém ela muda muito rapidamente , sites que há pouco tempo atrás eram um tremendo sucesso em pouco tempo podem cair e sumir assustadoramente substituídos por novos sites e novas idéias.

O contrário também é verdadeiro, sites que ninguém nunca tinha ouvido falar, podem surgir e explodir em popularidade de repente, trazendo fama e fortuna aos criadores.

Porém uma das maiores febres atualmente na internet são as redes sociais, que vieram ao que parece para ficar definitivamente entre nós.

Facebook, Twiteer, Google +, Linkdln, Orkut, My Space, Badoo, dentre outras dezenas de redes sociais, mudaram totalmente o conceito de como se relacionar, hoje nossa popularidade é medida em termos de quantos fans temos no facebook, quantos seguidores possuimos no Twitter e quantas pessoas nos circularam no Google +.




Mas que isso, a explosao das redes sociais fez com que cidadãos comuns, como você e eu ficásssemos em pé de igualdade com qualquer um, hoje vemos consumidores insatisfeitos com determinada empresa reclamarem abertamente nas redes sociais e terem suas reclamações respondidas mais rapidamente do que se tentasse falar com o SAC da empresa.

Vemos pessoas comuns elogiarem ,criticarem e dialogarem com celebridades e ídolos que antes eram praticamente inacessíveis ao cidadão comum.

E mais do que isso vemos notícias serem espalhadas mais rapidamente pelas redes sociais do que pela mídia tradicional, vemos pessoas desaparecidas sendo encontradas através de divulgação no Facebook, vemos namoros e casamentos surgirem tendo como intermediário as redes sociais e também com certeza namoros e casamentos são rompidos devido as redes sociais.

Vemos jovens ficarem milionários quase instantaneamente, e vemos nomes como You Tube, Google, Facebook serem mais familiares que a Coca Cola.

O mundo ficou menor com a tecnologia disponível hoje, podemos intergair instantaneamente com pessoas do mundo todo, compartilhando fotos e notícias em tempo real, através de nossos computadores, tablets e smartphones.

É como se vivéssemos em outro mundo, totalmente diferente de um mundo de 30 anos atrás, onde a única maneira de conseguirmos informações era através do radio, tv, revistas e jornais, hoje qualquer pessoa pode ser um jornalista on line, um divulgador de notícias e isso é feito com a velocidade de um clique.

Enfim, a internet e as redes sociais democratizaram e nivelaram o mundo, quem ficar fora hoje em dia do mundo virtual corre sério risco de ficar obsoleto e a tendência é cada vez mais o mundo digital fazer parte de nossas vidas.


Nilson Empreendedor

Título: A febre das redes sociais

Autor: Nilson Empreendedor (todos os textos)

Visitas: 172

783 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    24-10-2014 às 13:18:46

    É verdade! Hoje as redes sociais possibilitam a rapidez das informações de forma assustadora. Milhares de pessoas estão conectadas diariamente. Isso é bom e ruim, pois tem tirado as pessoas do seu convívio pessoal ficando atrelados apenas ao virtual. É preciso ter equilíbrio!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    08-05-2014 às 18:34:35

    As redes sociais tomaram espaço em diferentes lugares do mundo. As pessoas estão conectadas o dia todo e chega a ser um exagero. Vieram com tudo e deve-se apenas ter cuidado com algumas situações como a privacidade.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoFlávio

    28-06-2013 às 05:59:35

    Boas.

    Eu tenho 29 anos, sou homem, e nunca na minha vida criei nenhuma rede social.

    Inclusivamente, há novas mer-das modernas e o caraças como compuiitadores em Apple (nunca na vida usarei, nunca trocarei o meu portátil clássico por nada) e tenho o mesmo celular (telemóvel) desde os 15 anos, apenas para comunicações importantes.

    Nunca aderi a nenhuma rede social e nem o farei, até porque eu detesto ter que tirar fotografias, sinceramente!

    Tablets e smartphones não tenho, só tenho e terei para sempre o meu PC de há mais de 10 anos e o meu celular de há 15 anos atrás.

    Não vejo interesse nenhum em ter uma foto minha especada na Internet!

    Não vou ter, por opção própria, rede social nenhuma e sou um analfabeto nessas cenas todas e o meu trabalho, o meu dinheiro, o meu pc e o meu celular simples antigo satisfazem as minhas necessidades básicas, que é o que, em minhas concepções simplistas, mais importam!

    Flávio

    ¬ Responder

Comentários - A febre das redes sociais

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Contador de moedas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Material Escritório
Contador de moedas\"Rua
O mundo dos negócios exige um grande dispêndio de energia e muitas horas de trabalho. No entanto hoje já é possível fazer recurso da alta tecnologia para poupar tempo e dinheiro. O recurso às funções do computador para o comércio facilita e atrai muitos clientes para empresas e comerciantes. No que diz respeito a contas é possível fazer uma contagem rápida e eficaz do dinheiro, sem passar horas a contar e com o risco de engano. É por isso que cada vez mais pessoas ligadas a negócios e serviços optam por adquirir um contador de moedas. Deste modo sabem que poupam tempo e não falham na sua contagem.

Dos inúmeros equipamentos que a alta tecnologia põe ao dispor, este é sem dúvida um equipamento que beneficia em muito o trabalho de muita gente. Por ser pequeno é muito cómodo e exige pouco espaço, ou melhor pode ser colocado em qualquer lugar.

Torna-se evidente que as novas tecnologias vieram para simplificar a vida e trazem muitas vantagens, rentabilizam e poupam tempo. No caso do contador de moedas, sem enganos, falhas e complicações. É o ideal para ter num escritório de uma empresa, em escolas, cafés, pastelarias, salões de jogos, bancos, cinema, serviços financeiros e de tesouraria e outros ligados a serviços públicos e privados.

Em resumo, se está ligado a qualquer trabalho de comércio ou serviços pode poupar muto tempo e problemas apenas colocando um equipamento destes no seu espaço de trabalho. As suas vantagens são inúmeras, em especial: permite realizar uma contagem rápida das moedas dividindo-as e fazendo a sua soma, conta o total das moedas, o valor total em cada tipo de moedas e a quantidade de todas as moedas.

Contem e separa no mínimo duzentas e vinte moedas por minuto, sem erro, conta e separa tudo no mesmo equipamento, permite alimentar o aparelho com quantidades entre as trezentas e quinhentas moedas de cada vez e continuar a adicionar mais moedas enquanto está a contar. Além disso o aparelho pode ser programado para separar um número de moedas predeterminado.

O seu design é bastante inovador e resistente. Os materiais de elevada qualidade, de fácil ligação e paragem automática.

Possui uma elevada funcionalidade, baixo consumo (70W), pouco peso, aproximadamente quatro kg, velocidade ultra rápida, pequena dimensão e estão todos certificados pela EU. Deste modo também possuem garantia, são fáceis de usar e de arrumar.

As suas funções práticas permitem que o contador de moedas possa estar em qualquer lugar.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Contador de moedas

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios