Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Ferramentas > Ferramentas – O que deve ter à mão

Ferramentas – O que deve ter à mão

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Ferramentas
Visitas: 16
Comentários: 1
Ferramentas – O que deve ter à mão

É de facto verdade que existem pessoas exímias em tudo o que diga respeito à bricolage. Martelam sem receios, mudam candeeiros, trocam torneiras e furar uma parede com o berbequim para colocar bucha e pregos, não é segredo algum. Até pode ser uma questão de jeito, mas mais que tudo, é uma questão de vontade!

Existem no entanto quem nunca tenha pregado um prego, nem tenha intenção para tal. Intitulam-se à partida uns desajeitados para qualquer tarefa que obrigue à utilização e sem qualquer problema, preferem pagar a profissionais, a aventurar-se à bricolage.

Quer se seja um adepto incondicional de tudo o que acarreta aventuras nos arranjos domésticos, ou se pelo contrário não gosta de pregar um pequeno prego, é indispensável saber o que, até mesmo por conveniente, se deve ter sempre por perto.

O alicate universal, ocupa o lugar de destaque em todas as ferramentas existentes, pela sua multiplicidade de funções. Para cortar, torcer, prender, enrolar, puxar, segurar, o alicate é indispensável e ao tê-lo à mão, de poucas mais ferramentas necessitará.

Uma chave de parafusos ocupa também um lugar importante. Esta ferramenta tem uma característica importante, visto ter diferentes bits (ponteiras, ou as pontas das aparafusadoras). As aparafusadoras manuais podem ser de fenda achatada, Philips, allen, torx e tantos outros formatos. Existem no mercado uns pequenos kit’s de chaves de parafusos manuais que incluem as ponteiras, pelo que tem uma utilidade extraordinária. As ponteiras estão agarradas ao cabo da ferramenta, o que impede que se percam peças. Claro que uma aparafusadora elétrica é uma excelente aquisição para quem tem necessidade de utilizar a ferramenta com mais frequência e existem as mais variadas marcas, tamanhos e preços no mercado.

A chave inglesa também ocupa lugar na lista. Para pequenos arranjos (de canalização por exemplo), esta chave adapta-se a tamanhos devido á patilha de aperto. De fácil e múltipla utilização, é também uma ferramenta a adquirir se não a tiver.

Quer colocar prateleiras lá em casa? Estão a lista está incompleta. Comece por escolher outras ferramentas indispensáveis à sua aventura na bricolage.

Os pregos estão em desuso e como o mote foi dado aos parafusos, não se esqueça das buchas.

O berbequim é indispensável para furar a parede. Vem acompanhado das brocas com vários tamanhos. Se adquirir um berbequim de qualidade as brocas tem especial destaque. Existem brocas para madeira, ferro ou pedra, que exigem uma utilização correta. As brocas podem ser vendidas em separado.

Nível e fita métrica podem ser consideradas muletas para a execução de um bom trabalho e indispensáveis se quiser pendurar as suas prateleiras.

Deverá estar a pensar que ficou esquecido o martelo. Pois aqui está ele. Servirá para quem queira trabalhar mais com madeiras, mas também indispensável de necessitar dar umas pancaditas mais fortes.

Liberte-se de receios e ponha mãos à obra. Invente e crie. Vai ver que é divertido e não custa nada!


Carla Horta

Título: Ferramentas – O que deve ter à mão

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 16

672 

Imagem por: brandi666

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    04-05-2014 às 04:56:44

    Aquelas que são importantes devemos tê-las sempre a mão mesmo. Mas, parece que todas são, né? Sempre que precisamos de uma ferramenta, geralmente, é a que ainda não temos. Por isso, é sempre bom ter as mais úteis em casa!

    ¬ Responder

Comentários - Ferramentas – O que deve ter à mão

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Imagem por: brandi666

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios