Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Ferramentas > Ferramentas para todos os gostos

Ferramentas para todos os gostos

Categoria: Ferramentas
Visitas: 18
Comentários: 11
Ferramentas para todos os gostos

Ao ouvido, pode soar a exagero afirmar-se que o simples acto de ter algumas ferramentas sempre à mão, é passível de salvar uma vida!
Contudo, a experiência de algumas circunstâncias comprova-o. O caso do médico é ilustrativo desta realidade. Tendo sido chamado para ver um doente que se encontrava com febre alta, o profissional entrou no quarto, para sair logo de seguida, à procura de um canivete. Voltou, pouco tempo depois, a abandonar os aposentos do enfermo e pediu uma chave de fendas. Saiu uma terceira vez e solicitou um martelo. A família, que estava a ficar deveras preocupada, indagou se o padecimento do seu ente querido era assim tão grave. O doutor não soube responder, pois, na verdade, estava a tentar abrir a sua mala medicinal numa perspectiva de ter condições de o observar…!

Qualquer ferramenta é concebida para um fim e uma utilidade específica; todavia, a versatilidade de algumas delas permite aplicações diferentes e adaptações igualmente válidas. Não convém é chegar a cúmulos em que a chave-mestra dá aulas à fechadura… Ou em que o berbequim fura a língua do miúdo que diz palavrões… Ou em que o martelo dá uma mocada no dedo do garoto que aponta, para lhe desencorajar a falta de educação… Ou em que se comece a puxar as orelhas de alguém com um alicate…Ou em que, com o intuito de fazer desaparecer problemas, se serrem as facturas das contas a pagar… Ou em que uma mente brilhante se lembre de aparafusar os noivos no dia do casamento, numa perspectiva de tornar a união indissociável…

Independentemente da diversidade de propósitos, existem ferramentas de todas as cores e feitios, manuais e eléctricas, que satisfazem as múltiplas necessidades de quem as compra. Pensando bem, as ferramentas estão presentes em várias actividades do dia-a-dia. Até para pregar um quadro na parede se tem de recorrer a elas. Atenção: nos prédios é preciso ter cuidado para não se furar demais; o cimento é escasso e, se não houver cautela, a respectiva obra de arte ainda aparece exposta na sala do vizinho do lado!...

Não há que esquecer que, associada a cada ferramenta, há uma metodologia própria de manuseamento, pelo que será grandemente vantajoso inteirar-se das normas de utilização e de segurança antes de iniciar qualquer trabalho. De contrário, correm-se riscos desnecessários, não apenas no que se refere à deterioração das peças, mas também, e sobretudo, no respeitante à integridade de quem as está a manipular.

Maria Bijóias

Título: Ferramentas para todos os gostos

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 18

638 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 11 )    recentes

  • SophiaSophia

    02-05-2014 às 21:27:10

    As ferramentas em casa são essenciais, independente de quais sejam. Elas nos salvam a vida no momento que mais precisamos. A Rua Direita agradece suas informações de ferramentas para todos os gostos!

    ¬ Responder
  • Maria GabrielaMaria Gabriela

    07-10-2012 às 22:02:26

    As ferramentas são algo imprescindível numa casa pois há sempre necessidade de um pequeno conserto disto ou daquilo. O exemplo do uso de ferramentas pelo médico foi um bom exemplo. Também já vi fazer um furo a mais na fita da sandália com a ajuda de um prego e de um martelo. Martela-se o prego por cima da fita da sandália e já está, já podemos ajustar a sandália porque já tem mais um furo.

    ¬ Responder
  • Anne TeixeiraAnne Teixeira

    05-10-2012 às 17:00:10

    Ferramentas são coisinhas muito úteis. Nos dias de hoje, podemos dizer que são úteis para homens e mulheres. Pena que só descobri isso quando comecei a morar em uma república feminina. Logo, os trabalhos manuais como trocar dobradiças e desentupir a pia virou um trabalho comum.E conforme aparecem os trabalhinhos, compramos mais e mais ferramentas. Chave de fenda, filipis, boca, alicate...só falta uma furadeira... =)

    ¬ Responder
  • Pedro gil FerreiraPedro gil Ferreira

    04-10-2012 às 08:46:20

    Em qualquer habitação deve haver algumas ferramentas básicas para as necessidades prementes.Delas deve contar o alicate, mertelo, tesouras, berbequim, chave de fendas e serra elétrica, pelo menos.Estas são sempre necessárias para qualquer trabalho de bricolage.

    ¬ Responder
  • Ruben GonçalvesRuben Gonçalves

    02-10-2012 às 22:02:46

    É bom pensar que temos a ferramenta ideal quando precisamos, quando isso não acontece podemos sempre pensar comprar uma, certamente vamos precisar dela mais tarde. Se forem ferramentas muito específicas e caras podemos tentar evitar compra-las pedindo emprestado a um amigo ou em ultimo caso dar o trabalho a um profissional, que em grande parte dos casos sairá mais barato que comprar a ferramenta que precisávamos.

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    01-10-2012 às 23:05:49

    Ferramentas são instrumentos que facilitam cada vez as nossas vidas. Que interessante saber que elas possuem uma diversidade e que tem para todos os gostos e estilos. Quando vamos à uma loja, fica até difícil escolher aquela que está de acordo com a nossa necessidade, pois tem de tudo. Precisamos de alguém que entenda do assunto e esteja bem à par, para que nos auxilie e ajude. Isso é bom e ruim ao mesmo tempo.

    ¬ Responder
  • Lucas SouzaLucas Souza

    01-10-2012 às 20:11:17

    Meu pai tem um fusca, carro bem antigo que é utilizado para ir para o sítio onde mora a minha avó. Dentro desse carro, meu pai sempre carrega uma mala de ferramentas, que contém todas as básicas e umas mais específicas. Corda e facões já fizeram parte desse arsenal de ferramentas, pois como a estrada é de terra, uma chuva forte pode mudar de figura o caminho, deixando bem liso. Ferramentas são sempre bem vidas!

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    01-10-2012 às 01:01:09

    Eu que ando de carro sempre levo comigo um estojo de ferramentas pois nunca se sabe quando pode ocorrer um imprevisto.Já passei por bons apuros uma vez que meu carro apresentou um problema simples porém não pude resolver por não carregar na ocasião nenhuma ferramenta.Mas ter ferramentas é importante em qualquer ocasião , não só no carro, mas ter em casa ferramentas para reparos pode poupar uma boa dor de cabeça.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    23-09-2012 às 22:37:51

    Concordo consigo quando diz que é essencial termos ferramentas sempre à mão (para pregar pregos, ajeitar as dobradiças de uma escrivaninha ou as juntas de uma mesa), uma vez que serão necessárias em muitas ocasiões. A ideia é que tenhamos à mão uma caixa de ferramentas de boa qualidade, sendo que a quantidade e a variedade das ferramentas devem ser, evidentemente, apropriadas à experiência e conhecimento da pessoa que as irá manejar.

    ¬ Responder
  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    21-09-2012 às 22:11:14

    as ferramentas necessárias em qualquer casa: martelo, chave de fendas de vários tamanhos, chave philips com várias pontas, chaves sextavadas interiores, etc. Actualmente, também serão necessárias chaves torx, pois recentes electrodomésticos trazem parafusos com este tipo de cabeças. a minha ferramenta preferida é a chave de fendas, porque permite por vezes substituir outras chaves. não é o mais recomendado, eu sei. parabéns pelo tema.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoIsabel P.

    15-03-2009 às 20:13:59

    Sabes Maria, eu sou psicologa.

    Sabes Maria , eu adoro martelos.

    Sabes Maria, se eu só tivesse uma ferramenta (martelo) só poderia dar marteladas.

    Sabes Maria, muitas vezes penso (com um enorme prazer) que alguns dos meus pacientes mereciam.

    Sabes Maria, gostei do teu ponto de vista.

    Sabes Maria, vou dar uma martelada.

    ¬ Responder

Comentários - Ferramentas para todos os gostos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como burlar a crise e fazer a viagem dos sonhos gastando pouco

Ler próximo texto...

Tema: Viagens
Como burlar a crise e fazer a viagem dos sonhos gastando pouco\"Rua
Não é novidade para ninguém que o Brasil está passando por uma séria crise econômica e política. Atrelado a isso, a elevação do dólar nos últimos meses tem contribuído para a queda considerável no número de viagens internacionais. Para os amantes de viagens, também chamados travelholics, a crise não é um motivo para adiar aquela viagem tão esperada.
Nesse post você terá dicas de como superar esse momento e realizar seu sonho de uma forma mais econômica, sem precisar de guias turísticos, que encarecem ainda mais a viagem.

Dica 1) Planeje sua viagem com antecedência.
Provavelmente a maioria já ouviu falar disso, mas é a pura verdade. Programar a viagem é o primeiro passo para uma estadia tranquila e bem mais barata. Escolher o destino, a época do ano e com quem ir é o começo de tudo. As passagens aéreas costumam ter preços promocionais quando comprada com antecedência e você poderá escolher melhor onde passará as noites.

Dica 2) Pesquise os preços das passagens diariamente.
Se o destino já está definido, comece a buscar as passagens já. Os preços costumam variar diariamente, e sim, podem cair ou subir absurdamente de um dia para o outro. Eu super indico o Google Voos como busca de passagem. Ele apresenta os valores e os horários das mais variadas companhias aéreas e no final, te redireciona para o site da empresa sem te cobrar nenhuma taxa por isso. Além disso, ter em mente a opção de flexibilizar as datas pode te possibilitar um bom desconto no final. Você e o seu vizinho de assento podem estar indo pro mesmo destino, mas pagando valores completamente diferentes.

Dica 3) Use e abuse do Google Maps para escolher a região de hospedagem.
O Google Maps é uma opção de busca com mil e uma utilidades. Depois de escolhida a cidade, pesquise a localização dos principais pontos turísticos que são do seu interesse. Há várias ferramentas para busca de hotéis e pontos turísticos no site. Se você vai depender de transporte público ou ''viação pé'' para conhecer a cidade, uma boa dica para economizar tempo e dinheiro é ficar na região cultural da cidade. Você poderá pagar um pouco mais caro na estadia, mas economizará em outros quesitos.

Dica 4) Utilize os sites de busca de hotéis para fazer as reservas.
Depois de muito pesquisar, descobri que organizar a viagem por conta própria pode sair até pela metade do preço do que seria através de uma agência de viagem. Existem muitos sites de hotéis, mas é bom pesquisar sua credibilidade em fóruns e sites de reclamação. Minha sugestão é o Booking.com, há anos no mercado com milhões de clientes, ele é reconhecido pela sua transparência e grande assistência àqueles que precisaram resolver algum problema. Utilizando as datas de entrada e saída, e os filtros como valor máximo da diária e número de estrelas, você encontra o melhor hotel pro seu gosto e seu bolso.

Dica 5) Seguro Viagem
É imprescindível a contratação de um seguro viagem se você está indo para o exterior. Dependendo do país, uma diária no hospital pode sair mais cara que toda a viagem. Sem falar que em caso de extravio de bagagem e algum problema mais grave com um parente próximo no país de origem, além de outras questões, o seguro tem a cobertura específica. Não se deixe levar pelos pequenos preços. Procure aqueles conhecidos mundialmente e, de preferência, utilizado por algum conhecido. Quanto mais detalhado for, melhor.

Dica 6) Curta a pré-viagem pesquisando
O período antes da viagem é tão gostoso quanto ela, propriamente dita. Aproveite para pesquisar sobre os locais do seu interesse, restaurantes, lojas e principalmente transporte. Hoje, já existe taxímetro online em grandes metrópoles, onde você pode fazer um cálculo estimado da corrida de um lugar a outro. Como o nosso objetivo é a economia, são muitas as alternativas de transporte. Além do bom e velho ônibus, as vans compartilhadas do aeroporto para o hotel podem sair bem mais em conta que o táxi. Para quem for ficar poucos dias em uma grande cidade, os ônibus vermelhos de dois andares, conhecidos por Hop On Hop Off, dão uma geral na cidade, passando pelos principais pontos e possibilitando ao turista parar onde quiser, e esperar pelo próximo nos pontos indicados. Existem ticktes de 24, 48 e 72 horas ilimitado, a partir do momento do primeiro uso.

Pesquisar mais textos:

Letícia Spínola Flávio

Título:Como burlar a crise e fazer a viagem dos sonhos gastando pouco

Autor:Letícia Spínola Flávio(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Adriana SantosAdriana Santos

    10-11-2015 às 21:16:50

    Gostei das dicas! Valeu!
    Realmente, as pessoas que amam viajar encontram diversas formas, nem que seja um lugar próximo a sua cidade!

    Abraços!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios