Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Poesias de Uma noite

Poesias de Uma noite

Categoria: Literatura
Poesias de Uma noite

as de Hoje

Consciência

A consciência de quem trabalha

Sem atrapalhar,

Quem se conscientiza

Conscientizando ao seu próximo

O valor de uma incalculável vida

Que como um livro que começa a ser

Escrito à partir do primeiro momento

Em que faz do sol de sua alma

Ser o seu sorriso,

Que nada mais espanta a tamanha

E efêmera consciência de tanto amar

[...]

E tanto desprezar.

O Desprezo

O desprezo a que lhe concedo

Com tanta e tamanha raiva

Poderia ser o mesmo a que com

Tanto amor,

Fogo da paixão

Concedia ao seu coração

Que faz da ilusão,

Ser o principio da escuridão

Atropelando a depressão que prova

Do seu veneno degustando da maldição,

Que em seu coração

Se cedeu ao principio de uma aventureira,

Embora apaixonante fosse a paixão.

Condição

A condição que hoje tenho

Para comprar um pão que me tirasse

Essa fome é o mesmo com a qual,

Por força maior alimento

O meu vício que

Sucessivamente degustar de minhas forças,

Enfraquecendo e

Amolecendo o meu caráter

Que já não tenho escrevo essa carta

Que mais parece poesia ou vice versa

[...]

Queria me inserir ao mundo que estou

Para usufruir do melhor me guarda,

Embora ainda me sinta uma carta uma carta

Que depois de ameaçada é jogada fora .

Ameaçada

Ameaçada a minha alma

É diariamente por quem que não vê,

Não me sente e,

Muito menos me conhece

Para dizer algo sem

Me julgar fazendo o mal uso da palavra

Que soa pela boca,

Sem tomar consciência do que diz,

Ou que pensa ou sente,

Embora o pensar mal já seja pecado

[...]

Por que então pensamos?

O Choque

O choque que tomei ao

Sentir o tamanho do fervor

De seu amor queimando

Na profundeza de minha alma

Tão quão inconsciente quanto

Ao coração que nada pensa,

Que nada diz e

Que nada julgue,

Embora sinta a dor de tanto amar

Sem poder expressar fazendo o mundo

Se abrir aos olhos de minha alma,

Que nada vê como eu vejo,

Embora eu também não o enxergue

Tão corretamente como imagino ser a alma

De quem teima em sofrer devido ao tão eterno amor.

O julgamento

O julgamento embora seja

Tão pesada quanto a banal e

Intensa paixão,

Que nada mais me

Consome como a correspondência

De amor tão imensa e

Insolúvel quanto à paixão que

Em meu coração se agiganta,

Enquanto a intolerância consumada

Pela perdição

Dessa tão incógnita imensidão

Que nada subtrai para apenas somar.

A Intolerância

A intolerância em relação ao

Amor que tudo faz somar e acrescentar,

Sem ao menos subtrair ou tirar algo

Que ao coração não satisfaz

Como a perdição

Na escuridão não o satisfez

Perdendo-se na escuridão

Que nada apavora ao coração

Que continua a alimentar essa paixão

Que ao céu lhe proporciona a perdição

Sem a tolerância da maldição

Que nada se acrescenta por apenas

Fazer subtração e

A divisão.


Kaique Barros

Título: Poesias de Uma noite

Autor: Kaique Barros (todos os textos)

Visitas: 0

0 

Comentários - Poesias de Uma noite

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Contador de moedas

Ler próximo texto...

Tema: Material Escritório
Contador de moedas\"Rua
O mundo dos negócios exige um grande dispêndio de energia e muitas horas de trabalho. No entanto hoje já é possível fazer recurso da alta tecnologia para poupar tempo e dinheiro. O recurso às funções do computador para o comércio facilita e atrai muitos clientes para empresas e comerciantes. No que diz respeito a contas é possível fazer uma contagem rápida e eficaz do dinheiro, sem passar horas a contar e com o risco de engano. É por isso que cada vez mais pessoas ligadas a negócios e serviços optam por adquirir um contador de moedas. Deste modo sabem que poupam tempo e não falham na sua contagem.

Dos inúmeros equipamentos que a alta tecnologia põe ao dispor, este é sem dúvida um equipamento que beneficia em muito o trabalho de muita gente. Por ser pequeno é muito cómodo e exige pouco espaço, ou melhor pode ser colocado em qualquer lugar.

Torna-se evidente que as novas tecnologias vieram para simplificar a vida e trazem muitas vantagens, rentabilizam e poupam tempo. No caso do contador de moedas, sem enganos, falhas e complicações. É o ideal para ter num escritório de uma empresa, em escolas, cafés, pastelarias, salões de jogos, bancos, cinema, serviços financeiros e de tesouraria e outros ligados a serviços públicos e privados.

Em resumo, se está ligado a qualquer trabalho de comércio ou serviços pode poupar muto tempo e problemas apenas colocando um equipamento destes no seu espaço de trabalho. As suas vantagens são inúmeras, em especial: permite realizar uma contagem rápida das moedas dividindo-as e fazendo a sua soma, conta o total das moedas, o valor total em cada tipo de moedas e a quantidade de todas as moedas.

Contem e separa no mínimo duzentas e vinte moedas por minuto, sem erro, conta e separa tudo no mesmo equipamento, permite alimentar o aparelho com quantidades entre as trezentas e quinhentas moedas de cada vez e continuar a adicionar mais moedas enquanto está a contar. Além disso o aparelho pode ser programado para separar um número de moedas predeterminado.

O seu design é bastante inovador e resistente. Os materiais de elevada qualidade, de fácil ligação e paragem automática.

Possui uma elevada funcionalidade, baixo consumo (70W), pouco peso, aproximadamente quatro kg, velocidade ultra rápida, pequena dimensão e estão todos certificados pela EU. Deste modo também possuem garantia, são fáceis de usar e de arrumar.

As suas funções práticas permitem que o contador de moedas possa estar em qualquer lugar.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Contador de moedas

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios